segunda-feira, abril 30, 2012

Aviso de Manifestação A Entregar Brevemente Na Câmara Municipal de Loulé

Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Loulé
Dr. Seruca Emídio

Assunto: Manifestação nas ruas de Loulé contra as políticas do Governo da Troika/PSD/CDS

Data da informação: A entregar em breve

Venho por este meio informar que se vai levar a cabo manifestações diárias de expressão política de oposição ao governo austeritário da Troika/PSD/CDS na cidade de Loulé entre os locais da capela da Nossa Senhora da Piedade e a Avenida José da Costa Mealha (inclusivé). Estas manifestações podem ser de uma só pessoa, de duas ou mais pessoas ou atingir um movimento de massa dependendo do número de aderentes à crítica ao austeritarismo repressivo em vigor na Nação. Será manifestada a expressão do descontentamento  com as políticas de quem nos governa através da linguagem falada, da distribuição de panfletos ou da colagem de cartazes em lugares públicos. Espera-se sinceramente que após esta informação prestada à CML e enquadrada pela garantia constitucional da República se evite o perigo associado à tendência fascizante do partido a que vossa excelência pertence de se poder ser criminalizado em razão do protesto político.  Assim sendo, eu, João Martins, contribuinte nº (...) faço comunicar a sua excelência a minha intervenção no espaço público.

domingo, abril 29, 2012

Futebol "Português"


Um na baliza (com luvas), um central, um defesa esquerdo, um defesa direito, dois médios centros que se desdobram pelas alas a atacar e um médio ofensivo que faz de ponta de lança e ao mesmo tempo de extremo direito e esquerdo quando a equipa tem a bola. E como são só oito é melhor jogar com um líbero. A táctica é minha. Como disse uma vez um famoso treinador que tive aqui pelos Algarves: "Malta, se cada um de nós valer por dois, são vinte e dois contra onze". Desta vez, para o Leiria, com a mesma "táctica" seriam dezasseis contra onze. Porque conheço de gingeira o perfil da maior parte dos dirigentes do futebol "português" e porque sofri na pele os "atrasos" e as "dívidas" não pagas de gente sem escrúpulos só posso estar solidário com os jogadores do União de Leiria que não entraram em campo.

Cresce A Vaga Contra-Austeritária Na Europa

Uma manifestação em defesa da saúde e da educação juntou, este sábado, milhares de pessoas em Madrid. O objetivo foi denunciar as medidas de austeridade do governo de Mariano Rajoy, no cargo há apenas cinco meses. Protestos idênticos ocorreram, em simultâneo, em mais 54 cidades espanholas. As manifestações foram organizadas pela Plataforma Social em Defesa do Estado Providência e dos Serviços Públicos, que reúne as duas principais centrais sindicais espanholas.

O Eterno Retorno Do Fascismo? (Por enquanto a coisa vai com ponto de interrogação)

Thomas Mann e Franklin Roosevelt são dois dos homens que mais inspiram Rob Riemen, que esteve em Lisboa na semana passada a convite de Mário Soares para falar sobre o direito à resistência e para apresentar o seu último livro, “Eterno Retorno do Fascismo”. A chegada da fotojornalista ao lobby do Ritz acabou por dar o mote à conversa com o i.

A Patrícia foi uma das fotojornalistas em trabalho agredida pela polícia na greve geral de há um mês em Portugal.
Pela polícia?!

Sim. O episódio parece remeter para o “Eterno Retorno do Fascismo”
Sim, falo disso neste livro. Estamos a lidar com o pânico da classe dominante, que se habitua ao poder para controlar a sociedade. Isso que me contas é um acto de pânico. E o interessante é que a classe dominante só entra em pânico quando perde a autoridade moral. Sem a autoridade moral, só lhe resta o poder que se transforma em violência.

O fascismo continua latente?
A minha geração cresceu convencida de que o que os nossos pais viveram nunca voltaria a acontecer na Europa. Quando vocês se livraram do fascismo nos anos 70, nos anos 90 devem ter pensado que não mais o viveriam. Mas uma geração depois, já estamos a assistir a uma espécie de regime fascista na Hungria, na Holanda o meu governo foi sequestrado pelos fascistas (...)

sábado, abril 28, 2012

Os Porcos Fascistas Da Troika - PSD/CDS Cometeram Mais Um Homicídio

O empresário deixa a mulher e uma filha de oito anos órfã. A companheira refugiou-se ontem na casa em que ambos viviam em S. João da Madeira, em choque com a morte. A PJ foi ao local recolher vestígios.

Leituras


Só li o primeiro capítulo disponível aqui, mas já percebi que é uma leitura imprescindível.

Volta Salazar, Estás Perdoado

Uma ativista foi constituída arguida sob a acusação do crime de desobediência. O crime estaria caracterizado pelo facto de a cidadã ter distribuído panfletos numa “manifestação sem autorização” em frente ao Centro de Emprego do Conde Redondo, em Lisboa.


PS. Esta semana distribui panfletos sem autorização governamental pelos vizinhos do prédio manifestando o meu descontentamento contra os fascistas da Troika, do PSD e do CDS. Podem-me levar preso. Agradeço.

sexta-feira, abril 27, 2012

Gasparzinho

Chama-se Gaspar, vive num mundo que só ele conhece e que destrói a vida da maior parte dos portugueses. Para Gaspar não há realidade mas apenas uma (neo) realidade. Entrámos numa nova era da Novilíngua. Dever-lhe-ia ser tirado o diploma no fim da devastação de massa.

quinta-feira, abril 26, 2012

Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo - 3º Comunicado de Imprensa

MALP – 3º Comunicado de Imprensa

A Secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, disse ao jornal O Algarve que lhe parece que Petróleo e Turismo não são necessariamente incompatíveis. O Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo repudia claramente as declarações da Secretária de Estado do governo PSD/CDS que considera altamente prejudiciais para a região do Algarve estranhando que uma Secretaria de Estado que deveria zelar pela máxima sustentabilidade económica e ambiental do sector de actividade que tutela, veja como compatível, a aposta na indústria petroquímica na costa marítima do Algarve com a actividade turística.

O Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo apela também ao deputado do PSD Mendes Bota que interceda com urgência junto do governo PSD/CDS na defesa da sustentabilidade futura do Algarve para que não se passe a ideia para a percepção pública que já se passou com a introdução de portagens na Via do Infante em que o deputado em causa defendeu uma posição no Algarve em favor da não introdução de portagens na A22 e depois não compareceu na Assembleia da República no dia da votação, alegando razões de agenda política, para manifestar com o seu sentido de voto a defesa dos interesses da região do Algarve. O Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo considera urgente a intervenção do deputado Mendes Bota junto do governo de Portugal no sentido de solicitar a suspensão imediata do contrato de prospecção e de exploração de petróleo no Algarve uma vez que como defende nas suas tomadas de posição públicas o próprio deputado eleito pelo Algarve estamos perante um negócio que lesa o interesse público da região do Algarve e da nação portuguesa.

O Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo alerta os responsáveis políticos locais e os cidadãos residentes no Algarve para o facto da instalação da indústria petrolífera na costa marítima do Algarve pôr em causa a actividade turística da região (ninguém de bom senso quererá fazer turismo numa zona petroquímica), a actividade piscatória, a sustentabilidade ambiental das águas e das praias algarvias e a vida das populações que estão dependentes destes sectores de actividade.

O MALP informa também que estará em Lisboa no dia 12 de Maio, no âmbito da manifestação internacional -  Primavera Global – onde levará a cabo uma vigília em frente à Assembleia da República com o objectivo de sensibilizar o governo português para a necessidade de uma mudança de políticas que sirvam efectivamente os cidadãos, que vão ao encontro de um desenvolvimento sustentável dos territórios e de maior justiça social. O MALP recusa que depois dos governos e dos respectivos governantes terem atolado os seus povos na herança da dividocracia os atolem no futuro com a herança da expropriação ecológica da região do Algarve fazendo da região um antro de lixo petroquímico.

Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo

Criminalização do Protesto

Membro do Movimento Sem Emprego constituído arguído por ter convocado manifestação sem avisar as "autoridades". Começo a pensar que há uma estratégia clara do governo face à criminalização do protesto social. Tendo em conta o que por aí se adivinha antecipa-se a instauração do Estado Policial. Tempos "interessantes" os que se aproximam. De horror e terror também. O novo fascismo está ao rubro (vós do poder que me espreitais, posso chamar-vos fascistas ou isso dá direito a prisão?).

quarta-feira, abril 25, 2012

Ocupação Popular Pela Educação Popular



A Escola Da Fontinha é o que de mais nobre um país pode ter. Um grupo de cidadãos que se organizou de forma voluntária para educar o povo da Fontinha. Xadrez, teatro, leitura colectiva, ciclocozinha, capoeira, fotografia, guitarra, Alemão, Português e Espanhol, apoio ao estudo, trabalhos manuais e tudo o mais do que é cultura popular no verdadeiro sentido da palavra. Numa época em que as instituições tradicionais colapsam e o Estado é cada vez mais impotente para redestribuir os bens sociais pela população em direcção a uma percepção de mais justiça social, impedir a educação popular na Fontinha não é só idiotice e ignorância. É puro autoritarismo fascista. O tirano Rio do Porto não tolerou que o povo da Fontinha se autorizasse a passar um atestado de incompetência à demissão da sua intervenção num dos mais conhecidos bairros populares do Porto. A Es.CoL.a da Fontinha foi (re) ocupada em 25 de Abril de 2012. Não se pode desalojar uma ideia.

(Re) Ocupada A Escola Da Fontinha


Em cada casa, em cada rua, em cada bairro. É preciso correr com os novos fascistas do poder.

Cavaco Silva

Escrever qualquer coisa sobre Cavaco Silva no dia 25 de Abril é trair os valores de Abril. Recuso-me a fazer isso.

É Preciso Correr Com Os Novos Fascistas Do Poder



Em cada casa, em cada rua, em cada bairro, a resistência ao novo fascismo avança. É preciso correr com os novos fascistas do poder.

terça-feira, abril 24, 2012

A Política Pode Ser Digna

Os Fascistas Da Troika Fizeram Mais Um Homicídio Na Grécia



“Violência é estar a trabalhar 40 anos por uma ninharia e não saber se um dia terás direito à reforma. Violência são os títulos do governo, as pensões roubadas e a fraude na bolsa. Violência é ser obrigado a obter um empréstimo hipotecário pago a preço do ouro. Violência é o patrão ter direito a demitir-me a qualquer momento. Violência é a precariedade, o desemprego, 700 euros com ou sem segurança social. Violência são os “acidentes” porque os chefes baixam as despesas com a segurança às custas dos trabalhadores. Violência é tomar a medicação psicotrópica e vitaminas para aguentar os tempos difíceis. Violência é ser um imigrante, viver com medo que a qualquer momento seja expulso para fora do país e constantemente sujeito à insegurança. Violência é ser ao mesmo tempo assalariada, dona de casa e mãe. Violência é quando te enchem o saco no trabalho e te dizem: “Sorria, poderia ser pior”. O que temos vivido eu chamo de rebelião. E como qualquer ensaio de rebelião é semelhante à guerra civil, cheira a gás lacrimogéneo, tem lágrimas e sangue. Não é facilmente contida e não é explorada. Eleva as consciências, acentua as contradições, e assegura momentos de companheirismo e de solidariedade. Abre caminho para a libertação social. Senhoras e senhores, bem-vindos à metrópole do caos! Coloquem trancas de segurança e sistemas de alarme nas vossas casas, liguem a televisão e desfrutem o espectáculo. A revolta será definitivamente mais escaldante com o progressivo apodrecimento da sociedade… A alternativa é sair para a rua com os seus filhos, declarar-se em greve, atrever-se a reclamar a vida que lhe roubam e recordar que uma vez já foi jovem e sonhou em mudar o mundo.” Texto de Savvas Metoikidis, professor e activista de 45 anos, o segundo assassinato político em poucas semanas, na Grécia.

Daqui:
http://5dias.net/2012/04/23/savvas-metoikidis-novo-assassinato-politico-as-maos-do-governo-grego/

domingo, abril 22, 2012

Povo Louletano Que Lavas No Rio



1. Domingo dia 22 de Abril, dia da Terra. Neste mesmo fim de semana o jornal do Algarve dá voz à Secretária de Estado Cecília Meireles para esta afirmar à boca cheia que petróleo e turismo não são incompatíveis. Pois não, há sempre a possibilidade de construir a modalidade do Turismo Petrolífero.

2. Saio para as ruas de Loulé e encontro uma multidão. Ainda tive esperança de estar perante uma manifestação anti-fascista levada a cabo por uma massa de indignados contra o governo fascista de Pedro Passos Coelho, a Troika, os fascistas locais encabeçados por Seruca Emídio e outros assim. Afinal era só a festa da Mãe Soberana, uma das mais interessantes manifestações religiosas a sul do Tejo.

3. Fiquei com a impressão que não há solução. Mudar de povo não é possível. Mudar o governo "dos do costume" só com outro povo e portanto Pedro Passos Coelho tem razão. Com um povo "piegas" só a emigração é a solução. Como eu gostava de ser Espanhol ou Grego. É que como li por aí nas redes sociais esta semana nas palavras de Vítor Hugo: "Entre um governo que faz o mal e o povo que o consente há uma certa cumplicidade vergonhosa".

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

Miguel Freitas, Mendes Bota, Seruca Emídio, Macário Correia And Many Others: Os Responsáveis Irresponsáveis

Um acidente com três carros, ontem à tarde, na EN125, em Almancil, Algarve, causou seis feridos, entre os quais uma criança de 8 anos, todos transportados ao Hospital de Faro. Uma das viaturas invadiu a faixa contrária, batendo de frente com outro carro. O terceiro veículo colidiu na traseira de um acidentado.

Lido no Correio Da Manhã.

sexta-feira, abril 20, 2012

O Ministro Das Finanças Vítor Gaspar Para Além De Incompetente, É Aldrabão

O ministro aldrabão e incompetente Vítor Gaspar foi defender junto dos especuladores em Washington que as suas medidas fascistas não têm penalizado as populações mais vulneráveis, o que é uma completa aldrabice. Ele sabe perfeitamente que há um estudo da Comissão Europeia que confirma que dos países sobre austeridade Portugal é aquele em que as "classes médias" e as classes mais pobres foram mais afectadas pelas medidas austeritárias. Não vale tudo Gasparzinho aldrabão. A receita Pinochetista fascista não permite que nos engane com a sua sonolência travestida de comunicador idiota.

Ver a menção aos resultados do conhecido estudo aqui:
http://sala-de-imprensa.net/blog/portugal-e-o-unico-pais-onde-a-austeridade-exigiu-mais-aos-mais-ao-pobres/

PS: Sim, os resultados do estudo dizem respeito sobretudo ao reinado do neoliberal PS de Sócrates mas desde que Passos Coelho e Gaspar chegaram ao poder, com o "ir para além da Troika" é óbvio que isso só agravou o desastre austeritário.

O Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo Na Imprensa Algarvia

Aqui:
http://www.algarveresident.com/0-46527/algarve/oil-and-tourism-dont-mix

quinta-feira, abril 19, 2012

24 de Abril





"Que tenham vergonha, porque estão a despejar um projeto pacífico de intervenção social, de intervenção comunitária, que envolve as crianças, os jovens, os adultos e os idosos do bairro».

Aqui:
http://www.tvi.iol.pt/noticia/aa---videos---sociedade/fontinha-escola-porto-tvi24/1342103-5795.html

Interoperabilidade Técnica

O que eu não vou rir (ou chorar, sei lá) quando chegar o Verão e o mais que expectável caos se instalar no Algarve. Nessa altura os algarvios só têm uma coisa a fazer. Exigir em uníssono a queda do governo PSD/CDS por incompetência manifesta na gestão da coisa pública. Uma solução seria colocar Pedro Passos Coelho nessas novas turmas para "burros" tão do agrado do "inteligente" Crato. O único problema era que talvez isso tivesse o efeito perverso de desqualificar cognitivamente essas turmas. Fica a idéia.

quarta-feira, abril 18, 2012

FMI aconselha menos dose de Austeridade do que aquela que receitou para Portugal

"Ajustamento", "estabilizador automático", "dose de austeridade". Algo me diz que uma qualquer destas noções (ideológicas obviamente) não resistia um segundo que fosse à análise científica dos factos económicos. A História conta-se em poucas palavras. Os "gajos" (os neo-fascistas da Troika e do governo Português) "foderam-nos" (a "nós", esses a quem se costuma designar por "povo português") com a receita que prescreveram em nome da cegueira ideológica (neoconservadora e neoliberal) e agora estão com medo da revolta dos povos. É absolutamente incrível se ninguém for preso ou exilado no fim desta História.

Aqui:
http://economia.publico.pt/noticia/fmi-avisa-demasiada-austeridade-pode-ameacar-a-retoma-1542454

Media e fabricação de rótulos

A capacidade dos media em fabricar "realidade" que vai muito para além da "realidade" é uma das mais poderosas máquinas de construção do actual mundo social. Numa curta entrevista que dei como membro do Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo já fui designado de "militante ambientalista", "dirigente" do MALP (o MALP não tem dirigentes) e não poucas vezes posições cidadãs em causas como esta entram no domínio do "activismo". Ora fosse eu interrogado sobre o que penso destas formas de classificação do mundo social e tenho muitas dúvidas que eu me revisse em alguma delas.

O Mundo Imaginário De Seruca Emídio Em Época De Bancarrota

"No que respeita à missão que abraçamos, no firme e inalienável propósito de servir a terra e os nossos conterrâneos, posso afirmar com grande margem de segurança que o Concelho é hoje, ao cabo de 10 anos de aturado trabalho e forte dedicação, com a prestimosa colaboração de todos, não apenas um lugar bem melhor para viver como uma referência no contexto geográfico e sociopolítico da Região. Promover o desenvolvimento equilibrado e sustentado, aliando quantidade e qualidade na intervenção de áreas que consideramos “chave” tem sido o nosso desígnio, com resultados e benefícios concretos para as populações. Podemos dizer que Loulé se “reconciliou” com o seu património histórico construído, após restauro, recuperação ou reabilitação de “Ex-Libris” como o Mercado Municipal, o Castelo, o Convento de Sto. António, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição e parte da zona histórica, bem como o Cine-Teatro Louletano, a nossa sala de espectáculos de referência, polivalente e de grande historial. Os espectáculos e as iniciativas culturais, numa diversidade nunca dantes registada, colocaram Loulé na rota e no calendário de grandes eventos nacionais, e com referências além-fronteiras. Noutro âmbito, refira-se o parque escolar que tem sido beneficiado com obras de melhoramento e novas instalações, incluindo ardinas de infância, tendo em conta a importância central do ensino. A nível desportivo, o Concelho conta hoje com um invejável conjunto de equipamentos, repare-se no Complexo de Piscinas Municipais de Quarteira, que, aliadas às nossas excepcionais condições climatéricas, proporcionam a melhor opção de tempos livres para inúmeros jovens, formando-os e descobrindo talentos nas modalidades mais diversas. Salientem-se também as intervenções ao nível do equipamento social, complementadas com acções diversas de apoio a idosos e aos mais carenciados. O saneamento básico, os caminhos e acessibilidades várias têm sido igualmente contemplados com obras de importância estruturante. E se todas as infra-estruturas são importantes, mais importante são as pessoas. Nelas temos investido numa constante busca de dar qualidade de vida aos residentes, e aos visitantes também, e de procurar dissipar assimetrias apoiando os que mais precisam, nomeadamente os mais idosos e os jovens com mais dificuldades. Este é um caminho que não tem fim, é um caminho permanente que exige dos responsáveis públicos toda a atenção e capacidade de concretização das boas ideias."

Aqui:
http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=126731

terça-feira, abril 17, 2012

Nova Acção Do Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo



O MALP vai estar no Mercado de Olhão numa acção de sensibilzação da população e recolha de assinaturas para a petição que pede a suspensão imediata da prospecção e exploração de petróleo na costa Algarvia, no dia 21 de Abril pelas 10h00.

Ver aqui:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100003494008810#!/profile.php?id=100003494008810

Espanha Não É Portugal



Espanha não é Portugal. Portugal não é a Grécia. Irlanda não é a Espanha. A Itália não é a Espanha. Portugal não é Portugal.

segunda-feira, abril 16, 2012

Memória Do Saque - Imprescindível Para Compreender O Saque Do PSD/CDS (Com O Consentimento Do PS) À População Portuguesa

Medina Carreira

O profeta da desgraça está na televisão (de novo) a dizer que o problema não é a austeridade mas a falta de explicação governamental das medidas de austeridade. É assim a modos como todos os dias me roubarem salários, reforma, subsídios de férias e de Natal, retirarem-me subsídios de desemprego e indeminizações por despedimento, facilitarem o despedimento, aumentarem as taxas moderadoras, elitizarem o Ensino Superior à maneira bruta, empobrecerem-me, retirarem-me a dignidade, a vida, o amor próprio e o apetite sexual e o "problema" não resulta de me tirarem tudo isto, o "problema" é o facto de eu não compreender o porquê de tudo isto ser bom para mim. Para Medina Carreira só vai haver crescimento económico na situação actual se houver "petróleo na costa". Eu já por aí tinha escrito. O petróleo é o novo Dom Sebastião que vai regressar numa noite de nevoeiro para salvar Portugal. A Repsol agradece. Ai amigo Otelo se eu tivesse lido os livros certos. Ainda era para aí o Che Guevara da Europa.

Atestados De Estúpidez: Onde É Que A Gente Estamos? Que País É Este?



Movimento Sem Emprego saiu à rua para fazer perguntas incómodas.

Há Quem Não Tenha Medo Da Repressão Dos Que Não Têm Medo



Protesto massivo em Espanha contra a intenção de criminalização dos protestos cidadãos contra o austeritarismo indigno e repressivo.

Ilhas Canárias Diz Não À Exploração de Petróleo Na Sua Costa: E o Algarve o que faz?



Acrescento: O silêncio das associações ambientais algarvias (e outras) sobre este assunto é um indicador preocupante do estado em que se encontram estas associações. O estado económico desde logo, mas não me parece que seja só isso.

domingo, abril 15, 2012

Titanic

Terapia De Choque Ou Neo-Fascismo?



Declarações de Luís Filipe Menezes aos 7 minutos e cinco segundos:

Recorrendo a uma metáfora com a línguagem médica diz: (...) era necessário uma terapêutica de choque, com antibióticos pesados, com quimioterapia, com medicamentos altamente gravosos e agressivos como são aqueles que estamos a tomar (...)

Depressão

Os riscos de entrar em depressão são enormes. Uma democracia cheia de falhas ou um novo fascismo em forma "soft", regra de ouro (um desastre para a Europa), perca de dignidade, ausência de reconhecimento no trabalho, familiares e eu próprio com sinais claros de início de depressão, impotência face ao monstro totalitário que se pressente estar a chegar. Uma total derrocada. Não, não é um caso isolado. Um dia em que se faça a História desta história espero que não se chegue à conclusão que Friedman e Pinochet foram uns meninos de coro nas suas experiências de laboratório no Chile. Espero, mas não há garantias de que não se chegue lá.

sábado, abril 14, 2012

Hoje em debate: Estrada da "Morte" e Via da "Vergonha"


Amanhã temos uma excelente oportunidade para debater as consequências, que já tínhamos previsto, na calamidade que afeta o Algarve, a partir da introdução de portagens na Via do Infante. E ainda, verificar a passividade e a irresponsabilidade dos dirigentes autárquicos e da AMAL, que baixaram os braços perante o vazio económico da A22 e o caos da EN 125. As soluções reformistas preconizadas pelos responsáveis económicos de entidades algarvias e por deputados do poder, de isentar turistas de verão, surgem como panaceias discriminatórias dos algarvios que trabalham e desenvolvem a economia da região. Soluções? Só há uma: a suspensão imediata da cobrança de portagens na Via Infante de Sagres/A22.

Daqui:
http://contrasensus.blogspot.pt/#!/2012/04/participa-na-assembleia-de-utentes-da.html

quinta-feira, abril 12, 2012

Das Políticas Económicas Assassinas



Suicídio: Crise económica faz mais uma vítima, em Almancil

Um conhecido empresário do ramo da construção civil com atividade imobiliária de bastante qualidade, pôs termo à vida hoje de manhã num estaleiro da empresa em Almancil, depois de ter regressado de uma reunião em Lisboa com entidades bancárias, o que por si só indicia, que a decisão do suicídio tem origem em problemas económicos. Fonte próxima revelou ao nosso jornal saber que o empresário vinha tratando há algum tempo uma depressão e que já teria ameaçado suicidar-se.

Sabe-se que a empresa iria efetuar o despedimento de cerca de duas dezenas de trabalhadores, ficando apenas com um número reduzido de funcionários. Refira-se que esta empresa há cerca de 7 ou 8 anos chegou a ter perto de 150 trabalhadores e distribuía serviços a pequenos empreiteiros da zona de Almancil e Loulé. Populares com quem contactámos atribuem a causa deste suicídio "às dificuldades económicas e financeiras, aos juros elevados dos empréstimos bancários e à carga fiscal com que as empresas se debatem atualmente."

O empresário natural de Montemor que se radicou em Almancil há cerca de 20 anos, deixa mulher e filho a braços com uma situação verdadeiramente complicada.

À família enlutada endereçamos sentidas condolências.

http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=126588
Foto: João Martins, no dia da greve geral de 22 de Março de 2012

quarta-feira, abril 11, 2012

O "Sistema" Está Com Medo Que O Medo Acabe



Espanha reforça repressão para que "mais gente tenha mais medo do sistema"

A resistência passiva usada nos piquetes na greve geral espanhola ou nas ações dos "indignados" passará a ser criminalizada. E quem convocar um protesto nas redes sociais será considerado membro de associação criminosa.

Aqui:
http://www.esquerda.net/artigo/espanha-refor%C3%A7-repress%C3%A3o-para-que-mais-gente-tenha-mais-medo-do-sistema/22709

terça-feira, abril 10, 2012

Petróleo e Portagens No Algarve Na Antena 1

PORTUGAL EM DIRETO

http://tv1.rtp.pt/multimediahtml/audio/portugal-em-direto/2012-04-10/110930

Podem ouvir aqui a minha intervenção aos 16mn e 17s em representação do Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo.

Observatório Do Observatório Do Algarve

As "elites" no poder no Algarve de vez enquanto deixam cair para a praça pública comportamentos que não faz lembrar a nossa senhora da Mãe Soberana. Se ainda bem se lembram antes de se extinguir o Governo Civil de Faro o PS da região fazia dançar em vésperas de eleições o cargo de Governador Civil utilizando o cargo para os belos interesses do partido. O espectáculo não foi nada bonito e a coisa sabe-se como acabou.

Depois saiu à rua um espectáculo deplorável na Região de Turismo do Algarve em que a disputa pelo poder se traduziu numa espécie de "o cargo é meu". A região de Turismo dançou entre a ausência de liderança e a liderança repartida a meias que também não foi espectáculo bonito de se ver.

Há pouco tempo uma coisa que se chama "ACRAL" (que supostamente serviria para defender os interesses dos comerciantes) e que segundo a imprensa e a blogosfera regional padeceu de dificuldade em encontrar o dinheiro das contas que parecia perdido, provocou uma mudança, no melhor daquilo que se fazia no jornalismo do Algarve, com o excelente trabalho da jornalista Conceição Branco a acabar numa indecente demissão (?). Onde se metem dinheiro, negócios e política só poderia dar merda. Tenho muitas dúvidas se o Observatório do Algarve vai voltar a ser o que era. Perdeu o Algarve mais uma vez. São as "elites" que temos. Perdeu o jornalismo também.

segunda-feira, abril 09, 2012

Portagens Na Via Do Infante: Razão Tinha António Aleixo

É um fartote de rir as declarações dos Macários, dos Cristóvãos, dos Freitas, dos Hoteleiros, dos etc, etc, etc. Para um tipo como eu que desde o início apoio incondicionalmente a Comissão de Utentes da Via do Infante isto é um fartote de risada. Alterar o sistema de pagamento de portagens? Atira-te ao mar Tóino e muda de país que este não é para burros.

Texto Para Ser Lido Em Assembleia Popular Contra A Exploração De Petróleo No Algarve



Comunicado em Assembleia Popular

Aos 21 dias do mês de Outubro de 2011, pelas 08 horas e 30 minutos, o governo PSD/CDS liderado por Pedro Passos Coelho assinava à sucapa, sem informar, sem esclarecer e sem qualquer discussão pública digna desse nome, nas costas dos portugueses e da população do Algarve, um contrato que autorizava a prospecção e exploração de petróleo na costa Algarvia.

Como alertou o deputado do PSD, Mendes Bota, estamos perante uma mudança de paradigma de desenvolvimento na região que passa pela transformação de uma região turística para uma região petroquímica. Helouísa Apolónia, deputada do partido Os Verdes confrontando o Primeiro Ministro na Assembleia da República já afirmou que estamos perante um negócio ruinoso para o Estado e para o povo português com potenciais riscos ambientais gravíssimos para toda a costa do Algarve. Para o MPT – O Partido da Terra, o governo e os partidos locais abandonaram a região e o Algarve está a ser saqueado dos seus recursos, deduz-se da sua opinião, com o consentimento tácito dos políticos que estão à frente desses mesmos partidos.

O Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo (MALP) não podia estar mais de acordo. O que está em jogo é a expropriação ecológica de toda uma região. A posição do MALP é clara. A crise não pode ser uma oportunidade de uns poucos expropriarem a vida de todos os outros. É tempo de dizer basta. Sem passar cartão às populações, sem realizar estudos dos riscos económicos, ambientais e sociais que fundamentassem uma tomada de decisão deste nível de responsabilidade, sem qualquer debate digno de registo na comunidade científica, política e social, o governo PSD/CDS de forma irresponsável avançou com a autorização da prospecção e exploração de petróleo no mar do Algarve.

Os pescadores foram proibidos de pescar de forma ilegítima sem qualquer direito a indemnização e estão sujeitos a coimas se o fizerem que podem atingir valores na ordem dos 30 mil euros. O turismo com os resíduos petroquímicos voará para destinos mais agradáveis. A economia pode sofrer danos irreparáveis e o ecossistema da região põe em causa toda a sua sustentabilidade. Perante isto, o governo só tem um remédio. Suspender de imediato a prospecção e exploração de petróleo na costa marítima do Algarve.

Não é só uma mera causa ambiental que está em jogo, como se isso, por si só, já fosse pouca coisa, é o desenvolvimento sustentável de toda a região, o futuro de cada um de nós e das futuras gerações que corre o risco de associado à hipoteca da bancarrota do país lhe ser acrescentada uma hipoteca resultante de uma verdadeira expropriação ecológica. É imperativo travar este desastroso negócio. Petróleo e turismo sustentável não combinam. Os nossos filhos e os nossos netos não vão com certeza perceber a herança petroquímica que lhes deixámos como futuro. Temos todos que dizer não à exploração de Petróleo na Costa Algarvia.

João Martins
Membro do Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo

Pobreza é Riqueza, Riqueza é Miséria, Fascismo é Democracia

Os salários dos portugueses podem perder 14% do valor, pelo menos até 2014. Ou seja, durante o período de aplicação do programa da "troika", os salários reais recuam quase 20 anos.

Aqui: http://sicnoticias.sapo.pt/economia/article1480001.ece

Árvores de Todo o Mundo - Avenida Portugal

O título informal de “rua mais bonita do mundo” atribuído à Rua Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre, tem origem em Portugal. A fama da Gonçalo se deve ao biólogo Pedro Nuno Teixeira Santos, de Covilhã, que edita o blog A Sombra Verde. Em 4 de março de 2008, ele escreveu o texto com o título que hoje é automaticamente associado à rua porto-alegrense – basta fazer uma pesquisa no Google.

Em Rio Grande, onde estive esta semana, há uma avenida que me chamou muito a atenção logo que cheguei. No canteiro central foram plantadas várias árvores, principalmente plátanos, o que torna mais agradável caminhar pelo meio da avenida – tanto que muitas pessoas o fazem.

Logo que comentei sobre a beleza da avenida, soube seu nome: Portugal. E imediatamente lembrei do Pedro e outros portugueses que tanto amam as árvores, como o
João Martins, de Loulé, que assim como o Pedro, é sócio da Associação Árvores de Portugal.

Abaixo, algumas fotos que tirei desta bela avenida. E considerando que as folhas das árvores já estão com uma coloração bacana agora em abril, no início do outono, peço ao leitor que imagine como estarão lá pela metade de maio…

Nota do macloulé: Tenho uma verdadeira admiração pela cidadania de Porto Alegre como ela está presente em alguns movimentos. Os Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho são um exemplo para todo o mundo. No meu caso, não fiz mais do que aquilo que faria um cidadão minimamente informado. Infelizmente, aparentemente sem grande resultado. O ar dos tempos aqui pela Europa é que é de uma grande crise de inteligência. Obrigado caro Rodrigo do blogue Cão Uivador.

* Não sou efectivamente sócio da Associação Árvores de Portugal mas sinto-me em dívida por não ser. Prometo entrar em contacto com o Pedro Nuno para inscrever os meus filhos Pedro e Miguel.

Aqui: http://caouivador.wordpress.com/

domingo, abril 08, 2012

A Política dos Porcos Fascistas É Assassina

A nota deixada pelo pensionista grego que se suicidou em frente ao parlamento consternou o mundo, mas em Portugal também há quem aponte o dedo à crise antes de pôr termo à vida. Em 2010 já houve mais suicídios que mortes nas estradas e o secretário de Estado da Saúde diz que com o agravar da crise e do desemprego "é possível e imaginável" que cada vez mais pessoas se suicidem.

Aqui:
http://www.esquerda.net/artigo/governo-admite-que-os-suic%C3%ADdios-v%C3%A3o-aumentar/22659

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

O Burro Do Freitas Não Se Cala

Então esse tal de Miguel Freitas que dizia à boca cheia que portagens na Via Do Infante sim, desde que se requalificasse a EN 125 ainda tem o descaramento de falar do sistema de portagens no Algarve? Ninguém muda as fraldas a esta gente?

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista



E aproveito para trabalhar que os neoliberais fascistas proibiram o direito à preguiça.

Qualquer Porco Fascista Já Pode Ser Ministro No Portugal Pós-Salazar

Críticas Ao Movimento Contra A Expropriação Ecológica Do Algarve Nos Comentários Do JN



Depois dos políticos corruptos e inaptos aliados aos interesses do grande capital financeiro terem hipotecado o nosso futuro através da bancarrota e da dívida, o governo neo-fascista de Pedro Passos Coelho autorizou a expropriação ecológica do Algarve arriscando a destruição do ecossistema de toda a região qual melhor passaporte para emigrar. Nos comentários à notícia divulgada pelo JN aparecem as críticas mais absurdas ao Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo. Não vamos deixar de reagir à crítica e avisamos desde já que estamos mais que vacinados contra isso.

Ver aqui no JN:
http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Faro&Concelho=Loulé&Option=Interior&content_id=2407732

sábado, abril 07, 2012

A Exploração De Petróleo No Algarve Na Imprensa Portuguesa

Um grupo de cidadãos do Algarve promoveu hoje, em Quarteira, uma ação de recolha de assinaturas para uma petição a entregar no Parlamento contra a exploração de petróleo na região, que consideram ter “riscos ambientais, económicos e sociais”.

A petição exige a suspensão imediata das ações de prospeção ao largo da costa Leste algarvia, entre Faro e a zona fronteiriça, considerando que se trata de “um negócio privado potencialmente danoso do interesse público, que pode destruir por completo a vida de toda a população residente”.

Em declarações à Lusa, um dos dirigentes do Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP), João Martins, sustentou que a exploração petrolífera na região é ambientalmente perigosa e pode acarretar “uma mudança de paradigma, numa região cujo desenvolvimento económico está centrado no turismo”. O militante ambientalista criticou a alegada falta de informação prévia por parte do Governo e “um certo secretismo na tomada de decisões” e apelou aos partidos políticos “para não brincarem com a vida das pessoas que residem nos territórios”.

Exortou também os agentes da região, nomeadamente os actores turísticos, ambientais e políticos, a “fazer disto uma questão central” e a “juntarem-se à causa”. Sublinhando que as plataformas associadas a uma eventual exploração de petróleo não poderão ficar a uma distância inferior a oito quilómetros, João Martins garantiu que, mesmo assim, as estruturas serão visíveis da costa “e podem ter gravíssimos impactos visuais com efeitos terríveis no turismo”.

O dirigente do MALP negou que haja qualquer ligação do movimento ao deputado Mendes Bota, deputado social-democrata eleito pelo Algarve que tem contestado intensamente a exploração petrolífera na região. A prospeção de petróleo e gás natural já em curso ao largo da costa Leste algarvia resulta de um acordo do Governo português com um consórcio formado pelos espanhóis da Repsol e os alemães da RWE.

http://www.publico.pt/Local/movimento-recolhe-assinaturas-contra-exploracao-de-petroleo-no-algarve-1541173

Culpas sistémicas e contradições biográficas

O que é impressionante no testemunho do reformado Grego que se suicidou na praça Syntagma é que ele inverte um dos mais poderosos modos de dominação dos poderes dominantes sobre a vida dos indivíduos. Se é verdade como disse Ulrich Beck que os indivíduos são hoje seduzidos a encontrar soluções biográficas para contradições sistémicas, o grego Dimitris Christoulas faz uma leitura da realidade que joga para o caixote do lixo das calendas o mecanismo habitual de transformação da vítima em culpado. É o sistema e todas as suas contradições no máximo esplendor aquilo que o levou a pôr termo à sua vida. Fica o seu testemunho em baixo. Que descanse em paz.

Escrito deixado pelo grego Dimitris Christoulas quando decidiu pôr termo à sua vida:

"O governo de ocupação aniquilou-me literalmente qualquer possibilidade de sobrevivência dado que o meu rendimento era inteiramente proveniente de uma pensão que eu, sem qualquer apoio de ninguém nem do Estado, financiei durante 35 anos.
Porque a minha idade me impede de assumir uma acção radical (se não fosse isso, se um cidadão decidisse lutar com uma Kalashnikov, eu seria o primeiro a segui-lo), não me resta nenhuma solução excepto colocar um fim decente à minha vida antes de ser forçado a procurar comida nos caixotes do lixo e de ser um peso para os meus filhos.
Eu acredito que a juventude sem futuro brevemente se erguerá [literalmente: “empunhará armas”] e enforcará todos os traidores nacionais de cabeça para baixo, como os Italianos fizeram a Mussolini em 1945 [Piazzale Loreto, Milão].

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

Fazendo As Vezes Da Comunicação Social Portuguesa

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

sexta-feira, abril 06, 2012

Os Burros No Algarve Afinal Não São Uma Espécie Em Vias De Extinção



Há tantos burros mandando
Em homens de inteligência
Que às vezes fico pensando
Que a burrice é uma ciência!

(António Aleixo)

Tugaleaks divulga acção do Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo

Criação do Movimento Algarve Livre de Petróleo e marcação de acção de sensibilização para dia 07 de Abril de 2012

O Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo – MALP – teve o seu primeiro encontro no Sábado de Manhã, dia 17 de Março, pelas 11horas, junto à Câmara Municipal de Loulé.

Foram acordados os seguintes objectivos:

Exigir a suspensão imediata da exploração de Petróleo e Gás Natural na costa marítima da região do Algarve;

- Recolher via on-line e nos territórios locais 4000 assinaturas no âmbito da petição pela suspensão imediata da exploração de Petróleo e Gás Natural na costa Algarvia com o objectivo de a entregar à Exma. Senhora Presidente da Assembleia da República de Portugal;

- Promover campanhas de sensibilização ambiental junto da população do Algarve sobre o problema da Exploração de Petróleo e Gás Natural na Costa Algarvia;

- Exigir estudos de impacte económico, social e ambiental que suportem o debate sobre a Exploração de Petróleo e Gás Natural no Algarve pela comunidade científica, política e social portuguesa;

- Exigir transparência pública e política em tudo o que diz respeito à Exploração de Petróleo e Gás Natural na Costa Algarvia;

- Exigir uma discussão pública (não uma mera consulta pública) alargada sobre os custos e benefícios para toda a região do Algarve da instalação da indústria petroquímica nos mares do Algarve.

O Movimento Por Um Algarve Livre de Petróleo decidiu também que a sua próxima acção no terreno será dia 7 de Abril, pelas 15 horas, no Calçadão de Quarteira. Esta acção terá como objectivo a recolha de assinaturas no âmbito da petição pela suspensão imediata da exploração de Petróleo e Gás Natural na costa Algarvia e a sensibilização da população para este problema da maior importância para o destino futuro dos habitantes da região e do país.

http://www.tugaleaks.com/malp7abril.html

quinta-feira, abril 05, 2012

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

Ó Gasparzinho Vai Para O Caralhinho!



Desculpem lá o título do post mas foi um "lapso". Fascistas de merda!

À Atenção Dos Fascistas Que Nos Governam



"O Governo de Tsolakoglou aniquilou qualquer possibilidade de sobrevivência para mim, que tinha como base uma pensão muito digna que paguei, por minha conta, sem qualquer ajuda do Estado, durante 35 anos. E dado que a minha idade avançada não me permite reagir de forma diferente (mas se um compatriota grego pegasse numa Kalashnikov, eu apoiá-lo-ia) não vejo outra solução a não ser acabar com a minha vida deste modo digno, para não ter que terminar rebuscando nos contentores do lixo, para poder sobreviver. Creio que os jovens sem futuro vão um dia pegar em armas e pendurar de cabeça para baixo os traidores deste país na Praça Syntagma, como os italianos fizeram com Mussolini em 1945. "

Nota: Foto e cartaz de João Martins. Lisboa, dia 22 de Março no Largo do Rossio.

Oficina de Cidadania e Assembleia Popular Contra O Petróleo No Algarve


O MALP já entregou esta semana a informação à Câmara Municipal de Loulé da Oficina de Cidadania e da Assembleia Popular de Sábado, dia 7 de Abril no Calçadão de Quarteira às 15 horas. Ver em baixo o comunicado:

Ex.mo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Loulé
Dr. Seruca Emídio

Assunto: Oficina de Cidadania Ambiental e Assembleia Popular

Data da informação: 03/04/2012

O Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo (MALP) vem por este meio informar que vai levar a cabo uma Oficina de Cidadania Ambiental e uma Assembleia Popular no dia 7 de Abril de 2012 no Calçadão de Quarteira em frente ao Quartel dos Bombeiros com o objectivo de recolher assinaturas no âmbito da petição pela suspensão imediata da prospecção e exploração de petróleo e gás natural na Costa Algarvia e de sensibilizar a população para os riscos económicos, sociais e ambientais a que fica exposta a região do Algarve. Em representação do MALP, eu, João Martins, contribuinte nº (...) faço comunicar a sua excelência a nossa intervenção no espaço público.

Ver mais aqui:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100003494008810#!/profile.php?id=100003494008810
Foto: Copiada do blogue A Defesa de Faro.

Em Abril, Troiko A Festa Da Mãe Soberana Pela Poesia Anti-Fascista

quarta-feira, abril 04, 2012

As Políticas Assassinas Da Troika Aumentam Exponencialmente O Número de Suicídios



Um reformado de 77 anos suicidou-se em frente ao Parlamento grego, em Atenas, depois de afirmar que se negava a procurar comida no lixo. Testemunhas dizem que o homem deu um tiro na cabeça, após gritar "Tenho dívidas, não aguento mais! Não quero deixar as dívidas ao meu filho". Na nota de suicídio, o farmacêutico reformado aponta os políticos e os problemas económicos como culpados pela sua decisão, informou a polícia. O Governo "eliminou qualquer esperança de sobrevivência e não encontro outra forma de luta a não ser um final digno, para não ter de começar a remexer o lixo para conseguir comida", dizia a mensagem. Dezenas de pessoas concentraram-se para prestar homenagem ao homem e os indignados gregos já disseram que vão fazer uma manifestação. O Governo grego informou o ano passado que o número de suicídios sofreu um aumento de 40 por cento.

Ler mais:
http://visao.sapo.pt/reformado-suicida-se-em-frente-ao-parlamento-grego=f657122#ixzz1r0bQSoz2


Nota: Foto e cartaz de João Martins, este último colocado junto à Assembleia da República Portuguesa no dia da última greve geral.

Movimento Sem Emprego - Uma Classe Para Si Em Construção?



Movimento Sem Emprego

Manifesto

Unidos pelo Direito ao Trabalho e à Dignidade!

Portugal segue um caminho autodestrutivo: mais de um milhão de homens e mulheres estão sem emprego. Há cada vez menos emprego com direitos. Ao mesmo tempo reduzem-se as prestações sociais, dificulta-se o seu acesso e facilita-se a sua retirada.

O trabalhador desempregado é criminalizado e desumanizado. Perde direitos, não usufruindo de Igualdade nem Liberdade. O trabalhador desempregado, como os que dele dependem, perde acesso a serviços essenciais, à educação, à cultura, à saúde, à mobilidade e por estas razões o trabalhador desempregado dificilmente cumpre com as obrigações da sua vida pessoal, familiar e social.

Ao mesmo tempo que cresce o desemprego, crescem o trabalho precário, o trabalho a falsos recibos verdes e as empresas de trabalho temporário.

Ao mesmo tempo que cresce o desemprego e o trabalho sem direitos, os trabalhadores desempregados são utilizados como moeda de troca para a redução de direitos e salários e aumento dos deveres, responsabilidade e horas de trabalho dos concidadãos empregados. Estes, assim chantageados, acabam por ceder passivamente a situações ilegais ou indignas, entretanto tornadas legais.

O trabalhador desempregado está apto a trabalhar e quer trabalhar.

O trabalhador desempregado não quer esmola, quer emprego com direitos para si e para os seus concidadãos.

O trabalhador desempregado precisa de apoio social na procura de emprego, mas acima de tudo precisa de um emprego digno, estável, que cumpra os seus direitos constitucionais, para poder viver uma vida independente e contribuir, como os seus concidadãos, para o bem comum.

Assim exigimos:

O cumprimento efectivo do Artigo 23° da Declaração Universal dos Direitos Humanos, ao qual Portugal se obriga por tratados internacionais:

a) Toda a pessoa tem direito ao trabalho, à livre escolha do trabalho, a condições equitativas e satisfatórias de trabalho e à protecção contra o desemprego.

b) Todos têm direito, sem discriminação alguma, a salário igual por trabalho igual.

c) Quem trabalha tem direito a uma remuneração equitativa e satisfatória, que lhe permita e à sua família uma existência conforme com a dignidade humana, e completada, se possível, por todos os outros meios de protecção social.

d) Toda a pessoa tem o direito de fundar com outras pessoas sindicatos e de se filiar em sindicatos para defesa dos seus interesses.

O cumprimento efectivo da Constituição Portuguesa, nomeadamente do Artigo 58.º Direito ao trabalho:

1) Todos têm direito ao trabalho.

2) Para assegurar o direito ao trabalho, incumbe ao Estado promover:

a) A execução de políticas de pleno emprego;

b) A igualdade de oportunidades na escolha da profissão ou género de trabalho e condições para que não seja vedado ou limitado, em função do sexo, o acesso a quaisquer cargos, trabalho ou categorias profissionais;

c) A formação cultural e técnica e a valorização profissional dos trabalhadores.

O Movimento Sem Emprego considera que um trabalhador desempregado não é um criminoso. Assim exige ainda, para além do presente nestes artigos:

1. O fim do tratamento discriminatório e punitivo do trabalhador desempregado:

- Fim do “termo de residência” enquanto tem direito às prestações sociais para as quais contribuiu;

- Fim da obrigação de aceitar situações incompatíveis com a procura de emprego ou melhoria de qualificações, como por exemplo o voluntariado, que não representa um verdadeiro emprego com os respectivos descontos para a segurança social;

- O trabalhador desempregado, enquanto cidadão digno, apto e empenhado em encontrar emprego exige o fim da discriminação e difamação a que é sujeito pela imprensa, comunicação social e comunicados governamentais.

2. Exigimos ainda a criminalização do trabalho precário, temporário, sub-emprego e trabalho sem direitos que exijam ao trabalhador desempregado, precário ou sub-empregado as responsabilidades e deveres de um trabalhador empregado.

O Movimento Sem Emprego é constituído por trabalhadores que alternam a sua condição entre o desemprego, o sub-emprego ou a precariedade. Estamos empenhados na união dos trabalhadores desempregados e no combate político de defesa dos seus direitos. O Movimento Sem Emprego pretende ainda dar apoio jurídico e denunciar situações de incumprimento, de injustiça, de criminalização e opressão dos trabalhadores desempregados.

Unidos pelo Direito ao Trabalho e à Dignidade!

Daqui: http://5dias.net/2012/04/04/unidos-pelo-direito-ao-trabalho-e-a-dignidade-subscreve-o-manifesto-do-movimento-sem-emprego/

Pós-Democracia Ou Novo Fascismo? O Que Já Espanta É que Ninguém Se Espante...


Jurre Hermans é um jovem holandês, agora com 11 anos, e juntou-se ao coro de pessoas que apelam à saída da Grécia da moeda única. O holandês ganhou uma menção honrosa no prémio económico Wolfson para o melhor plano de contingência em caso de um ou vários estados-membros saírem da zona euro.

O jovem de Breedenbroek, no leste do país, ganhou 100 euros em vouchers pelo seu plano extremamente simples para a saída da república helénica do bloco monetário, explica o The Guardian. Herman sugeriu que os gregos deviam ser forçados a trocar os seus euros por dracmas, para que o Governo grego pague as suas dívidas com os euros que recolher.

http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=2399965&seccao=DinheiroVivo

terça-feira, abril 03, 2012

A Morte Voltou A Sair À Rua Na EN 125



Brutal acidente na EN 125 fez mais um morto. Alguns não têm remorso na consciência, porque para haver remorso era preciso haver consciência. Seja lá isso o que fôr.

Pós-escrito: Talvez inspirados em Zygmunt Bauman pudessemos falar de uma consciência líquida. Quer dizer, assim a modos como o material descartável, ajustável, portanto, em cada momento. Mas é só uma analogia e talvez uma hipótese a ser testada, nada mais que isso.

Aqui:
http://safeplace52.blogspot.pt/2012/04/brutal-acidente-na-en125-fez-mais-um.html

FlashMob Anti-Fascista



segunda-feira, abril 02, 2012

Câmara de Loulé proíbe crianças de mais de 10 anos de andar de bicicleta no Parque Municipal

Depois de ter gasto perto de quatro milhões de euros dos contribuintes louletanos na "requalificação" de um parque que não precisava de milhões para ser "requalificado" (muito menos num contexto em que a miséria alastra como derrame petrolífero na praia de Quarteira) o Doutor Seruca Emídio proibiu as crianças de mais de 10 anos e os adultos de andarem de bicicleta no Parque Municipal de Loulé. Numa terra em que não há ciclovias e em que o único sítio onde se podia andar de bicicleta sem se correr riscos na estrada era precisamente o Parque Municipal de Loulé a proibição atinge contornos ridículos. Não é só o governo de Passos Coelho e o PSD nacional que estão eivados de tiques fascistas. Por cá, eles circulam por aí.

Já Não Dá - Saímos Para A Rua



Agora aguentem-nos. O mundo já está a mudar.

domingo, abril 01, 2012

Suspensão de Portagens Na A22

É uma notícia excelente para o Algarve. O governo de Pedros Passos Coelho na sequência da advertência das instâncias europeias para a situação de ilegalidade em que se encontra o Estado Português face às ex-Scut anunciou para breve a suspensão de portagens no Algarve. O Ministro da Economia disse hoje mesmo que o Algarve não pode suportar mais os custos das más decisões governamentais. No Algarve os principais líderes partidários congratularam-se com a decisão afirmando que se não há condições para se continuar a requalificação da EN 125 não faz sentido portajar a Via do Infante. Boas notícias para os algarvios.

Petróleo No Algarve: Deputada Helouísa Apolónia Acusa O Governo de Negócio Ruínoso e Danoso Para os Portugueses



O Movimento Por Um Algarve Livre De Petróleo agradece à deputada Helouísa Apolónia a sua interpelação ao governo e corrobora as suas palavras quando diz que a prospecção e exploração de petróleo no Algarve é um negócio ruinoso para a população portuguesa e em particular para a população do Algarve. É toda a costa marítima algarvia que fica em risco. A crise não pode ser uma oportunidade de uns poucos destruirem a vida de todos os outros.