quarta-feira, novembro 30, 2016

Pós-Verdade

A demagogia e o populismo do Bloco de Esquerda e do deputado João Vasconcelos atingiram o ponto máximo no calor da luta partidária (esta gente não quer saber da vida das pessoas para nada). Depois do Bloco de Esquerda não ter votado a favor do Projecto de Resolução do PAN para abolir o Decreto-lei 109/94 que regula a actividade petrolífera em Portugal, o senhor deputado João Vasconcelos afirma no Parlamento que é preciso fazer uma luta "intransigente" pela revogação do decreto-lei 109/94 (que o mesmo Bloco de Esquerda se absteve de revogar uns dias antes) e para agora (esta semana) emitir o Bloco de Esquerda um comunicado de imprensa onde acusa o PAN de desmobilizar a população para a luta anti-petróleo com a proposta do projecto de resolução da revogação do decreto de lei 109/94 (o mesmo decreto-lei que o senhor deputado diz que o Bloco de Esquerda irá fazer uma luta "intransigente" para abolir) e que afinal o senhor deputado e o Bloco de Esquerda dizem que é "propaganda" se for o PAN pedir a sua revogação. Eu sei que é confuso mas façam lá um esforço para perceber o que estou a querer transmitir para verem com que género de gente que estamos a lidar. Vejam o vídeo em baixo e leiam o comunicado de imprensa do Bloco de Esquerda do post também em baixo. Populistas, são os outros.
 

A Política De Nojo Do Bloco De Esquerda

Um nojo de comunicado do Bloco de Esquerda. Para além de não se perceber o que quer dizer "A exploração energética deve reger-se por critérios de sustentabilidade ambiental" o Bloco de Esquerda que apoia o governo que não quer cancelar os contratos de exploração de Petróleo ainda tem a lata de atacar o PAN (Partido dos Animais e da Natureza). A política partidária caiu no nojo total. Os terroristas políticos de esquerda estão a revelar-se tão demagogos e populistas como os de direita. Estão a caminhar para pouca diferença. Os contratos de exploração de petróleo no Algarve, esses continuam. Vergonha desta gente. Muita.
 

terça-feira, novembro 29, 2016

A Geringonça Em Apuros

A Geringonça a tremer. Isto da preferência em salvar bancos com o dinheiro de quem não é titular dos meios de produção e só tem a sua força de trabalho para vender no mercado tem que se lhe diga.
 

segunda-feira, novembro 28, 2016

Requiem Pelo Serviço Público de Saúde Em Portugal

Entrada com o pequenino nas urgências do Centro de Saúde de Loulé. Clientela a abarrotar. Pergunto o tempo de espera. Respondem-me quatro horas. Pergunto o número de médicos. Dois médicos. Dizem-me que está a ser um dia complicado. Que estão muitos utentes "lá dentro". À minha frente uma utente preenche o livro de reclamações. Decido que não vou deixar uma criança doente a esperar quatro horas. Vou para o Hospital Privado. Dou entrada assim que chego. O atendimento é personalizado, cuidado, de qualidade. À saída pago bem e nem refilo (já estou vacinado). O valor é quase o mesmo da taxa moderadora para adultos nos Serviços Públicos de Saúde. Era ontem capa do Correio da Manhã que o governo está a esconder mais de 5 mil milhões de euros no Orçamento de Estado que não diz onde os vai aplicar. Tenho quase a certeza absoluta que é para resgatar o Sistema Público de Saúde. Que viva a geringonça.

domingo, novembro 27, 2016

Demagogos e Populistas

É inacreditável que o demagogo e populista do partido socialista chamado António Eusébio tenha vindo na mesma semana que o PS chumbou a possibilidade de suspender as portagens no Parlamento defender, num Fórum Socialista realizado no Algarve, a abolição das portagens na Via do Infante. A pós-verdade triunfou em toda a linha.
 

As Portagens Na Via Do Infante E Os Grandes Aldrabões Do Partido Socialista

Se a abolição de portagens na Via do Infante é possível, então o Partido Socialista está à espera de quê Dr. António Eusébio? Ou estaremos perante mais uma aldrabice das habituais do PS em véspera de eleições autárquicas? É que o PS acabou esta semana que passou de rejeitar a proposta de abolição das portagens da Via do Infante em mais uma proposta do Bloco de Esquerda. Primeiro chumba-se a abolição de portagens da Via do Infante no Parlamento e depois no dia a seguir diz-se às populações que é possível a sua abolição. Grandes aldrabões. Que melhor exemplo do triunfo da pós-verdade?
 

A Quadratura Do Círculo

Uma interessante entrevista de Catarina Martins. No geral estou de acordo com o que escreve estando em total desacordo com a sua prática política que é totalmente ao arrepio do caminho que aqui defende neste artigo. Submetida à quadratura do círculo do PS de Costa que obedece incondicionalmente às políticas de Bruxelas; seguindo as políticas de desastre do Tratado Orçamental; falando de vez em quando na renegociação da dívida sem nada fazer para a renegociar; silenciando os contratos PPP que minam os recursos públicos; apoiando um governo que salva a banca e os banqueiros com os recursos públicos e o dinheiro dos contribuintes; o Bloco de Esquerda e o PCP encontram-se num beco sem saída. São as tais "contradições insanáveis" de que fala Jerónimo de Sousa. Acresce que se de início haveria duvidas se seria o PS de Costa a engolir o Bloco de Esquerda e o PCP, hoje é muito claro de que foi isso que aconteceu. As últimas sondagens vieram colocar o Bloco de Esquerda e o PCP em maus lençóis. Se seguem o caminho da submissão a Bruxelas (com a habitual gritaria pelo meio) perdem grande parte da confiança do seu eleitorado. Se rompem o acordo da geringonça serão acusados de ter entregue o poder à direita. São os custos de suportar um governo que de facto não rompeu com o terrorismo político que vem de Bruxelas e que mais cedo que tarde irá rebentar em cima de nós com estrondo. Sempre a maldita da "realidade". Sempre a atrapalhar aquilo que são as nossas boas ideias. Em breve, num cinema próximo de si.
 

sábado, novembro 26, 2016

Os Aldrabões Das Esquerdas

Isentar as portagens da Via do Infante é uma urgência mas o PS que é apoiado pelo Bloco de Esquerda do Deputado João Vasconcelos chumbou mais uma vez a proposta. Portanto, o Bloco de Esquerda suporta o governo que constantemente rejeita defender o interesse das populações que vivem no território do Algarve em detrimento do interesse das concessionárias privadas que exploram a vida dos algarvios para mero benefício privado. Já não há mais pachorra para tanto malabarismo, tanto taticismo e tanto aldrabão partidário.
 

Deficiência Cognitiva Temporária

Ana Nicolau foi condenada a seis meses de prisão por ter pedido a demissão de Passos Coelho "Passos, metes nojo ao povo" na galerias da Assembleia da República. Mourinho Félix, Secretário de Estado do Governo da geringonça, disse de Leitão Amaro (de resto, um deputado destestável) que este teria uma "disfunção cognitiva temporária" e a bancada do PSD irrompeu em protesto feroz, lá em baixo, no hemiciclo, interrompendo os trabalhos por momentos e retirando a palavra ao Secretário de Estado. Vamos aguardar agora para ver quantos anos de prisão apanham o senhor Secretário de Estado Mourinho Félix e os senhores deputados que fizeram o protesto ou vamos ver se neste país as leis são só para cumprir pelos que não fazem as leis que lhes estão destinadas.
 

sexta-feira, novembro 25, 2016

O Valor Da Vida Humana Espelhado Numa Ambulância Do INEM

Isto vai tudo bem. A geringonça trouxe-nos a "tranquilidade" e a felicidade diária. Antecipa-se o pagamento de 2 mil milhões de euros da dívida ao FMI (numa dívida que não para de crescer e que hipoteca o futuro das próximas gerações). Continua em salvamento acelerado a banca corrupta nacional com o dinheiro dos contribuintes e festejam-se os "compromissos" escrupulosamente cumpridos com Bruxelas. Ficar sem uma ambulância do INEM para salvar umas míseras vidas? O que vale isso? Como dizia o outro "isso são uns pintelhos". A geringoça segue sobre rodas.
 

domingo, novembro 20, 2016

A Impossibilidade De Uma Sociedade Decente Com Um Regime Político A Cair De Podre

O Partido Socialista do Algarve em peso na reabilitação política de José Sócrates. Portugal não se recomenda. Os tipos não querem mesmo saber da recuperação da decência do regime.
 

Sobre A Política Como Teatro

Continua o circo do Bloco de Esquerda. Aprovam o Orçamento de Estado. Suportam o governo de Costa. Lavam as suas mãos. E a vida segue em frente. Já ninguém aguenta tanto teatro desta gente do Bloco de Esquerda.
 

sábado, novembro 19, 2016

O Regime Está Podre, E Tresanda

Isto. Nojo. Muito nojo de um regime político que está a cair de podre, cujos supostos representantes do "povo" teimam em viver acima daqueles que deveriam representar e não contentes com isso os humilham, ostracizam e criminalizam. Pobre de quem neste país não faz parte da seita partidocrática. Não, não me apanham mais nas urnas de voto enquanto a democracia não estiver de regresso. Vão à merda.
 

A Exploração De Petróleo No Algarve, Toda A Gente Há Espera Da Decisão Política Do Governo

Estaremos cá para ver no final do ano se não se trata de mais uma estratégia manipulatória do governo de António Costa destinada a ganhar tempo e a enganar as populações. Aguardemos ansiosamente a decisão política do governo.
 

terça-feira, novembro 15, 2016

Que Pior Maneira De Relançar A Educação De Adultos Em Portugal?

Começa da pior maneira o Programa Qualifica que substitui o antigo Programa Novas Oportunidades. Chama-se efeito de fechamento social e afasta da sua participação educadores sociais, cientistas da educação e sociólogos em detrimento dos profissionais da psicologia. É inacreditável como poderes ocultos têm a capacidade de desvirtuar as políticas logo no início da implementação de um novo programa. Alguns destes estudantes e profissionais têm nas disciplinas de educação de adultos alguns dos professores e especialistas mais reputados do país. Lamentável. A psicologização dos processos de RVCC não augura nada de bom. Não havia pior maneira de relançar a educação de adultos em Portugal. Aqui fica a minha solidariedade com os colegas da educação social que têm todas as razões para protestar.
 

segunda-feira, novembro 14, 2016

A Exploração de Petróleo No Algarve, A Grande Canalhice Das Esquerdas

Alguns apontamentos sobre a luta contra a exploração de petróleo e gás no Algarve. O Primeiro-Ministro António Costa e o governo socialista, continuam a passar pelos píncaros da chuva da luta contra a exploração de petróleo no Algarve. Um movimento ambiental despolitizado, em boa parte controlado pelo PS e pelo Bloco de Esquerda, tudo tem feito para passar a ideia que a resolução dos contratos de exploração de hidrocarbonetos não passa pela decisão política. Uma ideia defendida até à exaustão nas redes sociais por Laurinda Seabra que está super preocupada com as indeminizações que os contribuintes portugueses terão que pagar às petrolíferas (como se um governo decente não pudesse invocar o bem público para acabar com os contratos). Por outro lado, Vítor Aleixo, aparece nos media como mandatário do Algarve pela causa, sem uma palavra dirigida ao governo socialista de Costa, como se o seu partido e o governo não tivessem nas mãos a decisão de acabar com a malfeitoria que políticos e magnatas do petróleo já estão a fazer aos algarvios. Não tivesse eu já assistido ao senhor Presidente da Câmara de Loulé, em campanha eleitoral a defender o fim das portagens na Via do Infante, reivindicação que depois das eleições autárquicas ganhas, evoluiu para a diminuição do valor das portagens e até era capaz de confiar no senhor Presidente. Assim, sou muito sincero. Não confio. Ver para crer, como diz o ditado popular. A malfeitoria dos políticos às populações do Algarve, com o espectro permanente da ameaça da exploração de petróleo começa a ganhar contornos de indecência. Durante quatro anos levamos com o terrorismo austeritário do Dr. Pedro Passos Coelho que nos roubou a esperança e destruiu as nossas vidas. Agora estamos a levar com os terroristas políticos de esquerda que nos querem roubar o território e expropriar ecologicamente toda a região. Se são gente decente, como dizem que são, acabem já, de imediato, com a ameaça. Ao estenderem este pesadelo sobre a região geram insegurança nas populações, soltam a raiva que anda por ai há solta. Dividem as pessoas umas contra as outras (onde é que já vi isto) e constroem uma sociedade indecente. Está na hora de acabar com esta canalhice.

domingo, novembro 13, 2016

Perigosos Activistas Para A Causa Anti-Petróleo E Gás No Algarve

É extraordinário que de cada vez que aparece gente nas manifestações anti-petróleo a exigir o cancelamento dos contratos de prospecção e exploração de petróleo e gás apareça Laurinda Seabra da ASMAA a querer convencer-nos que o governo de António Costa não deve cancelar os contratos. Já não bastava João Camargo do Bloco de Esquerda a espalhar nas redes sociais que o Parlamento não consegue resolver o problema da exploração de petróleo, a passar um atestado de inutilidade total aos políticos em Portugal. Afinal, se os políticos e o Governo não governam, servem para quê? É preciso desmontar estas duas falácias porque elas só servem quem governa mas não servem o interesse das populações que vão ver o petróleo derramado em cima das suas vidas.

O Alegre Suicídio Das Esquerdas

Pressinto que isto vai mesmo ser um enorme desastre. E para os mais distraídos não se trata apenas e só de um fenómeno Trump. A ala mais dura dos Repúblicanos tem nas suas mãos o Senado e a Câmara dos Representantes. O radical e terrorista político Pedro Passos Coelho é um menino de coro ao pé desta gente. As esquerdas que em toda a parte se demitiram de levar a sério aquilo que eram os seus ideais em nome do entranhamento (no sentido de ter entrado pelas entranhas) do neoliberalismo destrutivo têm uma enorme responsabilidade nisto. Veja-se em Portugal onde BE, Verdes e PCP se unem ao PS na estrita obediência às políticas de Bruxelas e ao cumprimento cego do Tratado Orçamental. Depois não se queixem.
 
 

sábado, novembro 12, 2016

João Matos Fernandes, Um Ministro Do Ambiente Comprometido Com A Exploração De Petróleo Em Portugal

No mesmo dia que centenas de pessoas saem à rua em Lisboa e Porto contra a exploração de petróleo e gás em Portugal, o Ministro do Ambiente do governo socialista de António Costa, João Matos Fernandes, escreve um artigo no público intitulado "E depois de Paris", onde não faz uma única referência à exploração de petróleo no país e reforça a sua intenção da aposta no gás. Vergonhoso.
 

Agora É Mesmo A Sério, Por Manuel Loff

"A vitória de Trump confirma (como antes as de Berlusconi) que é perfeitamente possível assumir um programa desavergonhadamente racista contra uma parte dos subalternos (muro contra mexicanos=violadores e criminosos; expulsão de refugiados sírios; intimidação dos afroamericanos; humilhação de mulheres e de minorias sexuais) e ganhar-se a condescendência da maioria: “ele não fará nada do que diz...”, é o que julgam muitos dos que nele votaram. Os livros de História estão cheios de citações de quem, com Hitler, julgava exatamente o mesmo. A extrema-direita ainda pode ser travada. Mas só se levada a sério e a sério combatidas combatidas as condições que permitem o seu avanço."
 

sexta-feira, novembro 11, 2016

Faz Hoje Um Ano Que Nos Livrámos Deles, Obrigado A Todos Os Que Tiveram A Coragem De Dar A Cara Por Um Mundo Melhor

Faz hoje um ano que nos livrámos deles. Obrigado a todos os que sairam para a rua a lutar. Para aqueles que acusam o MALP de criticar o Governo de Costa, em nome da defesa dos partidos da direita, aconselha-se a espreitarem este vídeo para não dizerem tantas asneiras. Um grande abraço à Ana, ao Joel e à Elsa que sabem bem os custos pessoais e sociais de dar a cara e ir à luta.


quinta-feira, novembro 10, 2016

A Caminho Do Abismo

Um novo fantasma percorre a Europa. Enquanto as esquerdas dormem em cima do paradigma político definido pela direita radical, a extrema direita ganha terreno. O capitalismo selvagem desregulado que aprisionou o poder político é o grande vencedor. As democracias estão em perigo. Fechar os olhos e enterrar a cabeça na areia é suicidío. E a política do mal menor a sua maior ameaça. Boa noite.

segunda-feira, novembro 07, 2016

Um Presidente De Que A América Se Deve Orgulhar

Obama, sim. Já sinto saudades de Obama. O mundo está caótico? Está. Mas estou hoje convencido que foi melhor com Obama do que seria sem Obama. George W. Bush, lembram-se?