segunda-feira, dezembro 06, 2021

Quando As Crenças De Senso Comum Orientam A Política De Testagem Nas Escolas

É extraordinário como a senhora Delegada Regional de Saúde afirma publicamente que no Algarve há 171 alunos infectados "em casa", como se o vírus parasse o contágio de casa para a escola ou não houvesse contágio da escola para casa ou mesmo dentro da escola entre colegas e professores. Se a senhora Delegada Regional de Saúde do Algarve não manda testar os alunos na escola que estiveram em contacto com os alunos que diz terem sido infectados em casa, como pode ter essas certezas de que é na família que os alunos são infectados? A prática minimalista de mandar isolar os alunos infectados mas não testar as turmas é provável que esteja a contribuir para aumentar os focos de contágio nas escolas e na comunidade, com essa artimanha de testar o menos possível nas escolas para fazer diminuir os números da Covid19. Por não compactuar com uma política de testagem negligente e discriminatória (diferente nos concelhos de Loulé e Portimão) e que pode colocar a vida de alunos e familiares em risco, vou estar em protesto dia 21 de Dezembro em frente à Câmara Municipal de Loulé para denunciar as más práticas de rastreio da Covid19 nas escolas do Algarve.

https://regiao-sul.pt/2021/12/06/algarve-na-tv/sic-algarve-apresenta-maior-incidencia-de-casos-de-covid-19/561989

Sem comentários:

Enviar um comentário