domingo, agosto 18, 2019

Um Gulag Ideológico Em Construção

A Geringonça começa a ser uma coisa verdadeiramente repugnante. Passámos do registo de quem se mete com o PS leva (que está em vigor mais do que nunca) para o registo que se mete com a Geringonça leva. Denegrir, ostracizar, estigmatizar, eliminar, quem faz oposição. A democracia claramente em risco. Há um Gulag ideológico em construção. Vamos ver até onde isto chega. Medo.
 

O Ministro Do Gasóleo e da Gasolina

Continuamos com o espectáculo triste e deplorável de ver o Ministro do Ambiente e da Transição energética que mandou a tropa e a polícia conduzir os camiões cisterna carregados de gasolina e gasóleo para a estrada, em direcção às bombas de gasolina, para combater as alterações climáticas, a intimar os trabalhadores. E não há alminha que peça a demissão do Senhor Ministro do Gasóleo. André Silva do PAN, parece ser só do partido dos animais e não quer saber muito da natureza. Heloísa Apolónia é mais dos vermelhos que dos verdes e os tais activistas do Bloco de Esquerda liderados por João Camargo, devem a andar a colar cartazes pelas ruas de Portugal a dizer que "não há planeta B". Triste Portugal.
 

Resistir

Isto. Unidos contra o Governo, o patronato, as Forças Armadas, a GNR, a PSP, os sindicatos traidores controlados pelo PCP e pelo PS, a cobardia oportunista da Catarina e do Jerónimo, a estupidez do zé povinho que não percebe que da proxima vez é a ele que a polícia vem buscar a casa, o reacionarismo do Partido Socialista que utiliza a violência de Estado para perseguir os trabalhadores em luta. Resistir.
 

Geringoncismo

"A suposta brandura das reacções do BE e do PCP à gestão da greve por parte do executivo levou Pedro Soares a escrever no Facebook: “Ainda há quem, sendo de esquerda, hesite sobre o apoio à luta dos motoristas, venha com falinhas mansas acerca dos serviços mínimos decretados pelo Governo, faça comoventes apelos à calma entre as partes para que o país não saia prejudicado, demonize os sindicatos e as lutas ‘inorgânicas’ e, historicamente ainda mais ridículo, procure algum paralelismo entre esta luta e o que se passou com o patronato dos transportes de mercadorias no Chile, nos anos 70 do século passado”."
 

sábado, agosto 17, 2019

O Jerónimo E A Catarina, O Que Estão A Fazer?

Última hora: - Jerónimo de Sousa, do PCP e Catarina Martins, do Bloco de Esquerda, vão hoje ao local do piquete de greve, em nome da luta de classes, mostrar a sua solidariedade com os trabalhadores em luta e apelar às forças de esquerda que se juntem aos trabalhadores isolados que continuam a luta. Claro que se trata de uma mentira minha. O Jerónimo e a Catarina continuam a gozar o direito a férias que este é um direito inalienável dos cidadãos. Fossem outros tempos e talvez cantasse o Abrunhosa. O Jerónimo e a Catarina, o que estão a fazer?

O Contra-Ataque É A Melhor Defesa

Muito bom. A melhor defesa é o contra-ataque. Por estes dias Pardal Henriques, vilipendiado pela grande maioria dos portugueses, é quem mais tem defendido a democracia, o direito à greve e a um trabalho digno. Todas as ilegalidades devem ser apuradas. Das forças armadas a conduzir camiões cisternas, à requisição civil desproprositada, à perseguição dos trabalhadores em greve e às detenções arbiitrárias. A violência de Estado não pode passar impune. Há que apurar as responsabilidades política e criminais. Nunca tão poucos fizeram tanto em defesa do direito à greve e da democracia.
 

Um Fantoche Inútil

Um fantoche (mais que uma marionete) que anda há anos a fio a travar as lutas e as conquistas dos trabalhadores em defesa do capital, a criticar o colega de outro sindicato que foi o único que ainda não traiu a luta dos trabalhadores nesta greve. Depois de ter lido as declarações de Boaventura de Sousa Santos, esta semana, sobre Mário Nogueira, a quem designa de idiota útil da extrema-direita por ter defendido os direitos dos professores ao tempo de serviço congelado, faltava este anormal de serviço a tentar espezinhar ainda mais os sindicatos não controlados pelo Partido Socialista e pelos comunistas. Portugal é uma demência, mas uma demência altamente perigosa para um comum dos mortais que tenha dois palmos de testa.
 

As Esquerdas Da Vergonha Já Perderam A Face

Isto. Resistir. Contra o patronato retrógrado. Contra um Governo fascista e reaccionário que usa o aparelho repressivo de Estado (PSP, GNR e Forças Armadas) para combater o direito à greve e partir a espinha aos sindicatos e aos trabalhadores. Contra o reacionarismo dos que se dizem de esquerda, do PCP e do Bloco de Esquerda. Contra a cobardia da Catarina e as tolices do Jerónimo. Contra a indiferença da direita e a inutilidade de Rio. Contra a estupidez do zé povinho que esquece que um dia destes é a ele que vêm buscar a casa à força para não se atrever a fazer greve. Resistir. São os patrões que têm que ceder. Entre salários de miséria e a escravatura, a luta pela dignidade tem que ir até ao fim. Solidário com os trabalhadores em luta. As esquerdas da vergonha já perderam a face.
 

sexta-feira, agosto 16, 2019

Governo Instrumentaliza As Forças Armadas Contra O Direito À Greve

"Os ex-candidatos presidenciais Henrique Neto e Paulo de Morais, o advogado António Garcia Pereira e o militar de Abril Mário Tomé são alguns dos signatários de um documento onde se acusa o Governo de violar o direito constitucional à greve e de instrumentalizar efectivos das Forças Armadas “como fura-greves fornecidos a custo zero” a entidades patronais num “conflito entre organizações privadas”. "
 

A Democracia Em Risco

"E não é só o Governo e o PS, vejam o silêncio cúmplice do PCP e do BE. Imaginem o estardalhaço que teriam feito se o Governo de Passos Coelho tivesse feito o que eles estão a fazer agora. À excepção das tentativas de controlo da comunicação social pelo Governo Sócrates, este é provavelmente o maior ataque à democracia e às liberdades desde o 25 de Novembro de 1975. E não nos esqueçamos da concepção de liberdade do BE e PCP: são acérrimos defensores da liberdade quando não têm o poder absoluto nas mãos, mas se o conseguirem a liberdade é só para eles, acabando com a de todos os outros."