terça-feira, junho 16, 2015

Um País À Beira Do Abismo



Esta imagem do Portugal de Salazar agora divulgada por Seixas da Costa ajuda a compreender a submissão, o colaboracionismo, o conformismo, a dependência e a indiferença que aí anda. Não explica tudo mas ajuda a perceber muita coisa. As enormes desigualdades sociais, a reverência e a distância face ao poder, elevados níveis de iliteracia e baixíssimos níveis educacionais, uma cidadania de baixa intensidade, uma individualização progressiva da sociedade, classes médias frágeis e à beira do abismo, desemprego e precariedade do trabalho elevadíssimos, partidos políticos que colonizaram a democracia, níveis de corrupção fora do vulgar e a cereja em cima do bolo em resultado disto, o medo da própria sombra, ajudam a explicar o resto. Portugal hoje não se recomenda.

Sem comentários: