sexta-feira, maio 04, 2018

Querem-Nos Rebeldes? Rebeldes Nos Terão! Petróleo Em Aljezur, Não!

Exmo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Aljezur
Dr. José Gonçalves
Data: 4 de Maio de 2018

Assunto: Aviso de protesto, Quinta-Feira, dia 17 de Maio, pelas 16h30m, à porta da Câmara Municipal de Aljezur, contra o furo de petróleo ao largo de Aljezur, na Costa Vicentina

O Movimento Algarve Livre de Petróleo (MALP) vai estar dia 17 de Maio em protesto à porta da Câmara Municipal de Aljezur contra a prospecção e exploração de petróleo na Costa Vicentina, no Algarve, para saber o que pensa o novo Presidente da Câmara Municipal de Aljezur, José Gonçalves, sobre a intenção do Governo Socialista de António Costa de explorar petróleo junto a esta localidade. O MALP quer saber também o que vai fazer o Senhor Presidente do Município junto do Senhor Primeiro-Ministro para travar o crime político e ambiental que em breve se anuncia. O MALP aproveita para alertar toda a população do Algarve que as petrolíferas GALP e ENI anunciaram para breve o furo de petróleo de Aljezur pelo que é necessário um sobressalto cívico para impedir a entrega do território do Algarve e da costa litoral do Alentejo à indústria petroquímica.
O Movimento Algarve Livre de Petróleo recorda ainda para os mais esquecidos que o contrato de exploração de petróleo ao largo de Aljezur foi assinado em 2007 pelo ex-Ministro Manuel Pinho (agora arguido por corrupção enquanto era Ministro da Economia), durante o Governo de José Sócrates (arguido por corrupção e ex-presidiário na cela 44 de Évora). A autorização do furo de Aljezur em 2018 foi dada pelo actual Governo do Primeiro-Ministro António Costa (na altura número dois do Governo de Sócrates e colega de Manuel Pinho). O Presidente da Galp, Carlos Gomes da Silva é arguido no processo GALPGATE por ter pago viagens a membros do Governo de António Costa e a deputados da oposição e autarcas. Carlos Costa Pina, actual Administrador da GALP e ex-Secretário de Estado do Tesouro do Governo de José Sócrates (em 2007...) é arguido no mesmo caso GALPGATE. Três ex-secretários de Estado do Governo socialista de António Costa demitiram-se na sequência do "recebimento indevido" pago pela GALP para os senhores ex-secretários de Estado irem de borla ao Euro 2016.
Perante este cenário o MALP convida a que a população do Algarve se junte no dia 17 de Maio à porta da Câmara Municipal de Aljezur, pelas 16h30m, em sinal de reprovação moral desta nova forma de colonialismo territorial.

Movimento Algarve Livre de Petróleo

Sem comentários:

Enviar um comentário