segunda-feira, dezembro 31, 2012

Acampadas 2013

Car@s amigos

Se queremos mesmo fazer cair o governo de Pedro Passos Coelho e temos que fazer isso o mais depressa possível antes que o país seja totalmente saqueado isso faz-se de duas maneiras. Uma delas é acampar. Acampar até que quem está saia de vez. A outra é ocupar. Até se podem fazer as duas coisas em simultâneo. Cada um de nós nas nossas localidades por todo o país escolhe um local de referência para a acampada. Façamos turnos de substituição e só de lá sairemos após a queda do governo. Por todo o país a Primavera Portuguesa florescerá. Fica em aberto. Passem a mensagem e concertem estratégias. Feliz 2013.

domingo, dezembro 30, 2012

2013

Portugal tornou-se um país intragável. Cheira a mofo e a bafio por todo o lado. Um governo que está a rebentar com a democracia e com a vida quotidiana dos cidadãos e que os está a levar à mais completa miséria. Em Loulé a democracia está moribunda. Restam umas poucas consciências críticas. Tudo muito insuficiente face à barbárie instalada. Onde existem um poucos restos de cidadania activa esta é perseguida pelo poder local e pelo partido instalado no poder. Os trabalhadores camarários confessam o medo e perseguição entre dentes mas sem criar ondas. O ar está irrespirável um pouco por todo o lado. Emigrar talvez seja a melhor solução. Fugir daqui o quanto antes. Partir para recuperar a dignidade perdida.

Palavras chave para 2013


Ocupa e Acampa.

Feliz Ano Novo Para Todos Exceptuando Os Salazarinhos do PSD Que Estão A Destruir Portugal



Em 2013 continua...

sábado, dezembro 29, 2012

Em 2012 foi assim...Hoje Há Regresso Aos Relvados


Louletano-Campinense em veteranos. Depois vos conto. Esse da foto tens uns uns valentes quilos a menos porque nesse tempo não se vivia acima das nossas possibilidades. Os bifes à Jonet ainda não existiam.

quinta-feira, dezembro 27, 2012

Em 2012 foi assim...Loulé, 15 de Setembro de 2012 - Que Se Lixe A Troika - Queremos As Nossas Vidas De Volta



15 de Setembro de 2012. A maior manifestação de sempre da História da cidade de Loulé. Em Portugal, 1 milhão de pessoas saiu à rua neste dia contra as políticas de austeridade, a Troika e o Governo PSD/CDS. A partir deste dia nada mais ficou na mesma na sociedade Portuguesa. Este dia marca a ruptura com a ideia da aceitação passiva do povo português em relação à austeridade que destrói as suas vidas.

Em 2012 foi assim...Manifestação Contra A Intenção de Encerramento Das Urgências Em Loulé Pelo Governo PSD/CDS


A ideologia ultraliberal do Governo PSD/CDS levou-o ao anúncio da intenção de encerramento dos serviços básicos de urgência em Loulé. A população revoltou-se...

quarta-feira, dezembro 26, 2012

Em 2012 foi assim...Em Luta Contra A Exploração de Petróleo No Algarve



Em 2012 estive com mais alguns colegas e amigos na criação do Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo. O Algarve está a saque pelo governo PSD/CDS em conjunto com a indústria petroquímica. O Algarve nunca mais será o mesmo. A mensagem teve dificuldade em passar. No Algarve os partidos políticos à esquerda e à direita dormem sobre este assunto.

segunda-feira, dezembro 24, 2012

Natal É Na Aldeia Da Coelha - Feliz Natal


Ex.mo Senhor Presidente da República,
Doutor Aníbal Cavaco Silva

Estamos hoje aqui, pela segunda vez este ano à sua porta e ao contrário do que possa pensar não é para lhe desejar Boas Festas e um Feliz Natal. Estamos aqui hoje à sua porta no já célebre sítio da Coelha para o fazer pensar sobre a sua própria inutilidade na salvaguarda dos direitos dos cidadãos na República Portuguesa. O rei vai nú. Nunca um Presidente da República em democracia fez tanto mal à democracia. E é por isso que estamos aqui para lhe lembrar o que o senhor se recusa a ver.

Portugal e a Democracia portuguesa estão a ser brutalmente violentados pelo governo PSD/CDS com a sua santa cumplicidade. A pobreza alastra. O desemprego bate recordes históricos. As desigualdades sociais intensificam-se. Há dezenas de milhares de crianças a passar fome nas nossas escolas. As empresas entram em falência todos os dias. Os impostos atingiram níveis indecorosos. Os salários são-nos vergonhosamente roubados. Os subsídios são retirados a trabalhadores e reformados à revelia do tribunal constitucional. A dívida atinge valores pornográficos. As privatizações indecorosas a preços de saldo são sinónimo de saque ao território nacional. As parcerias público-privadas de que as negociatas da concessionária da Via do Infante são um bom exemplo, arruínam o erário público. Jovens e menos jovens partem às centenas de milhar em cada ano. O Primeiro Ministro e o governo são vaiados ao dia. O governo perdeu legitimidade.

O senhor Presidente brinca com a destruição da vida dos portugueses. Basta. Não aguentamos mais sacrifícios. Não suportamos mais o desrespeito constante. Tanta imoralidade política governativa. O terrorismo político. E se tal não bastasse, o terrorismo psicológico constante. Não, não somos piegas. Consideramos que um governante que vê no desemprego uma oportunidade é um perfeito idiota. Sabemos que quando nos mandam emigrar o que querem é livrar-se de nós. Temos a certeza que é o parlamento que está cheio de cigarras. Ficamos indignados quando ouvimos a toda a hora a enorme lata da acusação de que vivemos acima das nossas possibilidades. Não nos tomem por parvos. Sabemos que a origem da crise está nos agiotas, nos credores e nos banqueiros e sabemos demasiado bem de que lado se colocaram os políticos que nos governam. Sabemos que as políticas de austeridade estão a destruir as nossas vidas e temos a clara consciência de que não são os senhores que nos trouxeram até aqui que nos vão tirar daqui. É tudo isto e muito mais que aqui nos trouxe hoje à sua casa da Coelha senhor presidente Silva. Sabemos que este orçamento viola a constituição da República Portuguesa e que vai conduzir Portugal à catástrofe.

É por isso que sentimos que temos não só o direito mas também o dever de vir bater à sua porta. E viemos cá pedir-lhe que nos faça um favor a todos nós Senhor Presidente. Demita já, imediatamente e com força, em nome do mais alto interesse da Nação, o governo PSD/CDS liderado por Pedro Passos Coelho. E faça também um favor a si próprio. Em nome dos mais altos interesses da Nação, aproveite o rasgo de clarividência e demita-se em seguida. Portugal agradece. Temos a certeza de que não iria ser o fim do mundo e ficaríamos com a esperança de ainda no tempo das nossas vidas virmos a viver num mundo melhor.

domingo, dezembro 23, 2012

A Fome Em Nome Da Dívida

Na altura que aconteceu na escola de Quarteira em que uma criança foi impedida de almoçar com as outras por uma mísera dívida de uns poucos euros avisei que havia gente nas escolas para quem cumprir ordens zelozamente seria uma forma de vida que seria capaz de levar às maiores atrocidades. Logo saíu à rua a boa sociedade do concelho de Loulé que não senhora que a história não podia ser assim, que a mãe até era negligente, etc, etc, etc. Cá está de novo. Imagino que o governo dará orientações a dívida acima de tudo. Determinados autarcas acham que vivemos mesmo acima das possibilidades. Muitos professores não desenvolvem mais que uma péssima visão negativa estereotipada sobre os pais e o elo mais fraco que são as crianças vão sofrendo com estas barbaridades dos adultos. Não teriamos os governantes que temos se não houvesse muito boa gentinha a apoiar uma certa forma de ver o mundo. Uma coisa é a miséria levar à fome. Uma outra bem diferente é a fome resultar de actos conscientes em nome de uma qualquer divida já de si impagável.

Feliz Natal Para Todos E Até Para Os Amigos De Cavaco Silva - Os Ladrões do BPN

sábado, dezembro 22, 2012

quinta-feira, dezembro 20, 2012

Voltemos a dar seriedade ao blogue. Esqueçamos os salazarinhos por um minuto que seja

Bem estar Psicológico? Paz de Espírito?



Homem você está doente. Vá, vá e leve consigo os salazarinhos do PSD que já fizeram mal de mais ao concelho de Loulé. Que sejam todos internados no manicómio e de lá mais não saiam são os votos que vos desejo neste natal. Vão, vão. Desapareçam.

Nojo

Nojo. É o que sinto por estes salazarinhos de merda.

Passos, Cavaco e Gaspar Rua!

Fascistas fora do país! Rua! Fora daqui!

Dar e/ou Levar Nos Cornos

É isso que me apetece fazer. Só não o faço porque valores mais altos se levantam. Esperemos que não seja necessário caminhar para aí. Embora os salazarinhos do PSD façam tudo para não nos deixar alternativas.

Os Porcos Fascistas Do PSD Loulé Não Têm Um Pingo de Vergonha Na Cara

Ainda aparecem aqui os porcos fascistas do PSD Loulé a defender as medidas deste governo. Não têm um pingo de vergonha na cara esta gente. Devolvam mas é os salários e subsídios que roubaram aos portugueses. Ladrões de vidas. Escroques sem nome e sem moral. Bandidos!

terça-feira, dezembro 18, 2012

Prendas de Natal Para Cavaco Na Aldeia Da Coelha

A Comissão de Utentes da Via do Infante, «juntamente com outras pessoas indignadas», vai promover no próximo sábado, dia 22 de Dezembro, a «Marcha do Pai Natal pela Suspensão das Portagens no Algarve», com entrega de várias prendas ao Presidente da República na Aldeia da Coelha, em Albufeira, pelas 11h30.

Será uma marcha de bicicletas, com o local de concentração, pelas 10h00, no parque do AlgarveShopping, na Guia, e partida meia hora depois para a Coelha, passando pela rotunda da Guia. A organização avisa que «durante a marcha poderão ocorrer algumas ações-surpresa».

A Comissão de Utentes anuncia que «mais uma vez os algarvios vão voltar à luta neste mês de dezembro contra as portagens e pela dignidade e justiça».

«Além da calamidade social e económica com centenas de falências de empresas e de dezenas de milhares de desempregados e que as portagens agravaram clamorosamente, estas também levaram a desgraça a diversas famílias devido aos acidentes de viação na “rua urbana” – EN 125, com muitos feridos e diversos mortos – 149 feridos graves e 41 mortes no Algarve de janeiro a finais de novembro deste ano».

A CUVI considera que «o governo PSD/CDS é o principal responsável por toda esta tragédia que se abateu sobre o Algarve e as suas populações e utentes. Mas o Presidente da República também não está isento de graves responsabilidades, pois promulgou, sem pestanejar, a lei que introduziu as portagens no Algarve».
Por isso, «a Comissão de Utentes, os cidadãos e as populações desta região não descansarão, nem darão descanso, enquanto as malfadadas portagens não forem abolidas definitivamente». 

segunda-feira, dezembro 17, 2012

Bem estar Psicológico? Vá, Vá e Não Volte e Leve os Salazarinhos do PSD Consigo



Obrigado doutor Seruca Emídio e ao seu PSD por terem levado a Câmara Municipal de Loulé à bancarrota. Bem estar psicológico? O importante é a saúde das populações? Junte-se à Dr. Jonet por favor. Não precisamos dessa santa caridade depois de ter contribuido para a destruição das nossas vidas. Mantenha o serviço de urgências público em Loulé aberto que já não é mau. E não, não lhe desejo um feliz Natal. Vá inaugurar presépios com a Dona Maria Cavaco Silva e encha a barriga no Aquashow ao lado do seu amigo Passos Coelho. Vá, vá, e não volte mais. Emigre.

domingo, dezembro 16, 2012

Bifes à Jonet

Isabel Jonet decidiu fazer política. Está no seu direito. Prejudica bastante a meritória obra que dirige, mas está no seu direito. Agora, nem ela nem os seus hipócritas defensores podem esperar que a resposta não seja dada na mesma moeda: através do combate político. Quem vai à guerra, dá e leva. O resto são lamentações do habitual coro de virgens ofendidas, que não gostou de ver alguém com a "educação e estatuto" de Jonet assumir o papel de idiota (útil) da aldeia, desbocado e inconveniente, dizendo aquilo que a maioria de direita pensa, expondo todas as fissuras e teias de aranha de uma visão do mundo ultrapassada e salazarenta, uma visão que tem de ser combatida politicamente com todas as armas, precisamente porque é essa a visão que o Governo abraçou sem pejo nem culpa.
http://arrastao.org/2709643.html

sábado, dezembro 15, 2012

Em Loulé, quando os cidadãos são tratados como Lixo


Quem se mete com o senhor vereador responsável pela gestão do lixo leva. O Sérgio só quis denunciar o mau funcionamento da recolha do lixo na sequência do corte das horas extraordinárias aos trabalhadores da Câmara Municipal de Loulé exercendo e bem, os seus direitos de cidadania. Como prémio o senhor vereador mandou colocar um contentor do lixo a cinco metros da sua porta. Que grande prenda de Natal! Ficam as perguntas no ar. O Senhor Vereador Joaquim Guerreiro colocaria este contentor do lixo a esta distância à sua porta? Pode a política servir para exercer represálias sobre os cidadãos da cidade?

sexta-feira, dezembro 07, 2012

Portagens Na Via Do Infante: Faz Um Ano Amanhã O Encolhimento Da Mobilidade No Algarve


Os factos deram total razão à Comissão de Utentes Da Via do Infante. Os cidadãos pagam. O Algarve regride económica e socialmente. O Estado faz um negócio ruinoso. A concessionária privada lucra com o negócio. Vida boa a destas parcerias público-privadas.

Feliz Natal Para Todos Os Louletanos

quinta-feira, dezembro 06, 2012

Loulé, Dezembro de 2012

Tomei Conhecimento

À atenção do Exmº Sr. Presidente da
Câmara Municipal de Loulé
Dr. Seruca Emídio
Praça da República
8104-001

Loulé, 4 de dezembro de 2012
A organização denominada Comissão de Utentes da Via do Infante (CUVI), com o objetivo de continuar a luta pela suspensão das portagens na Via do Infante, vem por este meio informar a Câmara Municipal d Loulé que decidiu organizar uma marcha lenta de viaturas, acompanhada de forte buzinão.
A iniciativa terá lugar no próximo sábado, dia 8 de dezembro, a partir das 16 horas e prevê a concentração de cidadãos e viaturas na EN 125, junto ao restaurante “Zé do Norte” (4 estradas-Quarteira) a partir das 15h30. Seguir-se-á uma marcha-lenta a deslocar-se no sentido este-oeste com destino à Vila de Boliqueime onde, a coluna de viaturas fará inversão de sentido, com o objetivo de retornar ao local do seu inicio (restaurante “Zé do Norte”).
  
Com os melhores cumprimentos.
A Comissão de Utentes da Via do Infante

quarta-feira, dezembro 05, 2012

Demite-te Palerma


Os agentes de obediência ao capital financeiro em que se tornaram os políticos nacionais podiam perfeitamente ser substítuidos nos seus cargos por um burro ou uma vaca de um qualquer presépio. Entrámos num estádio em que os políticos são vaiados, insultados, humilhados pelo seu povo e tudo se passa como se nada se passasse. O capital financeiro precisa destas peças de presépio decorativo para fazer valer os seus interesses e as peças de presépio não podem ser substítuidas por gente de carne e osso sob pena da democracia voltar a ser o que era.

terça-feira, dezembro 04, 2012

O Rei Cavaco Vai Nú Mas Vai Receber Prendas Do Povo No Natal


Acção de protesto contra o governo PSD/CDS que destrói a vida dos portugueses e contra a inacção do Senhor Presidente da República de Portugal Aníbal Cavaco Silva. A acção consiste numa entrega de prendas de Natal, Sábado, dia 22 de Dezembro de 2012, pelas 17 horas, na Aldeia Da Coelha. Apela-se aos convidados que levem prendas criativas pois recorda-se que o casal Silva já tem dificuldades em viver das poupanças da sua reforma.

segunda-feira, dezembro 03, 2012

Novilíngua

Estou farto de ouvir economistas e políticos falarem em "ajustamento". Tenho sérias dúvidas da cientificidade em que assenta tal palavrão que é usado a toda a hora para legitimar as políticas de austeridade. O que é o "ajustamento"? Quem se "ajusta" a quem? Qual é o nível certo desse "ajustamento"? Há uma ciência do "ajustamento"? Significa o "ajustamento" o lançamento dos pobres e das classes médias na geral pauperização social de forma a deixar intacta a riqueza dos ricos? É isso o "ajustamento"?

Bifes, Educação e Saúde Dr. Seruca Emídio

sábado, dezembro 01, 2012

sexta-feira, novembro 30, 2012

Salazarinhos, Depois Não Digam Que Nada Sabiam Ou Que Não Foram Avisados

Sobre o Comer e Calar

E ao final da tarde passei em frente da Câmara Municipal de Loulé e disse à senhora da limpeza que limpava as escadas da frente com a porta aberta: - Se ainda estiverem ladrões do PSD aí dentro feche a porta que eu vou chamar a polícia. Não vamos deixar escapar os ladrões. Apareceu um funcionário muito incomodado que me disse para me ir manifestar para outro lado. Para a porta do Ministério da Educação. Disse-lhe que era só o que faltava ser roubado todos os dias e ser vítima de uma estratégia de empobrecimento intencional e não poder sequer abrir a boca. Isso era só o que faltava. O senhor abalou, foi-se embora muito incomodado comigo.

quinta-feira, novembro 29, 2012

Sobre os Cortes Nas Horas Extraordinárias Na Câmara Municipal de Loulé

Hoje de manhã comecei bem o dia. Numa pastelaria em Loulé uma trabalhadora da Câmara Municipal de Loulé desfazia-se em lágrimas porque quando recebeu o salário percebeu que três turnos de horas extraordinárias em três dias foram pagos a 10 euros o dia. Dizia a colega do lado: - Ela podia ter ficado com os filhos.
 

Triste PS

Mário Soares encabeçou as 78 personalidades que dirigem uma carta aberta ao Primeiro Ministro e ao Presidente da República pedindo uma mudança de políticas a Passos Coelho ou a demissão do governo. O PS já reagiu dizendo que compreende este acto de cidadania mas que não concorda com a exigência da demissão imediata do governo. É caso para dizer triste PS. Tristes personalidades que estão à frente do destino do PS. Como diria Fernando Pessoa: Cartas de amor são ridículas.

quarta-feira, novembro 28, 2012

Sábado, protesto em Loulé contra as Políticas do Governo PSD/CDS

Que Vá. Fora Daqui. Que Desapareça De Uma Vez Por Todas!



O Primeiro Ministro de Portugal não me manda emigrar. Eu digo não. Eu emigro quando eu quiser. Eu acrescentaria ao discurso do Rogério de quem eu estive juntinho quando ele subiu para cima do leão da Assembleia da República a 15 de Outubro de 2011. Emigre o senhor Primeiro Ministro. Vá. Desapareça.

terça-feira, novembro 27, 2012

Orçamento Terrorista Aprovado

Os salazarinhos do PSD que não se esqueçam que são coniventes com estas políticas que destroem em massa a vida dos portugueses. A História encarregar-se-á de julgar os salazarinhos mesmo que isso não lhes interesse para nada. A sua estatura moral é idêntica à de um rato de esgoto.

segunda-feira, novembro 26, 2012

Os Fascistas Do PSD Loulé Endoideceram De Vez

O doutor Seruca Emídio e o PSD local levaram a Câmara Municipal de Loulé à bancarrota e esta semana o senhor doutor foi convidado para discutir o futuro das autarquias como convidado na condição de "Autarca de referência". Está tudo louco não está?

Rua Com O Governo Fascista Do PSD/CDS

Notícia de Última Hora

Passos Coelho foi vaiado por Passos Coelho no interior do palácio de São Bento.

Salazarinhos

Os salazarinhos que habitam no PSD Loulé que ponham os olhos nos camaradas da Madeira.

Os Salazarinhos Do PSD-Loulé

Os salazarinhos que habitam no PSD Loulé não nos respeitam enquanto cidadãos e enquanto seres humanos e depois querem ser respeitados pelo cidadão comum. Chama-se a isto uma reciprocidade de soma nula.

domingo, novembro 25, 2012

Em Breve Entrará Na GNR Loulé Uma Queixa Por Furto Contra Pedro Passos Coelho e Vítor Gaspar

Decidi. Como estou farto de ser identificado, avisado e advertido pela GNR pelo possível crime de protesto contra o governo PSD/CDS dentro dos próximos dias quando tiver um tempo livre do trabalho vou fazer queixa à GNR-Loulé de Pedro Passos Coelho e de Vítor Gaspar de roubo aos salários e aos subsídios de férias e de Natal. Afinal são os ladrões que têm que ir para a prisão.

Estado Fascista e Policial


Está em marcha a fase da perseguição levada a cabo pelo governo PSD/CDS aos cidadãos que contestam as políticas de horror social que estão a destruir as nossas vidas e o país. Em Loulé fui hoje de novo advertido por um agente de autoridade no sentido de parar de distribuir mensagens políticas contra o governo PSD/CDS (sobretudo, em locais não autorizados). A mensagem hoje foi clara. Pare, ou vai ter problemas com a justiça. O senhor já está identificado.

2013. Revolta ou Resignação? Qual dos dois R's se sobreporá ao outro?

No final de Janeiro quando disparar o número daqueles cujo salário só chega ao meio do mês. Quando se quiser pagar as contas do infantário das crianças e ter que se tomar a opção de as retirar do infantário. Quando navegar na internet se tornar um luxo que se tem que dispensar. Quando se tiver que pedir dinheiro emprestado para pôr combustível no automóvel para ir trabalhar ou para a deslocação à visita habitual ao Centro de Emprego. Quando o conselho de Jonet se tornar uma profecia autorealizadora e se concluir que bifes nem uma vez na semana. Quando se concluir que a sopa dos pobres na cantina dos pobres é uma possibilidade séria. Quando uma boa parte das empresas que ainda funcionavam deixarem de funcionar. Nessa altura, quando a desgraça que já se abate sobre nós se alargar a uma boa parte das classes médias, nesse dia, a palavra açorda para os portugueses transformar-se-á efectivamente em acorda. A questão chave será está: - Será isso mobilizador de uma dinâmica de mudança na sociedade portuguesa ou o desespero alargado transformar-se-á em resignação face à nova condição de empobrecimento e miséria estrutural ?

sábado, novembro 24, 2012

Esclarecimentos

Já passei pelo posto da GNR de Loulé. Tudo esclarecido por dois agentes muito cordiais. Fiquei a saber que não fui eu que tentou agredir com um ferro o senhor Presidente da CML e esse tal de Moreno que não sei quem é nem o que faz. Fiquei descansado. Agora só me falta saber quem é o agente infiltrado que anda ali pelos lados da CML e que quando pego numa cartolina e numa caneta de feltro para escrever PSD/CDS rua! imediatamente telefona para elementos da polícia municipal para perseguir os meus cartazes e cartolinas. E olhem que eu tenho um dedo que adivinha.

Ainda Sobre As Práticas Fascistas No PSD-Loulé

Esta coisa de fazer oposição ao governo PSD/CDS em Loulé tem o seu lado hilariante. Parece que para evitar a contestação social para os tipos do PSD Loulé vale tudo. Então hoje de manhã parece que alguém foi ter com a minha mãe para lhe contar que eu tinha agredido (ou pelo menos tentado) o senhor doutor Seruca Emídio e um Moreno qualquer que não sei bem quem é e a minha mãe entrou em pânico, entrando de seguida em pânico a minha irmã que por conseguinte telefonou para o trabalho da minha mulher preocupadíssima para a preocupar a ela. Afinal o mesmo indíviduo que foi contar a história à minha mãe foi depois desmentir o facto dizendo que não tinha sido eu o agressor mas um trabalhador camarário que entretanto já foi identificado pela GNR. Parece que corre também o boato que os tipos estão prontos para me fazer a folha e sugerem (ou querem mesmo fazê-lo, não sei bem) internar-me no manicómio. Surreal esta história não é? Mas não deixa de ter o seu lado divertido.

PS: Acordei agora e decidi ir à GNR saber o que efectivamente se passou. Apesar de me terem garantido que essa tentativa de agressão ao Ex.mo Senhor Seruca Emídio e esse outro tal de Moreno que não sei bem quem é e o que faz foi feita por um trabalhador da CML e de este ter sido identificado pela polícia, não fiquei descansado. Esta gente do PSD Loulé não é mesmo flor que se cheire e o melhor é ir pessoalmente à GNR ver o que se está a passar. É que como vos disse fui identificado no início da semana por estar a colar duas cartolinas com palavras de ordem contra o governo PSD/CDS. E esta história está a cheirar muito mal. É triste tudo isto não é?

sexta-feira, novembro 23, 2012

Procuram-se Ladrões De Vidas

 
Esta noite andei deambulando de rua em rua na cidade de Loulé à procura de dois ladrões que me assaltam a casa todos os dias. Agradeço a quem os encontre que telefone à GNR ou então à Segurança Municipal do doutor Seruca Emídio que ele imediatamente dará ordens para deter os bandidos.

quarta-feira, novembro 21, 2012

Isto Está A Ficar Perigoso

Acabei de ser identificado pela GNR-Loulé por ter colado duas cartolinas à porta da Câmara Municipal de Loulé em protesto contra o governo PSD/CDS. Um cartaz dizia PCS/CDS rua! Justiça! Coelho p'ra prisão. Prendam-se os ladrões. E o outro PSD/CDS ladrões. Tiram o pão do pobre. Disse aos senhores agentes da autoridade que o único crime que cometi na minha vida foi protestar contra as políticas do actual governo que vão fazer com que no final do mês de Janeiro não tenha dinheiro suficiente para alimentar os meus filhos. Se isto é para me intimidar e para me colarem uma mordaça na boca garanto-lhes que não surtirá efeito. Terão que me prender ou então fazer-me desaparecer.

PS: Agradecia ao doutor Seruca Emídio e ao PSD Loulé que me parassem de perseguir politicamente. A diferença entre o fascismo e a democracia é precisamente a possibilidade de os cidadãos exercerem o livre direito de manifestação e de protesto. Chamava também a atenção aos partidos da oposição que intervissem no sentido de questionarem o senhor Presidente da Câmara Minicipal de Loulé e a sua equipa de vereação sobre o livre exercício da cidadania e das liberdades democráticas no Concelho de Loulé. Estou claramente a ser intimidado e isso não é admíssível em democracia. Se quiserem isto é um pedido de ajuda a quem começa a sentir-se em perigo, violado e ameaçado na sua condição de cidadão que supostamente habita um Estado de Direito Democrático. Deixo à atenção de vossas excelências. A polícia no concelho de Loulé não pode servir para perseguir os cidadãos. E muito menos pode ser um instrumento repressivo dos cidadãos ao serviço do PSD Loulé.

Ladrões Sem Um Pingo De Vergonha

Aproximam-se as eleições autárquicas e os tipos do PSD/CDS não têm problemas nem vergonha alguma em roubar o povo todos os dias mas ficam muito incomodados em que lhes chamem aquilo que efectivamente são: - Ladrões. Então se puderem prender quem protesta os tipos não vão ter pudor em fazer isso.

terça-feira, novembro 20, 2012

Isto Está A Ficar Perigoso

Acabei de ser identificado pela GNR-Loulé por ter colado duas cartolinas à porta da Câmara Municipal de Loulé em protesto contra o governo PSD/CDS. Um cartaz dizia PCS/CDS rua! Justiça! Coelho p'ra prisão. Prendam-se os ladrões. E o outro PSD/CDS ladrões. Tiram o pão do pobre. Disse aos senhores agentes da autoridade que o único crime que cometi na minha vida foi protestar contra as políticas do actual governo que vão fazer com que no final do mês de Janeiro não tenha dinheiro suficiente para alimentar os meus filhos. Se isto é para me intimidar e para me colarem uma mordaça na boca garanto-lhes que não surtirá efeito. Terão que me prender ou então fazer-me desaparecer.

segunda-feira, novembro 19, 2012

Lido Em Assembleia Popular a 12 de Novembro Em Loulé

Basta Desta Merkel De Vida!

 A chanceler Merkel está hoje em Portugal. Em Loulé, um grupo de cidadãos junta-se às milhares de pessoas que por todo o país quiseram dizer bem alto que com estas políticas de austeridade a senhora Merkel não é bem vinda aqui!

Basta de austeridade. Há poucos dias Merkel disse-nos a todos que para a sua solução final resultar eram precisos mais cinco anos de austeridade. Deixo-vos aqui o meu testemunho. Eu não aguento nem mais um ano de austeridade. É preciso parar já. Temos que ir imediatamente para eleições antecipadas. O Governo PSD/CDS deve ir já para o olho da rua. Quem vier por bem que ponha as políticas de austeridade trancadas à chave nas portas do Inferno e desça à terra em busca de alternativas. Já o disse e repito, não há austeridade digna, nem austeridade inteligente e muito menos uma austeridade fofinha. Quem se mete com a Troika leva. O caminho da Troika é o caminho de destruição das nossas vidas.

Há poucos dias, a presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, Isabel Jonet, veio-nos dizer que ao contrário da Grécia não há miséria em Portugal, que não podíamos continuar a comer bifes todos os dias e que era preciso que aprendessemos a viver mais pobres. Tudo isto seria um fait divers se Isabel Jonet fosse apenas Isabel Jonet. Mas não é. As palavras de Isabel Jonet são o espelho de uma boa parte do pensamento das classes dominantes que nos querem ver mais pobres, que fazem a apologia da pobreza e que nos querem ver resignados com isso. É por isto que esta gente que quer destruir o Estado Social e instituir um Estado De Miséria e de Caridade tem que ter uma resposta à altura. Pedros Passos Coelho quer refundar o Estado. Esta semana António José Seguro disse-nos que quer fazer uma “Reforma Profunda do Estado”. Estas são duas expressões da novilíngua que sabemos quererem dizer o mesmo. A Troika mandou cortar 4 mil milhões no Estado Social e isso não é mais do que a delapidação do Estado que o mesmo é dizer, a destruição do Sistema Nacional de Saúde, do Sistema de Educação Pública e do Sistema de Protecção Social. É preciso dizer basta. É preciso que saibam que não queremos um Estado de Caridade, queremos um verdadeiro Estado Social que funcione efectivamente de suporte aos cidadãos num contexto económico e político que destrói as suas vidas.

É preciso continuar a sair à rua. É preciso intervir. É preciso que não nos demitamos de enquanto cidadãos activos exigirmos a construção de políticas alternativas. É preciso que nos juntemos. Sendo essencial não basta o protesto de sofá nas redes sociais e nem sequer já basta apenas sair à rua. Temos que nos organizar. Em Assembleias Populares. Em movimentos de cidadãos. Na construção de associações que defendam a democracia e as nossas vidas. Se necessário vamos ter que ocupar. Se necessário vamos ter que gritar ainda mais alto. Querem-nos resignados mas vamos afirmar a nossa cidadania na rebeldia. Querem-nos submissos mas a defesa da democracia também passa pela desobediência civil. Querem-nos calados mas estamos aqui a demonstrar-lhes que não calarão a nossa voz. A aprovação do Orçamento de Estado 2013 pelo governo PSD/CDS gera mais desemprego, leva milhares de pequenas e médias empresas à falência, empobrece brutalmente as classes médias e espalha por todo o país a miséria mais absoluta. Em Janeiro, quando muitos de nós, aqueles que ainda conseguirem ter o privilégio de manter o seu emprego olharem para o recibo do seu vencimento vão ter a oportunidade de se confrontar com a verdadeira brutalidade de destruição das suas vidas. As opções que estão em cima da mesa não nos deixam alternativas se quisermos continuar a ter uma vida digna. Resistir! O contra-ataque não se teme se toda a gente se juntar! Basta desta Merkel de Vida!

sábado, novembro 17, 2012

Sem Comentários

Prognósticos Só No Fim Do Euro

Disseram-me em jeito de segredo de polichinelo que a França não é a Espanha e nem sequer é a Itália e muito menos é Portugal, a Grécia ou a Irlanda. Eu o que digo, não sendo futurólogo, é que era importante preparar a saída do Euro para não cairmos no caos total quando ele um dia deste cair por si de forma inesperada para os mais distraídos. A pergunta do futuro para as gerações vivas pode vir a ser esta: - "Onde estava no dia em que o euro implodiu?". Aqui neste rectângulo à beira mar plantado para os bons portuguesinhos educados nos bons costumes e na boa educação das pacatas manifestações estas perguntas não existem e nem sequer lhes passam pela cabeça.

quinta-feira, novembro 15, 2012

Petição Pública Pela Demissão Imediata do Ministro Da Administração Interna Miguel Macedo

Ex.mo Senhor Presidente Da República De Portugal
Ex.ma Senhora Presidente Da Assembleia da República

Na sequência da carga policial desproporcionada sobre manifestantes pacíficos no dia 14 de Novembro de 2012 em frente e nas imediações da Assembleia da República e na sequência de detenções arbitrárias inadmissíveis num Estado de Direito Democrático occoridas nesse mesmo dia os cidadãos abaixo assinados vêm apelar a vossas excelências que exijam a demissão imediata do Ministro da Administração Interna Miguel Macedo. Apela-se também aos senhores deputados da Assembleia da República que procedam à discussão e à averiguação do que se passou quanto às agressões e detenções arbítrárias ocorridas neste dia de manifestação contra as políticas de austeridade e do governo PSD/CDS.

quarta-feira, novembro 14, 2012

A Rua Dará Uma Resposta À Altura Ao Fascismo Institucionalizado


Faro, 14 de Novembro de 2012.

O Que Dizer Quando Os Orgãos Máximos Da República São Ocupados Por Dois Fascistas Filhos Da Puta?

O canalha do Primeiro ministro Passos Coelho elogiou quem foi trabalhar hoje e o porco do Presidente da República diz que foi trabalhar para contribuir para o crescimento do país. Que cambada de fascistas filhos da puta!

Este Blogue Está Em Greve


Parece que na CML também está tudo em greve no dia de hoje em solidariedade com o ataque do governo PSD/CDS aos trabalhadores.

segunda-feira, novembro 12, 2012

E A 12 De Novembro Em Loulé Saiu-se De Novo À Rua


Ocupação simbólica do castelo de Loulé no dia da recepção a Angela Merkel. Em Loulé há quem resista às políticas de destruição das nossas vidas.

sábado, novembro 10, 2012

Com o PS de António José Seguro Não Há Alternativas

A Troika quer cortar 4 mil milhões de euros no Estado Social. Os fascistas neoconservadores Passos Coelho e Vítor Gaspar vieram logo inventar a "necessidade" da refundação do Estado. António José Seguro em resposta veio logo dizer que não estava disponível para isso pois não queria ser conivente com a destruição do Estado Social. Hoje mudou de ideias e veio afirmar que o PS está disponível para uma "profunda reforma" do Estado, ou seja um termo da novilíngua para fazer a mesma coisa. O PS tem um problema. Se quer fazer parte das alternativas e juntar-se aos movimentos sociais tem que correr com António José Seguro. Com o PS do troca tintas Seguro só resta ao povo a aliança com as Forças Armadas.

Basta Desta Merkel De Vida! Loulé Sai De Novo à Rua

quarta-feira, novembro 07, 2012

Petição Pela Demissão Imediata de Isabel Jonet, Presidente Do Banco Alimentar Contra A Fome

Ex.mos Senhores do Banco Alimentar Contra a Fome;

As declarações públicas de Isabel Jonet numa televisão portuguesa no dia 6 de Novembro de 2012 são uma enorme falta de respeito para com os cidadãos pobres deste país que hoje sofrem o vendaval das medidas de austeridade e que estão a entrar numa situação de desespero que não se coaduna com as políticas de um Estado Caritativo que são defendidas pela actual Presidente do Banco Alimentar Contra a Fome. O que os cidadãos que atravessam situações de pobreza e de exclusão social necessitam hoje é de uma verdadeira intervenção do Estado Social que proteja o mínimo de dignidade das suas vidas. Os cidadãos abaixo assinados vêm assim por este meio a demissão imediata de Isabel Jonet do cargo da presidência do banco Alimentar Contra a Fome.
Os signatários


Ou aqui:

Basta desta Merkel de vida! Dia 12 de Novembro, Loulé sai à rua de novo contra as políticas de austeridade


Entregue o aviso do protesto. Do mercado ao castelo com direito a Assembleia Popular. Participa!

segunda-feira, novembro 05, 2012

A Austeridade Às Portas Do Centro de Emprego de Loulé


Centro de Emprego de Loulé - 5 de Novembro de 2012 às 08h50m da manhã. Deve ser isto que Pedro Passos Coelho, Vítor Gaspar e o PSD do doutor Seruca Emídio chamam de "refundação" do Estado.

domingo, novembro 04, 2012

Porque Não Há Preocupação Com As Populações Em Dificuldade Em Loulé?

Deambular pela cidade de Loulé é uma oportunidade sempre boa do confronto com a realidade da vida das pessoas no quotidiano. Ao fim de semana o centro de Loulé é ocupado pelos pobres e pelos idosos. Um dia encontrei o Caldeira que me disse que agora não tem casa. Que dorme numa casa abandonada e que o seu maior problema é o banho. Tomar banho era já uma grande coisa. Pede-me uma moedinha como sempre. Ou melhor, já nem pede porque faço questão de me antecipar ao pedido e de lha dar. Outro dia um senhor já de idade avançada que me disse estar a dormir numa caravana. Prometi-lhe que falaria com o Presidente da Junta e como o prometido é devido este mandou-me falar com as irmãs (não sei quem são) e disse-me para "sinalizar" o caso. Conclusão percebi que não se pode ser sem abrigo na cidade de Loulé. Ontem falei com uma senhora de meia idade que tem ido às manifestações em Loulé que me pediu cartazes para as colegas de formação. Disse-me que estas não estão muito viradas para manifestações. Vive com 150 euros que é o que recebe para frequentar a acção de formação. Disse-me que às vezes tem difivuldade em comprar comida e vai pedir ás irmãs que segundo me disse acha que ela consegue sobreviver com tal fortuna. Acabámos a nossa conversa com uma conclusão. Não se pode viver com 150 euros. Vim para casa a pensar que eu no lugar do senhor Presidente da Câmara  Municipal já estaria empenhado em montar uma estrutura de acolhimento para os Sem Abrigo e de apoio às populações mais desfavorecidas no Concelho de Loulé para fazer face à calamidade. Andará o senhor Presidente da Câmara e o PSD Loulé preocupado com isso?

Pois é, a dignidade não pode estar cotada em bolsa



Eu tenho vergonha deste banqueiro ser Presidente do Conselho Geral da Universidade onde eu leciono. Eu posso ir para o olho da rua. Mas vou com dignidade.

terça-feira, outubro 30, 2012

Os Gregos Estão Lá, Eles Ainda Não Foram Exterminados

Penso que era isto que o banqueiro Fernando Ulrich queria dizer.

"(...) os gregos estão vivos, protestam com um bocadinho de mais veemência do que nós, partem umas montras, mas eles estão lá, estão vivos".

Os Novos Fascistas

Vem aí a destruição quase completa de um frágil Estado Social construído com muito sangue, suor e lágrimas. Hoje já ninguém dúvida que este governo está a operar a sua vingança face às conquistas de Abril e pode inclusivamente em nome da defesa do seu modelo económico acabar com a democracia. Já não se trata só dos seis meses da candidata Manuela Ferreira Leite. É muito mais intenso e profundo do que isso.

Para Que Conste Para A História Que Em Loulé Houve Gente Que Resistiu À Barbárie Austeritária

domingo, outubro 28, 2012

Um Vereador Inútil


Ex.mo Senhor Vereador Aníbal Moreno, eleito pelo PSD Loulé na Câmara Municipal de Loulé, responsável pela higiene, saúde e segurança pública no Concelho de Loulé. Na qualidade de cidadão do concelho de Loulé, eu João Martins, venho por este meio manifestar o meu profundo repúdio pelo desleixo, indiferença e incompetência com que é tratado o espaço público no jardim infantil "O Pequeno Jardim da Vila". Num parque destinado a crianças é profundamente espantoso como se pode deixar o espaço público chegar a este nível de degradação. Conseguiria o senhor vereador viver com uma casa de banho neste estado na sua casa? Os moradores de Almancil exigem da sua parte a mais rápida intervenção no sentido de repôr a dignidade e o respeito que estes cidadãos a quem vossa excelência deveria representar merecem. Muito obrigado pela sua atenção.

sábado, outubro 27, 2012

A Resposta Do Povo À Maratona Do Fascista Gaspar Só Pode Ser O Boxe Na Sua Modalidade Olímpica


Num deste últimos dias que passaram, um dos muitos adiantados mentais que fazem parte das elites dominantes que têm destruído as nossas vidas veio dizer que era necessário uma renegociação "honrada" da dívida qual melhor maneira de buscar a distinção social através dos usos da dúvida. Hoje mesmo, um palerma que por acaso é Primeiro Ministro de Portugal veio dizer que chegou a hora da "refundação" do Memorando da Troika. Não se trata segundo o palerma de renegociação da dívida. Não, que não se pense nisso. O palerma já disse que a via é a reforma acelerada do Estado que na cabeça desta gente significa despedimentos em massa de funcionários públicos e a delapidação final do sistema de saúde público, do sistema de educação e do sistema de protecção social. Depois de ter destruído a economia, retirado o poder de compra aos indíviduos e às famílias e sufocado as empresas com uma carga de impostos impossível de aguentar faltava agora o resto para destruir o país por muitas e boas décadas. E o que faz o povo, pá? Vai alinhar na maratona suicidária sugerida pelo fascista Gaspar?

quinta-feira, outubro 25, 2012

Governo Ladrão

Loucos São Os Tipos do PSD/CDS

Não é um mecanismo novo. Ao longo dos séculos, a defesa de alternativas às teses dominantes, sobretudo quando a falência se torna evidente aos olhos da maioria das pessoas, leva os conservadores a patologizar o contraditório, transformando o adversário politico num doente mental, que deve ser olimpicamente ignorado ou rapidamente internado numa qualquer instituição psiquiátrica.

quarta-feira, outubro 24, 2012

Dia 12 de Novembro Loulé sai de novo à rua contra esta Merkel de Vida que nos impõem!

Da Ruralização Da Vida Urbana No Concelho de Loulé

A gente perde o gosto de viver na terra onde nasceu, cresceu e se fez homem quando essa terra é colonizada (e apropriada) politicamente por gente arrogante, incompetente e eivada de um conservadorismo saloio que sufoca a nossa vida individual e colectiva. Primeiro detesta-se um certo tipo de gente. Depois evita-se circular no centro da cidade onde se encontram tais caras. Depois apetece emigrar. Ir ao encontro da decência onde a indecência não seja rainha. E a indecência junto com a ignorância resulta habitualmente em tirania. Só isso pode explicar que uma qualquer Assembleia Municipal composta de adiantados mentais possa ter decretado a freguesia de São Sebastião em Loulé como uma freguesia rural. Isso quer dizer que quando eu fôr passear na zona comercial central da cidade de Loulé, a ainda conhecida "Rua das Lojas" eu tenha que dizer que vou ao campo. Que quando fôr à pizzaria do Renato comer uma Pizza tenha que me lembrar que estou perante as melhores pizzas jamais feitas em meio rural Louletano ou ainda que quando fôr à zona industrial de Loulé nunca me deva esquecer que é a zona industrial mais desenvolvida dos meios rurais de Portugal. Caso não tenham percebido como é que a indecência junto com a ignorância resulta em tirania têm aqui um caso exemplar. Quando todo o Algarve nas últimas décadas passou por um processo de urbanização acelerado à semelhança do que se passou em todo país, em São Sebastião a sociedade ruralizou-se. Valha-nos Deus Nosso Senhor e a Santa Mãe Soberana.

segunda-feira, outubro 22, 2012

Basta Desta Merkel de Vida! 12 de Novembro Loulé Sai De Novo à Rua!



Basta desta Merkel de vida! Dia 12 de Novembro Ângela Merkel vem a Portugal e Loulé vai sair à rua para dizer de novo basta às políticas de Merkel, da Troika, do governo PSD/CDS e às políticas de austeridade que destroem as nossas vidas! Basta de políticas que agravam a recessão económica, mandam milhões de pessoas para o desemprego e a pobreza, empobrecem brutalmente as classes médias e levam centenas de milhares de pessoas ao desespero, à depressão e ao suícidio. Dia 12 de Novembro junta-te a nós às 18 horas no Mercado Municipal e participa na ocupação do Castelo de Loulé às 18h30m de forma a defender a democracia. Merkel, Vítor Gaspar e Pedro Passos Coelho querem-nos colonizados através da tirania da dívida e do colete de forças da austeridade. Em Loulé vamos dar uma resposta à altura. Basta desta Merkel de vida!

A Sopa Dos Pobres do Século XXI

É mais que óbvio que as cantinas sociais são as novas sopas dos pobres. E os pobres vêm cada vez mais das classes médias.

sábado, outubro 20, 2012

Descontentamento Com As Políticas Do PSD Cresce Também Na Cidade De Loulé


Sede do PSD em Loulé alvo do descontentamento e da contestação popular. Palavras de ordem pintadas nas paredes. Desemprego, miséria, corrupção. PSD Rua.

sexta-feira, outubro 19, 2012

Banqueiros e Banquetes

Eu já tinha ficado espantado há tempos atrás quando um certo banqueiro veio dizer que se espantava e criticava o facto de haver professores universitários que sugeriam a renegociação da dívida dita "soberana" mas agora mais espantado fico quando um certo banqueiro sugere que os desempregados pagos pelo dinheiro dos contribuintes se voluntariem para trabalhar na banca. Perdeu-se o decoro e o sentido da realidade. Ou pelo menos o sentido de humanidade.

quarta-feira, outubro 17, 2012

Da Fome Como Castigo

A reunião decorria na Associação de Pais da escola do meu filho. A Troika já tinha entrado em Portugal e o Presidente e quase todos os membros da respectiva Associação achavam por bem que em nome dos cortes orçamentais dever-se-iam despedir os porteiros que zelam pela segurança das crianças. Só à força de um abaixo assinado se conseguiu que os porteiros por enquanto continuem por lá. Nesse momento apercebi-me que havia um ethos no ar, uma mundividência partilhada pela gente que anda próxima dos meandros do poder. Em nome da dívida e da política cega dos cortes não haveria outra alternativa. A fome como castigo de uma criança de cinco anos denunciada agora pelos media no Concelho de Loulé não é mais do que o fundamentalismo extremo da cegueira colectiva que percorre uma boa parte das elites que controlam as nossas vidas. Como alguém escreveu ontem na blogosfera nacional. Um Horror.

segunda-feira, outubro 15, 2012

Os Fascistas do PSD/CDS Acabaram De Destruir O País

Estou a ouvir Vítor Gaspar e sinto-me mal. Suicidar-me está fora de questão. Só me resta lutar. Já não é por mim. É o futuro dos meus filhos. Mas acho que começo a ter problemas de saúde. Não sei se o meu coração vai resistir muito mais a isto.

Hoje Faz-se Cerco À Assembleia Da República

Há um ano atrás, a 15 de outubro de 2011, eu já pressentia o desastre e andava já por ali perdido, isolado na multidão. Faz hoje um ano que entrevistado não sei por quem à porta da Assembleia da República disse que a solução passava por ocupar o parlamento. Nunca vi essa entrevista em lado nenhum. Espero que o cerco de hoje seja mais um passo importante na derrota do fascismo financeiro austeritário levado a cabo pelo governo e pela Troika. 

domingo, outubro 14, 2012

sábado, outubro 13, 2012

Mas afinal não perceberam nada?

Mas afinal não perceberam nada?

Mas afinal o que é eles não que não perceberam do Histórico dia 15 de Setembro de 2012? Mas o que é que não percebeu da manifestação de 15 de Setembro o doutor Pedro Passos Coelho? O que é que não percebeu do 15 de Setembro o doutor Vítor Gaspar? O que é que não percebeu do 15 de Setembro o professor Aníbal Cavaco Silva? O que é que não perceberam do 15 de Setembro os excelentíssimos senhores Conselheiros de Estado? O que é que não percebeu do 15 de Setembro o doutor António José Seguro? Se o problema do vosso entendimento é um problema de boa explicação, nós cá estamos a 13 de Outubro, aqui e agora, de novo na rua, para melhorar a nossa comunicação. Rua! Fora daqui! Não vos suportamos mais!

Aquilo que dissemos no dia 15 de Setembro foi claro, que se lixe a Troika, queremos as nossas vidas de volta. Aquilo que exigimos a 15 de Setembro e estamos todos aqui de novo para o exigir é a demissão imediata do Governo PSD/CDS e a marcação imediata de eleições antecipadas. Não se atreva a avançar para governos de salvação nacional doutor Cavaco Silva. Nós queremos a democracia a funcionar. Não trocamos a democracia por uma qualquer Troika alheia e muito menos a trocaremos pelos interesses de uns quaisquer abutres especuladores que invadiram os mercados e que mais não fazem, do que destruir de forma massiva, vidas humanas. Se os mercados reagem fiquem a saber senhores políticos e banqueiros que as pessoas também reagem. Basta de mentiras. Não nos tomem mais por parvos. A mensagem que gostava aqui de vos deixar é clara, ou democracia, ou nada.

Chega de nos quererem convencer a todo o momento que a miséria que nos impõem é uma inevitabilidade. A palavra de ordem de agora em diante é alternativas. É com todos os que as quiserem construir que a partir de agora podemos contar.

1. A primeira alternativa começa com a rejeição total das políticas de austeridade. A austeridade trouxe consigo o crescimento exponencial do desemprego. O aumento da miséria, da fome e da pobreza. O crescimento das desigualdades sociais. Uma brutal redução de salários. A falência das empresas. A destruição acelerada do Estado Social. O aumento das depressões e dos suicídios. O aumento do desespero. A morte do futuro. O regresso ao século XIX.

Sem a rejeição firme das políticas de austeridade inscritas no memorando da Troika não há alternativas viáveis. Não acreditem quando o doutor Cavaco Silva vos diz que a austeridade pode ser digna ou quando um qualquer António José Seguro vos diz que a austeridade deve ser inteligente. Austeridade não combina com dignidade. Acreditem no que vos digo. A austeridade é o caminho do Inferno. E se a austeridade é o caminho do Inferno não nos vendam mais a ideia que o remédio para resolver os efeitos destrutivos da austeridade é aumentar a dose de austeridade. Digam-me um só país onde as políticas de austeridade deram resultado? Eu respondo. Só na Troikolândia. O único lugar do mundo onde a austeridade é um pretexto para sacar a riqueza dos países onde uma qualquer Troika se instala. Perguntem ao doutor António Borges que ele vos explica como se faz. Ele vos dirá que é preciso mudar de povo para a criação de um homem novo ou em alternativa à mudança para um homem novo nada mais resta que a escravidão de todo um povo. É este o futuro de felicidade que nos prometem os Gasparzinhos e os Antónios Borges deste mundo.

A segunda alternativa passa pela renegociação da dívida. Mas que dívida é esta? Será que a dívida existe mesmo? Quem são os credores? Quem são os devedores? Que negócios foram estes? Foi o buraco do BPN de vários milhares de milhões de Euros? Foi o negócio corrupto dos submarinos do Portas? Foram os negócios ruinosos para o Estado no domínio das parcerias público-privadas? São as empresas públicas municipais do doutor Seruca Emídio? Foram negócios de interesse público? Temos que conhecer esta dívida e para isso só nos resta o remédio de auditá-la.

Vou-vos confessar uma coisa. Eu não devo nada a ninguém e como não devo nada a ninguém não estou disposto a pagar com o meu futuro e o dos meus filhos negócios de que não faço a mais pequena ideia de quem são. Audite-se pois a dívida em nome da transparência e do interesse da República e parta-se depois para a sua renegociação. Paguemos o que temos que pagar. Punhamos de lado a dívida que resultar de negócios escuros que mais não fazem do que ao Estado roubar. Prolonguem-se os prazos de pagamento da dívida para prazos alargados. O interesse dos credores não se pode sobrepor à vida de centenas de milhões de pessoas. Baixem-se os juros através de novas formas de financiamento aos Estados que sejam realistas. Faça-se como se fez com a dívida Alemã do Pós-Segunda Guerra Mundial em que o pagamento da dívida ficou associado à condição do crescimento da economia Alemã. Há medida que a economia crescer a dívida vai sendo saldada. Não se pode pagar uma dívida desta dimensão num ano e muito menos num dia. A não ser que se matem todos os portugueses. Isto são alternativas. Elas não são postas em prática porque a política e os políticos estão prisioneiros dos credores e dos banqueiros. Ponha-se a democracia à frente da especulação imoral dos mercados, faça-se subordinar a economia à política e as nossas vidas aos poucos vão regressar de volta.

A terceira alternativa tem que ver precisamente com a democracia. É a democracia que hoje está em risco. Não vos sei dizer já se ainda vivemos em democracia. Não votámos no FMI. Não votámos em nenhuma qualquer Troika e muito menos votámos nas aldrabices do Doutor Pedro Passos Coelho. Em Espanha, na Grécia, em Portugal, na Itália, na Irlanda e dentro em breve, se nada fizermos, noutros lugares da Europa é precisamente a destruição da democracia aquilo que está em jogo. E uma coisa vos digo, a democracia não pode ser confundida com a casa da tia. É preciso que não caiamos no conto do vigário. Vão-nos dizer agora que as eleições fazem mal aos mercados. Que o melhor será um governo de salvação nacional. Que a democracia a funcionar é sinónimo de instabilidade. Tudo vão fazer, se necessário recorrendo à violência física através das forças do aparelho repressivo do Estado para não os tirarmos do seu lugar. Eles sabem que nós sabemos que quem nos trouxe até aqui não nos vai tirar daqui. Vão continuar a querer-nos meter medo. Vão-nos chantagear até ao tutano dizem-nos que se optarmos por eleições livres e democráticas não nos vão enviar mais dinheiro dos cofres da Troika. A nossa resposta só pode ser uma. Exigir a demissão deste governo já. Acrescentar mais democracia à nossa débil democracia. Recusar firmemente as propostas demagógicas de um qualquer António que se diz Seguro de encolher a democracia e assim reduzir o regime aos mesmos de sempre. Recusar um qualquer governo de salvação nacional que apenas terá como objectivo manter-nos no caminho da escravidão. Recusar firmemente um qualquer homem da Troika à frente dos destinos da nação, à semelhança do que já se passa na Itália e na Grécia onde representam os credores. Dizer-lhes claramente que não abdicamos da democracia. Que sairemos à rua para dizer basta as vezes que forem preciso. Que a partir de agora não mais deixaremos que nos tratem como lixo. Que o lixo que querem fazer entrar nas nossas vidas deve cheirar mal nas casas de quem nos desgoverna. Que não lhes daremos descanso enquanto não tivermos as nossas vidas de volta. Não estou disposto a ser acusado pelos meus filhos um dia mais tarde de ter ficado no sofá a assistir impávido e sereno à destruição do seu futuro. Um dia, eles vão olhar para a minha fotografia e vão dizer com orgulho. Este é o meu pai. Nesse dia resgatei a minha dignidade!

Viva o 25 de Abril de 1974!
Viva a democracia!

terça-feira, outubro 09, 2012

Socorro, ajudem a recuperar a democracia na cidade de Loulé

Socorro. O vereador Mancha Branca do PSD continua a retirar do espaço público os cartazes de divulgação da manifestação de dia 13 de Outubro em Loulé contra as políticas que destroem as nossas vidas do Governo PSD/CDS, da Troika do governo e do governo da Troika.

Acabou O Tempo Do NIM

4- Na actual fase, a principal linha de fractura na sociedade e política portuguesa é quem está pela Troika e quem está contra a Troika. Neste momento todas as forças que renunciam este memorando e que lutam pela expulsão da Troika do país (desejavelmente de toda a Europa) devem convergir o máximo possível. Devem convergir na luta de massas (greves e manifestações) e na luta institucional (eleições, parlamento). Aliança alargada de todas as forças anti-troika, combate sem tréguas à troika e os cipaios troikistas.
O PS está no segundo grupo, dos troikistas, chamá-lo de esquerda é estar a confundir as massas. Que sectores do PS (como no passado aconteceu com Roseta e Alegre), fujam ao controle da direcção e protagonizem projectos independentes/autónomos do PS acho muito bem. Possivelmente até é uma necessidade.  Mas se alianças e convergências com sectores vindos do PS, mas em ruptura com ele, claramente anti-troika, são desejáveis, qualquer ideia de aliança, cooperação com o PS em si é completamente contraproducente! Com esta ou outra direcção do PS… O PS é geneticamente uma ala um pouco mais moderada do regime e da direita, que contém alguns elementos de esquerda, mas o PS em si não é uma força de esquerda!

5 – O Euro, seguro de vida da Troika e das políticas de austeridade. Uma posição anti-Troika consequente tem também de questionar o Euro e a permanência de Portugal nessa zona monetária e na própria UE. Quem luta pelo fim das políticas austeritárias abençoadas pela Troika e ao mesmo tempo ajuda a divulgar a ideia de que a saída do Euro seria uma catástrofe (como a Moção A o faz) está a atar o nó à volta do seu pescoço…

Para ler tudo aqui:

A Morte Saiu De Novo À Rua Na EN 125



E a culpa morre de novo solteira.

domingo, outubro 07, 2012

Povos Unidos, Políticos e Banqueiros Fodidos - Todos à rua dia 13 de Outubro em Loulé

Um Parlamento Encurralado (Vai-te pró caralho ó António José Seguro!)

No actual contexto, onde o governo perdeu toda a legitimidade nas ruas e ainda assim continua a aplicar as suas políticas, entendemos que é importante aumentar a pressão social sobre quem insiste nas medidas que dilaceram o que resta do estado social e aplicam um verdadeiro saque fiscal sobre o trabalho e o consumo. Este governo, co-autor dos escandalosos números do desemprego, não merece continuar mais um dia à frente de um país que está - como a bandeira das comemorações do 5 de Outubro - virado de pernas para o ar.

Não vamos desarmar. O Movimento Sem Emprego saúda as várias manifestações de desagrado das populações, que de Norte a Sul do país não deixam que nenhum membro do governo usufrua sequer do passeio público, obrigando-os a andar de traseiras em traseiras, até que o medo se transforme em vergonha e abram caminho à realização de eleições. Saudamos especialmente a greve geral marcada pela CGTP, à qual nos associamos, assim como a Marcha do Desemprego. Saudamos especialmente a greve dos transportes, dos estivadores e dos demais trabalhadores que não desistem de lutar pela dignidade do seu posto de trabalho. Saudamos especialmente a corajosa desempregada que calou Cavaco Silva e António Costa no enterro do feriado da República.

Estivemos na rua no passado dia 15 e 29 de Setembro, assim como estivemos no Conselho de Estado. Achamos que esses foram os momentos determinantes no desgaste definitivo deste governo e fundamentais para que se acelere a sua saída de cena. Achamos que esses processos não podem ficar por aqui e também por isso continuaremos a fazer a nossa parte. Em cada desempregado está um desobediente e é também da sua resistência que se abrirão as portas do futuro.

Por isto tudo, porque o Orçamento de Estado será o próximo passo para o abismo, juntamos a nossa força ao chamado que está a ser feito para Cercar o Parlamento, apelando a todas as forças, políticas, sociais e sindicais, para que façam o mesmo. Numa concentração que tem o objectivo de chumbar, nas ruas, o Orçamento de Estado que vai continuar o caminho para a barbárie, sabemos que é entre os que aí se juntarem que sairá a alternativa que falta à sociedade portuguesa.

Dia 15 de Outubro, às 18h, estaremos em São Bento, para evitar nas ruas o que nos querem impor no Parlamento.

sábado, outubro 06, 2012

Ó António José Seguro E Se Fosses Gozar Com O Caralho PÁ?

Mas estes gajos do PS são parvos? São Burros? São Estúpidos? São gente? Num contexto em que as pessoas começam a ganhar ódio à política e aos políticos este Seguro sem jeito e sem trambelho vem propôr o encolhimento do número de deputados aproveitando oportunisticamente a onda demogógica para fazer as oposições à esquerda e à direita das franjas quase desaparecerem do mapa? Quer este Seguro de merda o quê com isto? Palhaço.

quinta-feira, outubro 04, 2012