sexta-feira, novembro 30, 2012

Salazarinhos, Depois Não Digam Que Nada Sabiam Ou Que Não Foram Avisados

Sobre o Comer e Calar

E ao final da tarde passei em frente da Câmara Municipal de Loulé e disse à senhora da limpeza que limpava as escadas da frente com a porta aberta: - Se ainda estiverem ladrões do PSD aí dentro feche a porta que eu vou chamar a polícia. Não vamos deixar escapar os ladrões. Apareceu um funcionário muito incomodado que me disse para me ir manifestar para outro lado. Para a porta do Ministério da Educação. Disse-lhe que era só o que faltava ser roubado todos os dias e ser vítima de uma estratégia de empobrecimento intencional e não poder sequer abrir a boca. Isso era só o que faltava. O senhor abalou, foi-se embora muito incomodado comigo.

quinta-feira, novembro 29, 2012

Sobre os Cortes Nas Horas Extraordinárias Na Câmara Municipal de Loulé

Hoje de manhã comecei bem o dia. Numa pastelaria em Loulé uma trabalhadora da Câmara Municipal de Loulé desfazia-se em lágrimas porque quando recebeu o salário percebeu que três turnos de horas extraordinárias em três dias foram pagos a 10 euros o dia. Dizia a colega do lado: - Ela podia ter ficado com os filhos.
 

Triste PS

Mário Soares encabeçou as 78 personalidades que dirigem uma carta aberta ao Primeiro Ministro e ao Presidente da República pedindo uma mudança de políticas a Passos Coelho ou a demissão do governo. O PS já reagiu dizendo que compreende este acto de cidadania mas que não concorda com a exigência da demissão imediata do governo. É caso para dizer triste PS. Tristes personalidades que estão à frente do destino do PS. Como diria Fernando Pessoa: Cartas de amor são ridículas.

quarta-feira, novembro 28, 2012

Sábado, protesto em Loulé contra as Políticas do Governo PSD/CDS

Que Vá. Fora Daqui. Que Desapareça De Uma Vez Por Todas!



O Primeiro Ministro de Portugal não me manda emigrar. Eu digo não. Eu emigro quando eu quiser. Eu acrescentaria ao discurso do Rogério de quem eu estive juntinho quando ele subiu para cima do leão da Assembleia da República a 15 de Outubro de 2011. Emigre o senhor Primeiro Ministro. Vá. Desapareça.

terça-feira, novembro 27, 2012

Orçamento Terrorista Aprovado

Os salazarinhos do PSD que não se esqueçam que são coniventes com estas políticas que destroem em massa a vida dos portugueses. A História encarregar-se-á de julgar os salazarinhos mesmo que isso não lhes interesse para nada. A sua estatura moral é idêntica à de um rato de esgoto.

segunda-feira, novembro 26, 2012

Os Fascistas Do PSD Loulé Endoideceram De Vez

O doutor Seruca Emídio e o PSD local levaram a Câmara Municipal de Loulé à bancarrota e esta semana o senhor doutor foi convidado para discutir o futuro das autarquias como convidado na condição de "Autarca de referência". Está tudo louco não está?

Rua Com O Governo Fascista Do PSD/CDS

Notícia de Última Hora

Passos Coelho foi vaiado por Passos Coelho no interior do palácio de São Bento.

Salazarinhos

Os salazarinhos que habitam no PSD Loulé que ponham os olhos nos camaradas da Madeira.

Os Salazarinhos Do PSD-Loulé

Os salazarinhos que habitam no PSD Loulé não nos respeitam enquanto cidadãos e enquanto seres humanos e depois querem ser respeitados pelo cidadão comum. Chama-se a isto uma reciprocidade de soma nula.

domingo, novembro 25, 2012

Em Breve Entrará Na GNR Loulé Uma Queixa Por Furto Contra Pedro Passos Coelho e Vítor Gaspar

Decidi. Como estou farto de ser identificado, avisado e advertido pela GNR pelo possível crime de protesto contra o governo PSD/CDS dentro dos próximos dias quando tiver um tempo livre do trabalho vou fazer queixa à GNR-Loulé de Pedro Passos Coelho e de Vítor Gaspar de roubo aos salários e aos subsídios de férias e de Natal. Afinal são os ladrões que têm que ir para a prisão.

Estado Fascista e Policial


Está em marcha a fase da perseguição levada a cabo pelo governo PSD/CDS aos cidadãos que contestam as políticas de horror social que estão a destruir as nossas vidas e o país. Em Loulé fui hoje de novo advertido por um agente de autoridade no sentido de parar de distribuir mensagens políticas contra o governo PSD/CDS (sobretudo, em locais não autorizados). A mensagem hoje foi clara. Pare, ou vai ter problemas com a justiça. O senhor já está identificado.

2013. Revolta ou Resignação? Qual dos dois R's se sobreporá ao outro?

No final de Janeiro quando disparar o número daqueles cujo salário só chega ao meio do mês. Quando se quiser pagar as contas do infantário das crianças e ter que se tomar a opção de as retirar do infantário. Quando navegar na internet se tornar um luxo que se tem que dispensar. Quando se tiver que pedir dinheiro emprestado para pôr combustível no automóvel para ir trabalhar ou para a deslocação à visita habitual ao Centro de Emprego. Quando o conselho de Jonet se tornar uma profecia autorealizadora e se concluir que bifes nem uma vez na semana. Quando se concluir que a sopa dos pobres na cantina dos pobres é uma possibilidade séria. Quando uma boa parte das empresas que ainda funcionavam deixarem de funcionar. Nessa altura, quando a desgraça que já se abate sobre nós se alargar a uma boa parte das classes médias, nesse dia, a palavra açorda para os portugueses transformar-se-á efectivamente em acorda. A questão chave será está: - Será isso mobilizador de uma dinâmica de mudança na sociedade portuguesa ou o desespero alargado transformar-se-á em resignação face à nova condição de empobrecimento e miséria estrutural ?

sábado, novembro 24, 2012

Esclarecimentos

Já passei pelo posto da GNR de Loulé. Tudo esclarecido por dois agentes muito cordiais. Fiquei a saber que não fui eu que tentou agredir com um ferro o senhor Presidente da CML e esse tal de Moreno que não sei quem é nem o que faz. Fiquei descansado. Agora só me falta saber quem é o agente infiltrado que anda ali pelos lados da CML e que quando pego numa cartolina e numa caneta de feltro para escrever PSD/CDS rua! imediatamente telefona para elementos da polícia municipal para perseguir os meus cartazes e cartolinas. E olhem que eu tenho um dedo que adivinha.

Ainda Sobre As Práticas Fascistas No PSD-Loulé

Esta coisa de fazer oposição ao governo PSD/CDS em Loulé tem o seu lado hilariante. Parece que para evitar a contestação social para os tipos do PSD Loulé vale tudo. Então hoje de manhã parece que alguém foi ter com a minha mãe para lhe contar que eu tinha agredido (ou pelo menos tentado) o senhor doutor Seruca Emídio e um Moreno qualquer que não sei bem quem é e a minha mãe entrou em pânico, entrando de seguida em pânico a minha irmã que por conseguinte telefonou para o trabalho da minha mulher preocupadíssima para a preocupar a ela. Afinal o mesmo indíviduo que foi contar a história à minha mãe foi depois desmentir o facto dizendo que não tinha sido eu o agressor mas um trabalhador camarário que entretanto já foi identificado pela GNR. Parece que corre também o boato que os tipos estão prontos para me fazer a folha e sugerem (ou querem mesmo fazê-lo, não sei bem) internar-me no manicómio. Surreal esta história não é? Mas não deixa de ter o seu lado divertido.

PS: Acordei agora e decidi ir à GNR saber o que efectivamente se passou. Apesar de me terem garantido que essa tentativa de agressão ao Ex.mo Senhor Seruca Emídio e esse outro tal de Moreno que não sei bem quem é e o que faz foi feita por um trabalhador da CML e de este ter sido identificado pela polícia, não fiquei descansado. Esta gente do PSD Loulé não é mesmo flor que se cheire e o melhor é ir pessoalmente à GNR ver o que se está a passar. É que como vos disse fui identificado no início da semana por estar a colar duas cartolinas com palavras de ordem contra o governo PSD/CDS. E esta história está a cheirar muito mal. É triste tudo isto não é?

sexta-feira, novembro 23, 2012

Procuram-se Ladrões De Vidas

 
Esta noite andei deambulando de rua em rua na cidade de Loulé à procura de dois ladrões que me assaltam a casa todos os dias. Agradeço a quem os encontre que telefone à GNR ou então à Segurança Municipal do doutor Seruca Emídio que ele imediatamente dará ordens para deter os bandidos.

quarta-feira, novembro 21, 2012

Isto Está A Ficar Perigoso

Acabei de ser identificado pela GNR-Loulé por ter colado duas cartolinas à porta da Câmara Municipal de Loulé em protesto contra o governo PSD/CDS. Um cartaz dizia PCS/CDS rua! Justiça! Coelho p'ra prisão. Prendam-se os ladrões. E o outro PSD/CDS ladrões. Tiram o pão do pobre. Disse aos senhores agentes da autoridade que o único crime que cometi na minha vida foi protestar contra as políticas do actual governo que vão fazer com que no final do mês de Janeiro não tenha dinheiro suficiente para alimentar os meus filhos. Se isto é para me intimidar e para me colarem uma mordaça na boca garanto-lhes que não surtirá efeito. Terão que me prender ou então fazer-me desaparecer.

PS: Agradecia ao doutor Seruca Emídio e ao PSD Loulé que me parassem de perseguir politicamente. A diferença entre o fascismo e a democracia é precisamente a possibilidade de os cidadãos exercerem o livre direito de manifestação e de protesto. Chamava também a atenção aos partidos da oposição que intervissem no sentido de questionarem o senhor Presidente da Câmara Minicipal de Loulé e a sua equipa de vereação sobre o livre exercício da cidadania e das liberdades democráticas no Concelho de Loulé. Estou claramente a ser intimidado e isso não é admíssível em democracia. Se quiserem isto é um pedido de ajuda a quem começa a sentir-se em perigo, violado e ameaçado na sua condição de cidadão que supostamente habita um Estado de Direito Democrático. Deixo à atenção de vossas excelências. A polícia no concelho de Loulé não pode servir para perseguir os cidadãos. E muito menos pode ser um instrumento repressivo dos cidadãos ao serviço do PSD Loulé.

Ladrões Sem Um Pingo De Vergonha

Aproximam-se as eleições autárquicas e os tipos do PSD/CDS não têm problemas nem vergonha alguma em roubar o povo todos os dias mas ficam muito incomodados em que lhes chamem aquilo que efectivamente são: - Ladrões. Então se puderem prender quem protesta os tipos não vão ter pudor em fazer isso.

terça-feira, novembro 20, 2012

Isto Está A Ficar Perigoso

Acabei de ser identificado pela GNR-Loulé por ter colado duas cartolinas à porta da Câmara Municipal de Loulé em protesto contra o governo PSD/CDS. Um cartaz dizia PCS/CDS rua! Justiça! Coelho p'ra prisão. Prendam-se os ladrões. E o outro PSD/CDS ladrões. Tiram o pão do pobre. Disse aos senhores agentes da autoridade que o único crime que cometi na minha vida foi protestar contra as políticas do actual governo que vão fazer com que no final do mês de Janeiro não tenha dinheiro suficiente para alimentar os meus filhos. Se isto é para me intimidar e para me colarem uma mordaça na boca garanto-lhes que não surtirá efeito. Terão que me prender ou então fazer-me desaparecer.

segunda-feira, novembro 19, 2012

Lido Em Assembleia Popular a 12 de Novembro Em Loulé

Basta Desta Merkel De Vida!

 A chanceler Merkel está hoje em Portugal. Em Loulé, um grupo de cidadãos junta-se às milhares de pessoas que por todo o país quiseram dizer bem alto que com estas políticas de austeridade a senhora Merkel não é bem vinda aqui!

Basta de austeridade. Há poucos dias Merkel disse-nos a todos que para a sua solução final resultar eram precisos mais cinco anos de austeridade. Deixo-vos aqui o meu testemunho. Eu não aguento nem mais um ano de austeridade. É preciso parar já. Temos que ir imediatamente para eleições antecipadas. O Governo PSD/CDS deve ir já para o olho da rua. Quem vier por bem que ponha as políticas de austeridade trancadas à chave nas portas do Inferno e desça à terra em busca de alternativas. Já o disse e repito, não há austeridade digna, nem austeridade inteligente e muito menos uma austeridade fofinha. Quem se mete com a Troika leva. O caminho da Troika é o caminho de destruição das nossas vidas.

Há poucos dias, a presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, Isabel Jonet, veio-nos dizer que ao contrário da Grécia não há miséria em Portugal, que não podíamos continuar a comer bifes todos os dias e que era preciso que aprendessemos a viver mais pobres. Tudo isto seria um fait divers se Isabel Jonet fosse apenas Isabel Jonet. Mas não é. As palavras de Isabel Jonet são o espelho de uma boa parte do pensamento das classes dominantes que nos querem ver mais pobres, que fazem a apologia da pobreza e que nos querem ver resignados com isso. É por isto que esta gente que quer destruir o Estado Social e instituir um Estado De Miséria e de Caridade tem que ter uma resposta à altura. Pedros Passos Coelho quer refundar o Estado. Esta semana António José Seguro disse-nos que quer fazer uma “Reforma Profunda do Estado”. Estas são duas expressões da novilíngua que sabemos quererem dizer o mesmo. A Troika mandou cortar 4 mil milhões no Estado Social e isso não é mais do que a delapidação do Estado que o mesmo é dizer, a destruição do Sistema Nacional de Saúde, do Sistema de Educação Pública e do Sistema de Protecção Social. É preciso dizer basta. É preciso que saibam que não queremos um Estado de Caridade, queremos um verdadeiro Estado Social que funcione efectivamente de suporte aos cidadãos num contexto económico e político que destrói as suas vidas.

É preciso continuar a sair à rua. É preciso intervir. É preciso que não nos demitamos de enquanto cidadãos activos exigirmos a construção de políticas alternativas. É preciso que nos juntemos. Sendo essencial não basta o protesto de sofá nas redes sociais e nem sequer já basta apenas sair à rua. Temos que nos organizar. Em Assembleias Populares. Em movimentos de cidadãos. Na construção de associações que defendam a democracia e as nossas vidas. Se necessário vamos ter que ocupar. Se necessário vamos ter que gritar ainda mais alto. Querem-nos resignados mas vamos afirmar a nossa cidadania na rebeldia. Querem-nos submissos mas a defesa da democracia também passa pela desobediência civil. Querem-nos calados mas estamos aqui a demonstrar-lhes que não calarão a nossa voz. A aprovação do Orçamento de Estado 2013 pelo governo PSD/CDS gera mais desemprego, leva milhares de pequenas e médias empresas à falência, empobrece brutalmente as classes médias e espalha por todo o país a miséria mais absoluta. Em Janeiro, quando muitos de nós, aqueles que ainda conseguirem ter o privilégio de manter o seu emprego olharem para o recibo do seu vencimento vão ter a oportunidade de se confrontar com a verdadeira brutalidade de destruição das suas vidas. As opções que estão em cima da mesa não nos deixam alternativas se quisermos continuar a ter uma vida digna. Resistir! O contra-ataque não se teme se toda a gente se juntar! Basta desta Merkel de Vida!

sábado, novembro 17, 2012

Sem Comentários

Prognósticos Só No Fim Do Euro

Disseram-me em jeito de segredo de polichinelo que a França não é a Espanha e nem sequer é a Itália e muito menos é Portugal, a Grécia ou a Irlanda. Eu o que digo, não sendo futurólogo, é que era importante preparar a saída do Euro para não cairmos no caos total quando ele um dia deste cair por si de forma inesperada para os mais distraídos. A pergunta do futuro para as gerações vivas pode vir a ser esta: - "Onde estava no dia em que o euro implodiu?". Aqui neste rectângulo à beira mar plantado para os bons portuguesinhos educados nos bons costumes e na boa educação das pacatas manifestações estas perguntas não existem e nem sequer lhes passam pela cabeça.

quinta-feira, novembro 15, 2012

Petição Pública Pela Demissão Imediata do Ministro Da Administração Interna Miguel Macedo

Ex.mo Senhor Presidente Da República De Portugal
Ex.ma Senhora Presidente Da Assembleia da República

Na sequência da carga policial desproporcionada sobre manifestantes pacíficos no dia 14 de Novembro de 2012 em frente e nas imediações da Assembleia da República e na sequência de detenções arbitrárias inadmissíveis num Estado de Direito Democrático occoridas nesse mesmo dia os cidadãos abaixo assinados vêm apelar a vossas excelências que exijam a demissão imediata do Ministro da Administração Interna Miguel Macedo. Apela-se também aos senhores deputados da Assembleia da República que procedam à discussão e à averiguação do que se passou quanto às agressões e detenções arbítrárias ocorridas neste dia de manifestação contra as políticas de austeridade e do governo PSD/CDS.

quarta-feira, novembro 14, 2012

A Rua Dará Uma Resposta À Altura Ao Fascismo Institucionalizado


Faro, 14 de Novembro de 2012.

O Que Dizer Quando Os Orgãos Máximos Da República São Ocupados Por Dois Fascistas Filhos Da Puta?

O canalha do Primeiro ministro Passos Coelho elogiou quem foi trabalhar hoje e o porco do Presidente da República diz que foi trabalhar para contribuir para o crescimento do país. Que cambada de fascistas filhos da puta!

Este Blogue Está Em Greve


Parece que na CML também está tudo em greve no dia de hoje em solidariedade com o ataque do governo PSD/CDS aos trabalhadores.

segunda-feira, novembro 12, 2012

E A 12 De Novembro Em Loulé Saiu-se De Novo À Rua


Ocupação simbólica do castelo de Loulé no dia da recepção a Angela Merkel. Em Loulé há quem resista às políticas de destruição das nossas vidas.

sábado, novembro 10, 2012

Com o PS de António José Seguro Não Há Alternativas

A Troika quer cortar 4 mil milhões de euros no Estado Social. Os fascistas neoconservadores Passos Coelho e Vítor Gaspar vieram logo inventar a "necessidade" da refundação do Estado. António José Seguro em resposta veio logo dizer que não estava disponível para isso pois não queria ser conivente com a destruição do Estado Social. Hoje mudou de ideias e veio afirmar que o PS está disponível para uma "profunda reforma" do Estado, ou seja um termo da novilíngua para fazer a mesma coisa. O PS tem um problema. Se quer fazer parte das alternativas e juntar-se aos movimentos sociais tem que correr com António José Seguro. Com o PS do troca tintas Seguro só resta ao povo a aliança com as Forças Armadas.

Basta Desta Merkel De Vida! Loulé Sai De Novo à Rua

quarta-feira, novembro 07, 2012

Petição Pela Demissão Imediata de Isabel Jonet, Presidente Do Banco Alimentar Contra A Fome

Ex.mos Senhores do Banco Alimentar Contra a Fome;

As declarações públicas de Isabel Jonet numa televisão portuguesa no dia 6 de Novembro de 2012 são uma enorme falta de respeito para com os cidadãos pobres deste país que hoje sofrem o vendaval das medidas de austeridade e que estão a entrar numa situação de desespero que não se coaduna com as políticas de um Estado Caritativo que são defendidas pela actual Presidente do Banco Alimentar Contra a Fome. O que os cidadãos que atravessam situações de pobreza e de exclusão social necessitam hoje é de uma verdadeira intervenção do Estado Social que proteja o mínimo de dignidade das suas vidas. Os cidadãos abaixo assinados vêm assim por este meio a demissão imediata de Isabel Jonet do cargo da presidência do banco Alimentar Contra a Fome.
Os signatários


Ou aqui:

Basta desta Merkel de vida! Dia 12 de Novembro, Loulé sai à rua de novo contra as políticas de austeridade


Entregue o aviso do protesto. Do mercado ao castelo com direito a Assembleia Popular. Participa!

segunda-feira, novembro 05, 2012

A Austeridade Às Portas Do Centro de Emprego de Loulé


Centro de Emprego de Loulé - 5 de Novembro de 2012 às 08h50m da manhã. Deve ser isto que Pedro Passos Coelho, Vítor Gaspar e o PSD do doutor Seruca Emídio chamam de "refundação" do Estado.

domingo, novembro 04, 2012

Porque Não Há Preocupação Com As Populações Em Dificuldade Em Loulé?

Deambular pela cidade de Loulé é uma oportunidade sempre boa do confronto com a realidade da vida das pessoas no quotidiano. Ao fim de semana o centro de Loulé é ocupado pelos pobres e pelos idosos. Um dia encontrei o Caldeira que me disse que agora não tem casa. Que dorme numa casa abandonada e que o seu maior problema é o banho. Tomar banho era já uma grande coisa. Pede-me uma moedinha como sempre. Ou melhor, já nem pede porque faço questão de me antecipar ao pedido e de lha dar. Outro dia um senhor já de idade avançada que me disse estar a dormir numa caravana. Prometi-lhe que falaria com o Presidente da Junta e como o prometido é devido este mandou-me falar com as irmãs (não sei quem são) e disse-me para "sinalizar" o caso. Conclusão percebi que não se pode ser sem abrigo na cidade de Loulé. Ontem falei com uma senhora de meia idade que tem ido às manifestações em Loulé que me pediu cartazes para as colegas de formação. Disse-me que estas não estão muito viradas para manifestações. Vive com 150 euros que é o que recebe para frequentar a acção de formação. Disse-me que às vezes tem difivuldade em comprar comida e vai pedir ás irmãs que segundo me disse acha que ela consegue sobreviver com tal fortuna. Acabámos a nossa conversa com uma conclusão. Não se pode viver com 150 euros. Vim para casa a pensar que eu no lugar do senhor Presidente da Câmara  Municipal já estaria empenhado em montar uma estrutura de acolhimento para os Sem Abrigo e de apoio às populações mais desfavorecidas no Concelho de Loulé para fazer face à calamidade. Andará o senhor Presidente da Câmara e o PSD Loulé preocupado com isso?

Pois é, a dignidade não pode estar cotada em bolsa



Eu tenho vergonha deste banqueiro ser Presidente do Conselho Geral da Universidade onde eu leciono. Eu posso ir para o olho da rua. Mas vou com dignidade.