quarta-feira, dezembro 21, 2016

A Exploração De Petróleo No Algarve, O Movimento Ambiental Confundindo Os Desejos Com A Realidade

Voltando ao assunto da exploração de petróleo e gás no Algarve. O movimento ambiental e social anti-petróleo e gás no Algarve está propenso a acreditar na notícia lançada pelo Diário de Notícias de que o governo teria rescindido os contratos com a Portfuel e a Repsol/Partex. Ora as declarações à imprensa do Ministro da Economia do governo Socialista, Manuel Caldeira Cabral, e do eurodeputado Carlos Zorrinho, são tudo menos tranquilizadoras e em nenhum momento o governo de António Costa disse ter já rescindido um qualquer contrato com uma quaisquer petrolífera. Se o movimento ambiental quiser trabalhar em cima de fantasias em vez de trabalhar em cima de factos consumados fazendo passar os seus desejos por realidade, força. Está no seu direito. Eu também de início caí na esparrela e fiz uma ingénua e alegre festa. Depois não digam (mais uma vez) que o pessoal do MALP não avisou.

Sem comentários: