quinta-feira, dezembro 29, 2016

PS Algarve 2016, Um ano a aldrabar os algarvios

Da série: - Acreditar nos políticos. Depois falam em e querem a "confiança" dos cidadãos. Deve ser isto o "populismo".

segunda-feira, dezembro 26, 2016

A Seita Do Bloco De Esquerda

Aquilo em que se transformou o Bloco de Esquerda. Depois de eu pessoalmente enquanto cidãdão ter sido alvo da mais vil operação de ostracização e de desqualificação pessoal e social por parte do líder do Bloco de Esquerda do Algarve e da sua trupe que manifestamente não entendem o que é a democracia e o direito à critica política e social não me espanta nada que as coisas tenham chegado a este ponto. De movimento social a partido e de partido a seita partidária. Não se augura grande futuro.
 

domingo, dezembro 25, 2016

Os Idiotas Úteis

Depois de abraçar a direita e oferecer de bandeja ao patronato a baixa da TSU, Costa pisca agora o olho à esquerda e quer construir uma "sociedade decente". Este ziguezaguear que pretende estar sempre de bem com Deus e com o Diabo, que o mesmo é dizer com o trabalho e com o capital, nunca deu bom resultado. Costa vai rebentar de vez com toda a esquerda portuguesa no médio prazo. Foi assim em Itália. Foi assim em França. Foi assim em Espanha. E com um Primeiro-Ministro a transformar o PCP e o Bloco de Esquerda nos "idiotas úteis" da sua governação não se vê como pode ser de outra maneira neste retângulo à beira mar plantado.
 

Ainda A Pós-Verdade Das Mentiras Da Geringonça

O movimento anti-petróleo no Algarve está a fechar os olhos a esta dúvida que se instalou depois das declarações do ministro da economia à imprensa e que claramente não apontam para uma qualquer revogação dos contratos de exploração de petróleo no Algarve. Pressentem-se nos jogos de bastidores forças dentro dos movimentos sociais e próximas dos partidos políticos no poder que querem ganhar tempo e deixar instalar a percepção pública de que os contratos de exploração de petróleo no Algarve foram mesmo revogados sem sabermos se isso corresponde à verdade. Esse é o jogo que apenas interessa ao governo e aos autarcas. A nós, população do Algarve, interessa-nos exigir toda a verdade dos factos. Eu quero saber se fui mesmo enganado com uma redonda mentira.
 

Pergunta De Natal Ao Dr. António Costa E À Geringonça De Aldrabões

Pergunta de Natal para o Dr. António Costa e para a geringonça de aldrabões que mantém indecentemente a ameaça da exploração de petróleo e gás em cima da vida dos Algarvios: - Afinal, o que é que há de verdade na notícia do Diário de Notícias que anunciava que o governo revogou os contratos de exploração de petróleo no Algarve? Quantos contratos foram revogados e quais? Se não foi nenhum porquê que não o foi ainda? E porquê que a geringonça de aldrabões teima em não acabar de vez com os contratos todos? Agradece-se a resposta. Acabou-se a paciência.

sábado, dezembro 24, 2016

O Cheiro E As Moscas

Da série: - Mudaram as moscas. Mas percebe-se. É a geringonça, pá. E temos que salvar toda a banca nacional, os lesados do BES e agora até vamos salvar o patronato e as suas empresas via baixa da TSU (coitadinhos, sem essa benesse não sobreviviam). Esquerda? É só virar ali na primeira à direita.
 

sexta-feira, dezembro 23, 2016

Os Maus Ladrões Da Direita E Os Bons Ladrões Das Esquerdas

Há uma parte do milhão que saiu para a rua muito indignada com a proposta da direita radical de baixar a TSU para o patronato que agora aceita a traição da geringonça aos trabalhadores portugueses com a maior benevolência. É também por isto que Portugal é um país com o futuro aniquilado.

Feliz Natal

Geringonça de aldrabões. Basta da ameaça permanente da exploração de petróleo e gás em cima das nossas vidas. Há medida que o tempo passa e os contratos de exploração de petróleo não são cancelados mais indecente se torna o terrorismo político desta gentinha que se diz de esquerda sobre as populações do Algarve. Basta! Esta canalha tem que ser confrontada com protestos a sério. A paciência vai-se esgotando. Os partidos políticos estão capturados por bandos de malfeitores especializados em destruir a vida das pessoas. Feliz Natal!

A Baixa Da TSU Aos Patrões, A Grande Traição Da Geringonça Aos Trabalhadores Portugueses

A geringonça a conseguir o que a direita radical de Passos Coelho não conseguiu. Um milhão de pessoas na rua, lembram-se? Parece que já ninguém se lembra de nada. A memória social é uma coisa lixada. É inaceitável? Sim. Mas temos que apoiar a geringonça? Pois é. Se fosse a direita a fazê-lo haveria grandes manifestações de rua? Sim. Mas como é a geringonça a gente deixa passar? Sim. As "esquerdas" estão destinadas a engolir sapos? Sim. Daqui a uns tempos já ninguém se lembra? Talvez. As esquerdas do mal menor têm futuro? Não me parece.

Os Adiotas

Levanto a hipótese de que 2017 será o ano da aceleração intensa do processo de desintegração Europeia. Com a Itália a ferro e fogo com o resgate à banca Italiana a ser paga pelos contribuintes e sem um Primeiro-Ministro legitimado democraticamente. Eleições em França com a probabilidade alta de vitória da extrema direita xenófoba de Marine Le Pen e a conflitualidade social a crescer na Alemanha, isto tem tudo para implodir. Andaram a construir uma tecnocracia anti-democrática nas costas dos povos e ao serviço dos banqueiros. Agora aguentem-se. Por cá, prevalece a adiotia do costume. Quando tudo desmoronar a gente logo vê o que é que faz. Por agora, é a vez da geringonça ir ao pote.
 

quinta-feira, dezembro 22, 2016

O Embuste Governamental Da Exploração De Petróleo No Algarve

Portanto como refere a Associação de Hotelaria de Portugal estamos a fazer uma festa a partir de uma declaração de intenção que não se concretizou (e nem sequer foi feita por qualquer membro do governo). Confundir os desejos com a realidade nunca deu bom resultado. Em Portugal em qualquer luta não basta lutar contra o governo que nos oprime. É preciso fazer a luta contra uma parte do povo que gosta da pancadaria. Estranho mistério este de um povo que gosta de acreditar em fantasias irrealistas.
 

Ainda Sobre A Colonização Partidária Do Movimento Anti-Petróleo No Algarve

Na sequência do anúncio do Diário de Notícias de meados de Dezembro há várias perguntas cruciais da luta anti-pétróleo no Algarve e que parece que grande parte do movimento ambiental se está a recusar a fazer: - Foi rescindido algum contrato de exploração de petróleo e gás no Algarve? Se sim, qual/quais? Se não foi e apenas houve notificação a alguma das petrolíferas, qual foi o objectivo da notificação? O governo decidiu mesmo cancelar os contratos de exploração de petróleo no Algarve? Se sim, quantos? 1? 2? 3?...O que decidiu o governo para o furo de Aljezur? O silêncio nestas coisas é um péssimo conselheiro e interessa sobretudo ao Governo e às petrolíferas. Da nossa parte, não nos calarão!

Pós-Verdade?

Sem um anúncio claro do governo a dizer que contratos de exploração de petróleo no Algarve foram revogados sinto-me na obrigação como cidadão de exigir aos autarcas do Partido Socialista, José Amarelinho e Vítor Aleixo, que contactaram pessoalmente alguns activistas anti-petróleo no Algarve para os felicitar (o primeiro, isto não se aplica do que tenho conhecimento ao segundo, que partilhou a "decisão" no seu facebook) que esclareçam as populações do Algarve sobre que contratos afinal revogou o governo. É do máximo interesse público saber se as populações foram enganadas pelo governo da geringonça com a conivência e participação dos autarcas. Afinal, o que significa a notícia lançada pelo Diário de Notícias em meados de Dezembro de que o governo revogou os contratos de exploração de petróleo? Mentir não vale. Já chega. Se isto não for esclarecido voltamos aos protestos à porta da Câmara Municipal de Loulé. Como cidadão da cidade de Loulé já fui uma vez enganado pelo Dr. Vítor Aleixo nas portagens da Via do Infante. Não quero ser mais nenhuma vez aldrabado. O assunto é demasiado sério. É o futuro dos nossos filhos que está em causa.

Sobre Os Vampiros Que Nos Chupam O Sangue E Destroem A Nossa Vida

Então o que sabemos com alguma segurança dos contratos de exploração de petróleo e gás no Algarve? Sabemos que o governo notificou a Repsol/Partex no sentido de não sabemos muito bem de quê. Da Portfuel sabemos que Sousa Cintra disse estar surpreendido porque não foi notificado por ninguém. E sabemos que o Governo Socialista e a geringonça querem revogar os protestos do movimento anti-petróleo no Algarve antes das eleições autárquicas. É o que sabemos. Não sabemos mais nada. Precipitámo-nos nos festejos. Confiámos no que ainda poderia restar de boa fé nos políticos, nos autarcas e nos jornalistas. Ora isso já não existe. Existe poder, manipulação e ganância. É o que temos. É com isto que vamos ter que contar. Até ao momento não há nenhuma confirmação oficial de um quaisquer contrato de exploração de petróleo no Algarve ter sido revogado. Era bom que perguntássemos ao governo, afinal o que se passa?

O Grande Embuste Da Geringonça Sobre A Exploração De Petróleo No Algarve

Hora do devaneio anti-petrolífero: - A gente apercebe-se que o anúncio jornalístico da revogação dos contratos de exploração de petróleo e gás é um perfeito embuste que enganou quase toda uma multidão. Apercebe-se ainda que o governo da geringonça atingiu um nível de aldrabice ao nível dos governos de Passos Coelho e de Sócrates e mais uma vez não há notícias do movimento ambiental do Algarve ter uma qualquer reação. Nem um suspiro. Zero de indignação. Muito menos um ranger de dentes. Nada. O governo mentiu omitindo a não decisão. Os jornais venderam a mentira. Os autarcas felicitaram os enganados. E os algarvios fazem de conta que se livraram dos contratos de prospecção e exploração. Voltámos aos contos da Cinderela e da Branca de Neve. E toda a gente parece interessado em acreditar na fantasia. De vez em quando voltamos à sonolência. Só ainda não percebi com clareza é se há mesmo muita gente interessada em não acordar.

quarta-feira, dezembro 21, 2016

A Exploração De Petróleo No Algarve, O Movimento Ambiental Confundindo Os Desejos Com A Realidade

Voltando ao assunto da exploração de petróleo e gás no Algarve. O movimento ambiental e social anti-petróleo e gás no Algarve está propenso a acreditar na notícia lançada pelo Diário de Notícias de que o governo teria rescindido os contratos com a Portfuel e a Repsol/Partex. Ora as declarações à imprensa do Ministro da Economia do governo Socialista, Manuel Caldeira Cabral, e do eurodeputado Carlos Zorrinho, são tudo menos tranquilizadoras e em nenhum momento o governo de António Costa disse ter já rescindido um qualquer contrato com uma quaisquer petrolífera. Se o movimento ambiental quiser trabalhar em cima de fantasias em vez de trabalhar em cima de factos consumados fazendo passar os seus desejos por realidade, força. Está no seu direito. Eu também de início caí na esparrela e fiz uma ingénua e alegre festa. Depois não digam (mais uma vez) que o pessoal do MALP não avisou.

O Jogo Da Verdade E Da Mentira Vai-se Tornando Cada Vez Mais Claro

"Portugal e Espanha seguiam a todo o gás para o Centro da Europa quando chocaram nos Pirenéus. A Península Ibérica quer afirmar-se como uma das principais rotas de fornecimento de gás natural para a União Europeia, mas o processo tem esbarrado em inúmeros obstáculos. O maior de todos é poderoso, fala francês e alega que a natureza do projeto vai arrasar a natureza da paisagem. Para que o gás natural seja transportado de Portugal e Espanha para o resto da Europa, será necessário construir de raiz uma mega infraestrutura entre os três países."
 

Da Lucidez

Para quem quiser perceber o colete de forças em que estamos metidos está aqui o máximo de lucidez possível. Um grande artigo de Carlos Carvalhas. Não altero uma linha.
 

terça-feira, dezembro 20, 2016

A Exploração De Petróleo No Algarve: Já Não Se Trata Só De Pós-Verdade, Entrámos Na Surrealidade

Sobre a exploração de petróleo e gás no Algarve. É preciso que o governo português, via António Costa, esclareça urgentemente e de uma vez por todas se os contratos de exploração de petróleo a Sul o país vão ser mesmo cancelados ou se não passou de mais uma manobra manipulatória do partido socialista para Algarvio ver em véspera de eleições autárquicas. É do maior interesse público que toda a gente que está envolvida na luta anti-petróleo faça com caracter de urgência esta pergunta ao Senhor Primeiro-Ministro, ao seu governo e aos deputados da geringonça. Afinal, quanto de verdade há na notícia do Diário de Notícias que anunciou o fim dos contratos de exploração de petróleo no Algarve?

segunda-feira, dezembro 19, 2016

O Partido Socialista, A Brincar Ao Petróleo Com Os Algarvios

"Espero que o processo possa ser retomado de forma robusta avaliando todos os impactos favoráveis e desfavoráveis para as pessoas, para o ambiente e para a economia, do processo de pesquisa e da eventual exploração de combustíveis fosseis na Região, de forma a que a decisão que vier a ser tomada sobre a exploração ou a não exploração desses recursos seja devidamente sustentada." (Afinal os contratos ainda não foram cancelados e esta gente do Partido Socialista anda a gozar connosco!)
 

sábado, dezembro 17, 2016

De Novo Os Rankings E As Desigualdades Escolares

O jornal Público acaba de publicar mais um ranking das escolas básicas e secundárias em Portugal. Algumas breves observações iniciais. A instituição escolar continua a funcionar como um mecanismo forte de reprodução das desigualdades sociais. Quer no Ensino Básico quer no Ensino Secundário as escolas de privilégio aparecem concentradas no topo do ranking estando ausentes na sua cauda. No secundário e no básico as escolas privadas ocupam as primeiras 30 posições do ranking e só a partir da casa das trinta posições aparecem as primeiras escolas públicas. Não se percebe porque razão as escolas privadas não são obrigadas a divulgar os indicadores nível de escolarização dos pais e percentagem de alunos a receber apoio de acção social na escola (por exemplo, a Escola Internacional de Vilamoura). A percentagem na maior parte das escolas de alunos sem "percursos directos de sucesso" também é elevadíssima com escolas a evidenciarem níveis de reprovação assustadores (o caso da Escola Secundária de Loulé). Depois há o outro lado da moeda, os casos das escolas em contextos socioeconómicos desfavorecidos onde se conseguem resultados acima dos valores esperados. O que quer dizer que estas enormes desigualdades não são uma fatalidade. O discurso governativo de reacção a estes resultados vai no bom sentido. Assim se haja em conformidade.

quarta-feira, dezembro 14, 2016

O Seu A Seu Dono

O senhor Presidente da Câmara de Aljezur que me perdoe mas tenho que tornar público o seu telefonema pessoal desta manhã a agradecer o envolvimento do MALP na luta contra a exploração de petróleo e gás no Algarve. Sei que fez o mesmo a outras pessoas e grupos mas porque se trata de uma atitude rara nos tempos que correm em política e porque o reconhecimento e a gratidão fazem parte da relação entre seres humanos não poderia deixar de destacar aqui o papel de dois autarcas que foram decisivos para esta grande vitória dos algarvios na luta de David contra Golias que é a luta contra as petroliferas no Algarve. São eles de seu nome José Amarelinho e Vítor Aleixo. Este último foi decisivo quando na sequência de um protesto à porta da Câmara Municipal de Loulé levado a cabo pelo MALP agarrou na causa e a levou à Assembleia Municipal de Loulé e a seguir lhe deu prioridade na AMAL. O seu a seu dono. Falta agora cancelar o contrato ao largo de Aljezur do consórcio ENI/GALP. O Algarve em peso está com José Amarelinho e com a população do barlavento algarvio. Não Passarão! Força Aljezur!

A Luta Contra A Exploração De Petróleo No Algarve, Um Grande Vitória Da Cidadania

"Estão todos de parabéns: aqueles que se envolveram na luta contra a prospeção e exploração de petróleo no Algarve que era uma luta pelo futuro das novas gerações e da sustentabilidade da região", observou João Martins, que dá também os parabéns ao Governo "porque soube ouvir as populações".
 

terça-feira, dezembro 13, 2016

Uma Manobra De Distração?

O Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP) pergunta: - A proposta de referendo à exploração de petróleo e gás no Algarve lançada para a imprensa pelo Dr. Vítor Aleixo foi mesmo a sério ou foi só mais uma manobra de distração para camuflar o facto do governo ter deixado passar o prazo de cancelamento dos contratos do senhor Sousa Cintra? É preciso que isto se esclareça.

domingo, dezembro 11, 2016

Da Higienização Pública

Durante anos a fio o subsolo da Gare do Oriente serviu de abrigo a dezenas de seres humanos a quem pouco mais restava do que a protecção do frio e da chuva que fica nos subterrâneos construídos para ligar a cidade de Lisboa à nova catedral do consumo, o Centro Comercial Vasco da Gama. Parece que não há mesmo lugar ao de cimo da terra para quem perdeu utilidade social para o sistema que nos consome. De volta à cidade, portanto. Terrível. Um acto criminoso de higienização pública por parte do governo local num contexto de governação da geringonça. A estratégia política é clara. Longe da vista, longe do coração.
 

Requiem Pelas Esquerdas

"Por fim, temos o equívoco da esquerda, cujo corolário em termos de tese é simples de enunciar: a esquerda acabou. Se ressuscitará ou não ninguém sabe, mas a esquerda como corpo doutrinário ou ideológico, coerente e mobilizador de valores, capaz de estruturar convicções e projectos alternativos à “ordem dominante”, desapareceu."
 

sexta-feira, dezembro 09, 2016

Uma Verdadeira Geringonça

423 mil euros para fazer despedimentos em massa. A fórmula habitual da selvajaria neoliberal agora suportada por PS, Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português. Os mais de 5 000 milhões de euros roubados aos contribuintes portugueses para salvar a Caixa Geral de Depósitos serve para pagar salários milionários aos administradores de um banco supostamente ao serviço do interesse público e para despedir trabalhadores. Se isto não é uma verdadeira geringonça.
 

quinta-feira, dezembro 08, 2016

O Alexandre Das Petrolíferas

Acontece tudo a um homem na vida. Não me bastava nos últimos anos ser atacado, ofendido e vilipendiado pelas gentes dos partidos políticos da esquerda à direita no algarve agora aparece aqui esta espécie de gente simpático das petrolíferas com ataques permanentes ao meu bom nome. Isto é que é uma vida. Alguém me sabe dizer quem é este Alexandre Guedes da Silva que passa o seu tempo a maldizer a minha pessoa?
"Alexandre Guedes da Silva: O João Eduardo e a sua trupe estão a delirar e a dar-me muita vontade de rir. Só mesmo num filme cómico é que é possível tanto disparate junto - ARICA (CL) é naturalmente o destino do Geosund e só é Secreto para inábeis ou info-excluidos."

quarta-feira, dezembro 07, 2016

Atreve-te E Vais Ver O Que É O Bom E O Bonito, Basta!

Atreve-te e vais ver o Algarve em peso a esgravatar os jardins da Gulbenkian com manifestações diárias à procura de petróleo e gás. Depois não te queixes. Já basta de ameaças permanentes de destruição dos modos de vida das populações locais. Queremos um vida digna e decente no Algarve e não abdicaremos de tudo fazer para a defender.
 

segunda-feira, dezembro 05, 2016

A Geringonça E A Violência Escolar No Agrupamento De Escolas Padre João Cabanita

O telemóvel toca. Informam-me que o meu filho mais velho foi agredido. Parece que o jogaram ao chão, apertaram-lhe o pescoço até sufocar e o pontapearam na barriga. Antes jogaram-lhe um martelo à cabeça que por sorte só lhe acertou nas costas. Não, não se pense estou a falar do faroeste. Estou a falar do Agrupamento de Escolas Padre João Cabanita. Parece que tudo isto foi porque o Pedro estava a ocupar um território periférico na escola onde seria suposto não estar. Já depois do telefonema vi um comunicado do PSD Loulé a denunciar a falta de funcionários nas escolas de Loulé e o abandono dos alunos à sua própria sorte em determinadas zonas dos espaços escolares. Parece que o Dr. Vítor Aleixo tem orelhas moucas e considera a violência escolar um não problema. Da gestão escolar fica-se com a sensação que a violência está "naturalizada". Só este ano é a segunda vez que agridem o meu filho Pedro. Da primeira vez foi agredido por uma funcionária (?). Amanhã vou à escola. Vou querer saber se as regras são mesmo as do faroeste. Se assim for nada mais me resta do que me adaptar às regras da selva escolar. Não é assim que se defende a escola pública.

domingo, dezembro 04, 2016

A Total Desorientação Do Bloco De Esquerda

O Bloco de Esquerda que apoia o governo que está a deixar morrer o Sistema Público de Saúde em Portugal e que aprovou o Orçamento de Estado que legitima o desinvestimento público neste sistema, apela agora a manifestações de rua contra o governo que apoia e que está a destruir o Estado Social, em nome do pagamento cego de uma dívida que a maior parte dos portugueses não contraiu e que não para de aumentar. Perceberam? Não? Se quiserem eu repito. Desculpem lá uma certa arrogância mas tem que ser mesmo assim. Tem nome. Chama-se crítica política.
 

sábado, dezembro 03, 2016

Paulo Macedo, O Crime Recompensa

Recapitulando: - Alguém assaltou a Caixa Geral de Depósitos para que ela esteja em situação de falência. Os partidos da direita radical e da geringonça das esquerdas silenciam o apuramento de responsabilidades e do roubo. Os contribuintes são chamados a um resgate no valor de mais de 5 000 milhões de euros. O governo PS vai buscar um dos ex-Ministros mais austeritários do governo de Passos Coelho (que arruinou o SNS) e oferece-lhe um salário indecoroso. Muito acima das possibilidades do nível de vida de um qualquer português. E o pessoal político faz de conta que nada se passa. Não há já adjectivação para o estado a que isto chegou.
 

sexta-feira, dezembro 02, 2016

As Esquerdas Da Vergonha

De como a geringonça deixa apodrecer o Sistema de Saúde Público sem um pingo de indignação e acção. Inadmíssivel. Com o Partido Socialista (o Ministro da Saúde está em estado de negação) o PCP e o Bloco de Esquerda a assobiarem para o lado e o mercado da saúde privada a esfregar as mãos de contente. Umas esquerdas da vergonha. É isto.
 

quinta-feira, dezembro 01, 2016

A Tirania Europeia E O Fim Da Democracia

Governados à distância por um banco alemão não eleito democraticamente. Não, não me apanham nas urnas de voto tão cedo. Recuso-me a ser um súbito de uma qualquer instituição financeira quaisquer que ela seja. Se o lema é que se lixe a democracia então a minha resposta como cidadão é a de que se lixe a urna de voto.
 

O Mundo Ao Contrário

O mundo ao contrário. Agora é a geringonça que salva bancos e banqueiros (com o dinheiro de quem só tem a sua força de trabalho para vender no mercado) e destrói os serviços públicos de saúde e o CDS que passa a partido revolucionário. Entretanto, para lá da luta partidária, para as populações locais, vinte dias em Dezembro sem ambulância do INEM, na capital de distrito do Algarve, é inaceitável.
 

Uma Mão Cheia De Nada

Segundo percebi alguns movimentos sociais anti-petróleo e gás no Algarve reuniram com a AMAL esta semana e trouxeram de lá uma mão cheia de nada. Promessas leva-as o vento. O que a gente quer é o cancelamento dos contratos de exploração de petróleo e gás no Algarve. O resto são enganos, eleições à porta e tentativas insistentes de captura e de controlo dos diversos movimentos sociais. Alguns estão bem capturados, outros nem tanto. Do que está à espera Dr. António Costa?