sexta-feira, dezembro 26, 2014

Um Asno Com Tiques Fascistas

O palhaço do circo cada vez que abre a boca entra mosca. Aqui por casa não se vê sinal do Sol. Está optimista pois já deve ter um emprego garantido neoliberalmente e com muito mérito, junto de Vítor Gaspar ou de Carlos Moedas, por aí. O mexilhão esse, que hoje é composto pelas classes intermédias e pelos pobres e remediados de Portugal é que fica sem visão de futuro que se vislumbre. É o que dá eleger um asno com tiques fascistas.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário