quarta-feira, janeiro 14, 2015

Austeridade E Agravamento Das Desigualdades Sociais Em Portugal

Austeridade agravou desigualdades

As medidas da "troika" - ou seja, numa palavra, a austeridade - inverteram a recuperação das últimas duas décadas em matéria de desigualdades e agravaram o fosso entre o pequeno e restrito grupo dos muito ricos e a restante população, defende António Firmino da Costa. "A partir do desencadeamento das políticas de austeridade, as desigualdades económicas e sociais têm sofrido um agravamento muito considerável", sublinha. "Boa parte da população" ficou sem perspectivas de subir na vida e uma fatia "significativa" da classe média "perdeu condições de vida" nos últimos anos, argumenta. Há também maior dificuldade de acesso dos mais pobres a "condições de vida elementares".
 
Declarações de António Firmino da Costa aqui:

Sem comentários: