quinta-feira, janeiro 15, 2015

Não Consegui Dar Um Título A Este Post, Fica Sem Título

Bom, então enquanto na Grécia surge o Syriza, na Espanha, o Podemos e na França, a extrema-direita de Marine Le Pen (para mal dos nossos pecados) em Portugal o que é que temos? O PS do Costa do Castelo que correu com António José Seguro e que teve como resultado calar ainda mais a oposição (é ou não verdade que Costa faz ainda menos oposição do que Seguro?). O Bloco de Esquerda em modo sobrevivência luta contra a austeridade e o Tratado Orçamental num país em que parte da população parece ter dificuldade em perceber o que isso significa. O PCP entrincheirado nos lugares de sempre. O Livre - É Tempo de Avançar, a sonhar com uma Europa solidária e com uma coligação com o PS do Costa. E uma tentativa de imitação do Podemos espanhol que sob o nome de Juntos Podemos em Portugal parece que se desentendeu ainda mesmo antes de ter começado a existir. Se isto resultasse numa fragmentação tal do sistema partidário que rebentasse com o centrão da corrupção já não era mau. É muito possível que isto resulte apenas numa enorme baralhada sem se vislumbrar muito bem a saída. Em Portugal, por enquanto, ganha a Troika.

Sem comentários: