sábado, dezembro 06, 2014

As Urgências Ficam Em Loulé, O Governo Que Emigre

Hoje estive com o meu filho que está com uma gripe forte nas urgências do Centro de Saúde de Loulé. Estavam a funcionar (não sei se a 100%) e mais gente recorreu hoje a este serviço enquanto lá estive. No dia que este Governo for corrido (varrido) sairei com a faixa para a rua que encabeçou as manifestações em Loulé com a inscrição "As Urgências Ficam em Loulé. O governo que emigre!". Está quase. Depois é exigir aos socialistas que as urgências funcionem a 100% com um serviço digno e sem taxas moderadoras que inibam/impeçam as pessoas de recorrer aos cuidados médicos a que têm direito.

Sem comentários:

Enviar um comentário