terça-feira, julho 08, 2014

Comunicado de Imprensa – Movimento De Cidadãos Em Defesa Dos Serviços Públicos de Saúde De Loulé

Comunicado de Imprensa – Movimento De Cidadãos Em Defesa Dos Serviços Públicos de Saúde De Loulé
Assunto: Manifestação pública de solidariedade com a greve dos médicos de 7 e 8 de Julho
Data: 08/07/2014
O Movimento De Cidadãos Em Defesa Dos Serviços Públicos de Saúde de Loulé vem por este meio tornar público o seu apoio e solidariedade total com a greve dos médicos de dias 7 e 8 de Julho e mais informa que continua intransigente na defesa dos serviços de urgência e do Centro de Saúde de Loulé. Tendo em conta que é do conhecimento público que o mês de Julho não contempla nas escalas médicas de serviço o número de médicos suficientes para assegurar com o mínimo de qualidade os cuidados médicos aos doentes das urgências este movimento de cidadãos através de alguns dos seus elementos irá acampar em solidariedade com as justas reivindicações dos médicos em greve à porta do serviço de urgência da cidade de Loulé. Este movimento de cidadãos volta a alertar para a situação de abandono (ainda não resolvida) do Serviço de Urgências Básicas de Loulé devido ao grave conflito de competências entre o responsável máximo do CHA, Dr. Pedro Nunes e o responsável máximo da ARS Algarve, Dr. João Moura dos Reis, o que confere uma irresponsabilidade de tal ordem por parte destes dois organismos máximos da gestão da saúde no Algarve só resolúveis com a demissão de ambos. O Movimento De Cidadãos Em Defesa Dos Serviços Públicos de Saúde De Loulé informa ainda que será intransigente na luta contra o encerramento das urgências de Loulé e na exigência do seu funcionamento a 100% com qualidade total. Este movimento informa que tudo fará para impedir a degradação do Serviço Nacional de Saúde na cidade de Loulé.
O Movimento De Cidadãos Em Defesa Dos Serviços Públicos de Saúde de Loulé
Ana Catarina Rodrigues, Elsa Frederico, João Serafim, Joel Brito, João Martins
                                                                                             

Sem comentários:

Enviar um comentário