domingo, setembro 20, 2015

Políticos Para Quê?

E portanto, as coisas estão assim. O meu filhote mais velho amanhã vai para a escola e não tem as duas horas da manhã por causa dos brutais cortes do ensino artístico que impossibilitam o ensino articulado na escola pública. O pai entre a preparação da semana de trabalho e afazeres pessoais e domésticos anda a organizar manifestações para falar com o Dr. Passos Coelho, amanhã em Faro, e a prejudicar novamente de forma forte a sua vida pessoal. A mãe novamente frustrada por ver os projectos do seu filho brutalmente interrompidos no início do ano lectivo. E o Pedro aprendendo que a vida não é um mar de rosas e que a confiança nos políticos anda pelas ruas da amargura. Pelo menos até dia 28 Setembro não há decisões (dez dias depois do início das aulas). Da reunião da última Sexta-Feira com elementos do Conservatório, com a direcção da escola e representantes da Câmara Municipal de Loulé, saiu o tradicional incentivo aos pais, por parte da Câmara, os pais têm que se mexer. Volto à pergunta de sempre. Políticos para quê?

Sem comentários: