quinta-feira, dezembro 22, 2016

Ainda Sobre A Colonização Partidária Do Movimento Anti-Petróleo No Algarve

Na sequência do anúncio do Diário de Notícias de meados de Dezembro há várias perguntas cruciais da luta anti-pétróleo no Algarve e que parece que grande parte do movimento ambiental se está a recusar a fazer: - Foi rescindido algum contrato de exploração de petróleo e gás no Algarve? Se sim, qual/quais? Se não foi e apenas houve notificação a alguma das petrolíferas, qual foi o objectivo da notificação? O governo decidiu mesmo cancelar os contratos de exploração de petróleo no Algarve? Se sim, quantos? 1? 2? 3?...O que decidiu o governo para o furo de Aljezur? O silêncio nestas coisas é um péssimo conselheiro e interessa sobretudo ao Governo e às petrolíferas. Da nossa parte, não nos calarão!

Sem comentários: