sábado, janeiro 21, 2017

Trump Não É A Causa, É A Consequência

Trump vai ser provavelmente um horror? Vai certamente. Mas a grande questão que ainda está para ser respondida é como se fabrica um Donald Trump. Com o 1% contra os 99% a serem sistematicamente defendidos por uma Merkel, por um Hollande, por um Rajoy, por um Barroso, por um Passos Coelho, pela esquerda fofinha do mal menor à la Obama (com quem simpatizei mas que deixou este sistema altamente desigualitário intacto), pelo Costa (defensor do patronato e da TSU) e até pelo Jerónimo e pela Catarina (estes dois últimos a assistir à banda de Bruxelas a passar com muita gritaria sem efeitos de maior) não nos admiremos. A raiva e a revolta das populações está aí e ela vai ser canalizada para quem sabe tirar proveito disso. Da minha parte, desisti de ir às urnas de voto (e não, não se entenda a minha posição como um conselho aos outros). Já bastou.

PS: Esta semana que acabou de passar um esquerdista dos sete costados, daqueles que se dizem da ala esquerda do partido socialista, o Dr. Vítor Aleixo, partilhava no seu facebook, como sinal de sucesso, o "triunfo" da geringonça de ter conseguido o défice orçamental mais baixo da História da democracia portuguesa. Está tudo dito.
 

Sem comentários: