terça-feira, março 20, 2018

Os Troca-Tintas

João Camargo, reputado Dirigente do Bloco de Esquerda, diz que está em guerra contra as petrolíferas e chama mentiroso ao Governo de António Costa. Imagino que João Camargo também esteja em guerra consigo próprio. O activista João Camargo que se junta ao movimento anti-petróleo nas ruas (e que procura condicionar de forma forte esse mesmo movimento) deve fazer uma feroz oposição interior ao Dirigente do Bloco de Esquerda, João Camargo. Não lhe ocorre nem por um minuto que faz parte da Troika (BE, PCP e Verdes) que se aliou ao Governo para destruir o Algarve e o Litoral Alentejano com a exploração de petróleo e muito menos lhe ocorrerá que se o Bloco de Esquerda colocar como condição ao Governo PS, para manter o seu apoio governamental, que este trave de imediato a exploração de petróleo no sul do país, a intenção de explorar petróleo pelo governo da Geringonça acabaria no dia seguinte. Não, não lhe ocorre nada disto e muito menos o Bloco de Esquerda o fará. É que já sabemos. Depois viria aí o bicho papão Passos Coelho e os fascistas da direita. E isso não. Isso é que não pode ser.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário