sexta-feira, março 04, 2016

Sobre O Namoro De António Costa A Cavaco Silva

É muito mais aquilo que os une do que aquilo que os separa. Seria um momento de indignação para as esquerdas não fosse o acriticismo acéfalo que reina em troca de uma certa sensação de se condicionar o poder da acção governativa. António Costa a tratar da sua vidinha e do futuro do PS mantendo a porta aberta no futuro ao Bloco Central e à manutenção do arco da governação (hoje de certa forma suportado pelas esquerdas). As coisas a que se sujeitam o PCP e o Bloco de Esquerda. Bendita a hora em que desisti de ir às urnas.
 

Sem comentários: