domingo, maio 18, 2014

28 de Maio, Quarta-Feira - Marcha E Cordão Humano Pela Saúde Do Concelho De Loulé - Em Defesa Do Centro De Saúde E Das Urgências De Loulé

Dia 28 de Maio os louletanos vão sair de novo há rua em defesa do seu serviço de urgências e do Centro de Saúde de Loulé. As notícias vindas a público denunciadas nos jornais e televisões nacionais pelo próprio executivo da Câmara Municipal de Loulé e pelo sindicato dos enfermeiros portugueses não nos podem deixar dormir descansados. Faltam médicos, enfermeiros e outros técnicos de saúde no centro de saúde, domicílios, urgência e ambulância SIV e falta ainda de material básico de funcionamento. Há um claro abandono pelo governo PSD/CDS das urgências de Loulé. O jogo do empurra e do passa culpas das responsabilidades sobre a destruição dos serviços públicos de saúde dos louletanos entre a ARS Algarve e o responsável máximo do Centro Hospitalar do Algarve, Pedro Nunes, confere um estatuto às urgências de Loulé de “terra de ninguém”, o que quer dizer que o governo tem a intenção clara de encerrar o serviço de urgências de Loulé. Muitas vezes está apenas 1 médico a atender e já houve dias em que não esteve lá nenhum. A partir de 19 de Maio vão começar a faltar enfermeiros na urgência e vai haver dias em que a ambulância SIV não vai funcionar! Quando ninguém assume a responsabilidade pela saúde das populações do concelho de Loulé, aos louletanos só lhes resta tomar o destino nas suas mãos e vir para a rua exigir que os serviços de saúde da sua terra funcionem a 100%. Neste sentido, apela-se a todos os residentes do concelho de Loulé e do Algarve em geral que se juntem e solidarizem numa “Marcha e Cordão Humano Pela Saúde Do Concelho De Loulé”, Quarta-Feira, dia 28 de Maio, pelas 18h30m, com concentração em frente à Câmara Municipal de Loulé, para partirmos em seguida juntos e unidos em marcha em direcção às urgências do Centro de Saúde onde faremos um cordão humano a exigir condições de saúde dignas para todos os louletanos. Aparece! Loulé precisa de ti! A saúde é um direito de todos os portugueses! 

Sem comentários: