segunda-feira, novembro 14, 2016

A Exploração de Petróleo No Algarve, A Grande Canalhice Das Esquerdas

Alguns apontamentos sobre a luta contra a exploração de petróleo e gás no Algarve. O Primeiro-Ministro António Costa e o governo socialista, continuam a passar pelos píncaros da chuva da luta contra a exploração de petróleo no Algarve. Um movimento ambiental despolitizado, em boa parte controlado pelo PS e pelo Bloco de Esquerda, tudo tem feito para passar a ideia que a resolução dos contratos de exploração de hidrocarbonetos não passa pela decisão política. Uma ideia defendida até à exaustão nas redes sociais por Laurinda Seabra que está super preocupada com as indeminizações que os contribuintes portugueses terão que pagar às petrolíferas (como se um governo decente não pudesse invocar o bem público para acabar com os contratos). Por outro lado, Vítor Aleixo, aparece nos media como mandatário do Algarve pela causa, sem uma palavra dirigida ao governo socialista de Costa, como se o seu partido e o governo não tivessem nas mãos a decisão de acabar com a malfeitoria que políticos e magnatas do petróleo já estão a fazer aos algarvios. Não tivesse eu já assistido ao senhor Presidente da Câmara de Loulé, em campanha eleitoral a defender o fim das portagens na Via do Infante, reivindicação que depois das eleições autárquicas ganhas, evoluiu para a diminuição do valor das portagens e até era capaz de confiar no senhor Presidente. Assim, sou muito sincero. Não confio. Ver para crer, como diz o ditado popular. A malfeitoria dos políticos às populações do Algarve, com o espectro permanente da ameaça da exploração de petróleo começa a ganhar contornos de indecência. Durante quatro anos levamos com o terrorismo austeritário do Dr. Pedro Passos Coelho que nos roubou a esperança e destruiu as nossas vidas. Agora estamos a levar com os terroristas políticos de esquerda que nos querem roubar o território e expropriar ecologicamente toda a região. Se são gente decente, como dizem que são, acabem já, de imediato, com a ameaça. Ao estenderem este pesadelo sobre a região geram insegurança nas populações, soltam a raiva que anda por ai há solta. Dividem as pessoas umas contra as outras (onde é que já vi isto) e constroem uma sociedade indecente. Está na hora de acabar com esta canalhice.

Sem comentários: