segunda-feira, dezembro 11, 2017

Portugal Sem Futuro

Ei-los que partem. E como eu os compreendo. Vilipendiados pelo poder político, tal como os professores, os enfermeiros, e todos aqueles que exercem funções fundamentais do Estado. Temos hoje um poder político (transversal a todos os partidos) que tem horror ao mérito e a quem estuda e trabalha honestamente e que não se contenta em ocupar os lugares que contam e distribuir prebendas pelos seus. Não lhes basta isso. É preciso denegrir, desqualificar, oprimir. Um sistema político sujo que é o principal entrave ao desenvolvimento do país.
 

Não Há Dinheiro, O Que É Que Não Percebem?

Não há dinheiro. O que é que não percebem? Não há dinheiro para médicos nos hospitais. Para professores no ensino público. Para fazer investigação científica nas universidades. Para ter uma protecção civil decente. Para defender o Estado Social. Não há dinheiro. O que é que não percebem? É preciso pagar a dívida ao FMI. Obedecer a Bruxelas. Fazer uma vénia ao Super Mário Centeno do Eurogrupo. E fazer de conta que a geringonça governa à esquerda. É isto. Esta dívida não é nossa. Lembram-se?
 

domingo, dezembro 10, 2017

Que Parvo Que Sou

A parte de querer saber as perguntas da entrevista da Ana Leal é magistral. Parvo sou eu (que parvo que sou) que passei o feriado e o fim-de-semana a trabalhar por um salário mensal comparativamente miserável. Depois do escândalo dos salários de privilégio dos assessores da Câmara Municipal de Lisboa, temos compras pessoais no Corte Inglês, Gambas no supermercado e 3000 mil euros de subsídios do Estado para pagar consultoria do senhor Secretário de Estado da Saúde. Tudo isto na presidência de uma Associação de Apoio à Deficiência. Sócrates era um amador no meio desta cambada.
 

Parecer Uma Coisa Mas Fazer Outra

Parecer uma coisa mas fazer outra. Eis o segredo de Costa que verdadeiramente não ocupa sítio nenhum. A mesma receita de Vítor Aleixo em Loulé e do PS Algarve. Enquanto vão servindo os fiéis que beneficiam da distribuição das prebendas e enganando incautos resulta. Quando tiverem que tomar partido porque a realidade assim o vai obrigar, nessa altura, cai-lhes a máscara. É o que já está a acontecer a Costa. PCP e BE face à nova realidade têm mais dificuldade em fazer de conta.
 
A ler aqui:

Matar A Galinha Dos Ovos De Oiro

O Governo da geringonça e do Dr. António Costa vão mesmo manter a ideia de explorar petróleo no Algarve ao largo da Costa Vicentina no ano de 2018? Agradecemos a resposta. É possível manter a excelência de um destino turístico como o Algarve e explorar petróleo em cima das nossas praias? O Dr. António Costa e os seus amigos que respondam.
 

sábado, dezembro 09, 2017

Acabou O Tempo Novo Que Nunca O Foi, Fim

Depois do assassinato de caráter de Catarina Martins ao PS de Costa, hoje Jerónimo de Sousa demarcou-se do "governo minoritário do PS". Para quem ainda não se apercebeu começou a campanha eleitoral das próximas eleições legislativas (antecipadas?). A derrocada do PCP na autárquicas, a eleição do Cristiano Ronaldo das Finanças para o Eurogrupo e a firme convicção do PS de Costa de seguir as regras orçamentais de Bruxelas, matou a geringonça. Vêm aí novos tempos de turbulência política e económica. Mas se for esse o preço a pagar para enfrentar "verdadeiramente" as políticas de austeridade, venham eles.

Afinal, As Vacas Não Voam

"Costa foi genial na capacidade de conciliar dois opostos – regras de política orçamental europeias ortodoxas e apoio de partidos que recusam as regras de política orçamental europeia ortodoxa. Mas o estado de graça acabou. Desde que o BE acusou o Governo de «deslealdade» o tiroteio não pára de aumentar. Catarina acusa o Governo de estar vendido aos grandes interesses. A confiança acabou. Os dois anos que aí vêm ameaçam ser um confronto permanente."
 

O Centeno Português E O Centeno Alemão

Os suportes da geringonça apoiam o governo e as políticas do Centeno português, aprovam os seus orçamentos nacionais mas atiram-se às canelas do Centeno Alemão. Umas esquerdas sem rumo e à deriva. Começa a ser uma piada nacional.
 

sexta-feira, dezembro 08, 2017

Universidades À Míngua

Esta geringonça começa a ser ridícula e da minha parte era tirar-lhes o tapete já. É que há alturas que é preciso dizer basta para que esta gente que nos governa perceba que o sistema atingiu os seus limites e que não vale tudo. Essa ideia peregrina e neoliberal aplicada agora pelos geringonços que se dizem de esquerda de fazer mais com menos recursos também é uma ideia sem pés nem cabeça. Experimentem fazer uma equipa para jogar o campeonato nacional de futebol e entrar em campo com dez jogadores em todos os jogos e pode ser que percebam as asneiras que estruturam o seu pensamento. As Universidades em nome da sua autonomia (sim, a autonomia também científica) não podem consentir mais isto.
 

quinta-feira, dezembro 07, 2017

O Deputado Fanfarrão

"Suspeitamos que tenha surgido apenas para desviar as atenções de uma fanfarronice de um deputado do BE que há uns meses ameaçou que votaria contra o Orçamento do Estado para 2018 se as portagens na Via do Infante não fossem, entretanto, abolidas."